A Casa 7 e seu significado na Astrologia

A Casa 7 - As Parcerias e Sociedades

A Casa 7, a terceira casa angular de um mapa astral, é a primeira casa acima do horizonte do lado oeste, sendo comumente referida como a "Casa das Parcerias". Trata dos nossos relacionamentos sérios, dos nossos acordos. A cúspide (linha inicial) da Sétima Casa é o local do chamado "Signo Descendente", ou seja, o Signo do zodíaco que estava se pondo no horizonte oriental no exato momento do nascimento.

Define as relações que temos com cada pessoa, o compromisso mútuo e a forma como encaramos a Sociedade. Muitas vezes podemos ver o Sol ou o regente do Ascendente posicionado na sétima casa de pessoas famosas.

Este setor se relaciona portanto com as relações de maior cumplicidade e interdependência, representando todos os tipos de associações que fazemos durante a vida e fala de nossa atitude em relação a todos com quem nos encontramos e mantemos contato, incluindo aí o casamento, as parcerias românticas de longo prazo, os relacionamentos com bastante comprometimento, as relações comerciais, sociedades, contratos, negociações, diplomacias, acordos e inimigos declarados - aqueles que sabemos quem são. É um espelho em alguns casos, do nosso próprio Eu refletido nas outras pessoas.

Podem estar relacionadas à atividades que só podem ser feitas em conjunto, como grupos de música, de teatro, etc. Sem os outros, a interação, os ensaios e os processos não acontecem. Está relacionada ao conceito de sinergia.

É a casa da nossa experiência através "do outro" e mostra o tipo de ajuda que dispensamos, trocamos, apoiamos e compartilhamos com o outro. Dependendo da configuração astrológica da nossa Casa 7, conseguimos ver se vamos cooperar em maior ou menor grau nessas parcerias variadas. Podemos ver também como iremos perceber estas interações e nossa disposição para lidar com elas.

A qualidade dessa cooperação e como nos relacionamos com os outros, pode ser descoberta pela análise completa da dinâmica astrológica que ocorre estudando-se os astros luminares (Sol e Lua) e os pessoais (Mercúrio, Vênus e Marte) como complemento olhar os componentes contidos na sétima Casa. Ela dá dicas sobre como é o tipo de relacionamento que mantemos com nossos associados e parceiros mais próximos.

É na Casa 7 que pela primeira vez, o Ego, iniciado na Casa 1 (a casa oposta, do "Eu") tem a oportunidade de se render à grande força unificadora da cooperação, conseguindo visualizar, encontrar e valorizar a existência do "Outro", permitindo o ato de compartilhar e compreender.

A sétima casa dá pistas de como nos dedicamos para o bem maior de todos. É a consciência social manifestada através do indivíduo e da política. Da mesma forma, este setor pode se transformar em fontes de tensão extrema onde os parceiros se desentendem e se tornam inimigos, opositores e a situação caminha em divórcio, litígio e dissolução societária.

Mostra também o que nos atrai nos outros, as qualidades que admiramos nas pessoas, especialmente aquelas com as quais mantemos relações. Muitas vezes, isto se dá pela natureza projetiva. Aquilo que não conseguimos trazer à tona de forma tão fácil, nos atrai nas pessoas com as quais temos proximidade.

Geralmente, nos relacionamos com os outros com o propósito de alcançar algum objetivo específico. Neste caso, a clareza dos papéis societários ou de relação à dois são fundamentais para evitar-se as rupturas.

Mas com isso, vem o reconhecimento de que quando cooperamos, interagimos, fazermos parcerias e ajudamos as pessoas, também ajudamos a nós mesmos. Por meio das associações que fazemos, temos a noção de que não é possível viver sozinho nem progredir muito tempo apenas por conta própria, sem a ajuda de ninguém. A soma das partes gera mais valor que as partes separadas quando isto está funcionando bem.

Ao mantermos contatos e realizarmos acordos e parcerias, preenchemos parte da nossa essência. É através dos nossos(as) parceiros(as) que trabalhamos, brincamos, amamos, criamos, aprendemos, ajudamos, completamos e somos completados. Ao se trabalhar em conjunto, com as diferentes habilidades, ganhamos força adicional e caracterologias impossíveis de serem atingidas individualmente.

A forma como nos relacionamos com os outros ajudará a nos definir como seres humanos e espelhar nossos anseios.

A delineação da sétima casa mundana do mapa astral incita perguntas como: "Por que escolhemos esse ou aquele tipo de parceiro(a) frequentemente?", "É por amor, por dinheiro, por razões práticas ou considerações sociais?", "Que tipo de relação que eu atraio?", "Por quê não consigo fazer parcerias sustentáveis ou significativas?", etc.

Os elos que formamos ao longo da vida podem nos ensinar muito e a análise completa da casa 7 pode revelar a qualidade das nossas parcerias e como podemos fazer para que elas melhorem nossa vida, tornando-a mais rica, completa, melhor e tão especial quanto seja possível. Com isso, ganhamos a chance de fazer a mesma coisa pela vida do outro.

A Casa 7 possui algumas características que lembram Signo de Libra e pelo Planeta Vênus.

Quer saber como essas informações afetam a sua vida?

Relacionamentos sérios

Enquanto a quinta casa rege os relacionamentos mais casuais efêmeros, a Casa 7 trata das nossas parcerias mais sérias, como casamentos, sociedades e acordos de longo prazo, seja no amor ou nos negócios. A sétima Casa rege todas as associações oficiais, assim como os confrontos advindos dessas parcerias, incluindo litígios, como já abordamos.

