1. Tarot
  2. Arcanos Maiores
O Papa
Carta "O Papa" Crédito: Tarot Rider-Waite

V O Papa

Sabedoria e tradição

Essa carta tem suas energias relacionadas ao signo de Touro

Quando o Papa aparece em uma consulta, as respostas remetem à busca de conselhos sábios. Esta carta também pode representar uma pessoa do signo de Touro relacionada à questão, em sua vida ou que está prestes a aparecer para interagir.

Touro é um signo fixo muito familiarizado com rotina fixa e estrutura, coisas que trazem segurança, um sentimento primordial para o signo. O Papa encarna tudo isso e nos convida a voltar às nossas raízes e tradições. Sugere que você busque conhecimento ou conselhos sobre a situação em questão (um especialista ou um amigo sábio, por exemplo).

A carta não indica que você deva tomar decisões importantes por conta própria. Pesquisa, estudo e aconselhamento, além de serem formas de fazer as coisas mais tradicionalmente, podem ser o caminho a seguir para resolver a situação em questão. A carta também representa melhora de status, mas que conselhos e assistência de pessoas ou instituições estruturadas são importantes para que isso aconteça.

Por fim, pode significar também a busca por um poder superior, uma força maior que vem dentro de você e que em última análise, favorece uma nova chance de elevação espiritual.

Um pouco mais sobre a carta O Papa...

O Papa é a carta número 5 do Tarot, também conhecido como o "Hierofante". Tem sua conexão com o signo de Touro, simbolizando estrutura e da tradição, já que Touro se sente seguro com o que está estabelecido e com suas raízes. Este Arcano Maior também aponta a importância do estudo e conhecimento em relação a alguma questão. Na ordem dos arquétipos, enquanto o Mago apenas aponta o caminho a seguir, o Papa é o nosso guia, aquele que pega pela mão e nos leva ao nosso objetivo espiritual. Ele representa um portal para a consciência superior.

Na carta, vemos um homem que veste trajes religiosos em um ambiente que remete a uma igreja. Suas vestes representam o princípio trino ou os três reinos (material, espiritual e mental). Na mão esquerda ele segura um cetro com três linhas, mais um símbolo de seu domínio sobre os três reinos. Abaixo dele, as chaves cruzadas representam o equilíbrio entre o consciente e o inconsciente, aquelas que destrancam todos os segredos e mistérios.

Dois iniciados se ajoelham perante ele. A tarefa do Papa é trazê-los para a sua doutrina, ensinando-os a canalizarem sua fé. Ele levanta a mão direita para dar sua bênção, a mesma mão que o Mago levanta para realizar sua magia. Porém, enquanto o Mago coleta a energia do Universo e a canaliza para o plano material, o Papa capta seu poder através do mundo material e da sociedade, da fé gerada pelas pessoas do mundo.

O Papa é uma das chamadas "cartas pilares" do Tarot e quando aparece em uma consulta geralmente vem lembrar de que informação e conhecimento são as chaves para sua situação em questão. Além do Papa, A Sacerdotisa e A Justiça também são cartas pilares, ambas representando conhecimento ou informação. O Papa pode ser considerado "irmão" da Sacerdotisa.