De uma forma até mesmo antagônica, por mais estranho que pareça, a sétima casa também trata dos nossos "inimigos declarados", as pessoas que podemos identificar mais claramente como nossos adversários. Afinal, amor e ódio são emoções polarizadas, mas os opostos se tocam em algum nível.

Estes estados podem emergir naturalmente em relacionamentos muito íntimos, de cumplicidade e parcerias onde sócios podem complicar nossas vidas e vice-versa. Da mesma forma, desta proximidade, pode surgir um conhecimento tão real e repetitivo que o outro se torna um espelho de nós mesmos nos denunciando o tempo todo. Assim, podem se opor ao que estamos dizendo exatamente por nos conhecerem bem demais.

A Casa 7 também indica que tipo de qualidades buscamos em um parceiro, o nosso modelo de "companheiro(a) perfeito(a)", nossas fantasias de completude e pessoas que passam a trabalhar conjunto para fazerem-se coisas grandes como empresas ou famílias inteiras, por exemplo.

Por ser palco das nossas ligações mais fortes, sejam românticas, societárias ou políticas, envolve uniões que estão juntas tanto no prazer quanto dor, na vitória e na derrota, na paz e na guerra, atrelados àquela célebre frase "na saúde e na doença".

Lidando com confrontos e inimizades

Por mais que projetemos nossas idealizações e expectativas no outros, crises e realidades destoantes com as expectativas podem surgir através de comportamentos como traições, insultos, embates, divergências ou desafios. Todas as parcerias e contatos estão sujeitos a isso durante a vida. Desta forma o confronto é algo inevitável e por isto a casa 7 se refere aos confrontos diretos e as parcerias ao mesmo tempo.

A sétima casa lida com os laços com aqueles que discordam abertamente de nossa personalidade, ideias, ações, ideologias ou escolhas, sendo estes os inimigos conhecidos e diretos, aqueles com potencial de entrarmos em conflito.

Tensões ocorridas no âmbito das nossas parcerias também servem para nos ensinar lições, nos dando mais experiência. Por isso, a casa 7 também trata do lado mais tenso dos nossos relacionamentos, como em ações de divórcio, processos e tratados mal resolvidos. É na sétima casa que podemos detectar quais são nossas falhas políticas, aquelas que podem até nos levar à guerras e crises sérias.

A casa 7 de um político, por exemplo, se refere ao partido. Dali, emerge o apoio e também o chamado "fogo amigo", as disputas internas, para se subir e capitalizar-se politicamente.

Muitas vezes, encontramos ou projetamos nas outras pessoas características e defeitos que não conseguimos enxergar em nós mesmos. É isso que geralmente cria as inimizades e confrontos. Da mesma forma, podemos buscar no signo oposto a nosso ascendente (quem somos) o conceito de quem são os outros.

Desta forma, podemos ter a sensação de que a pessoa com a qual estamos casados, por exemplo, pode ser confusa, sensível e meio perdida, se tivermos o ascendente em Virgem (constante, racional,organizado,etc.)

A Casa 7 representa "O Outro" tanto no sentido da complementariedade como no do confronto, como as quebras de contrato por posicionamentos divergentes e os litígios oficializados.

Quando nos relacionamos com as pessoas há uma troca. Damos, recebemos e concordamos com algumas regras básicas para que não haja conflitos, embora às vezes alguns sejam inevitáveis até que encontremos alguma solução jurídica, familiar ou de preferência política.

Interpretações Extras

Para interpretações além do mapa astral, como na astrologia horária e mundana visando respostas para acontecimentos, locais, governos ou situações específicas, a Casa 7 significa basicamente negócios feitos com estrangeiros, relações com outros países - amigáveis ou hostis, políticos ou comerciais, casamentos, divórcios, litígios e assuntos diplomáticos em geral, bem como as organizações com as quais somos associados, como o Mercosul, a ONU, os Direitos Humanos, o conselho de segurança, etc.

Os temas regidos pela Casa 7 na Astrologia
Atributos que devem ser levados em consideração em uma análise de Mapa Astral.

Cônjuge Litígios Contratos e acordos A preocupação com os outros Relacionamento sério O que projetamos nos outros Melhores amigos Casamento O Você em vez do Eu Compartilhar e dividir Inimigos declarados Diplomacia Relações públicas Questões legais Parcerias e sociedades Uniões Alianças ou conflitos Política e diplomacia Cooperação Os outros Relações de igual pra igual Compromissos mútuos Forma de se relacionar com os outros Socialização Associações com o outro Abordagem no relacionamento

A influência dos astros situados na Casa 7 do Mapa Astral


Saiba mais sobre todas as casas astrológicas

Baixe agora o aplicativo e acesse seu horóscopo personalizado

A Casa 7 e você...

Descubra a importância da Casa 7 no seu mapa astral.

Crie a sua conta grátis ou efetue o login para saber se você possui algum planeta nesta casa quais são seus benefícios!



O céu no momento...

Quarta-feira, 24 de Abril de 2024 | 22h17
Sol 05° 12' Tou
Lua
Cheia
15° 47' Esc
ver ciclo lunar
Mercúrio 15° 59' Ari R
Vênus 24° 23' Ari
Marte 25° 35' Pei
Júpiter 22° 42' Tou
Saturno 16° 05' Pei
Urano 22° 02' Tou
Netuno 28° 44' Pei
Plutão 02° 05' Aqu
Quiron 20° 21' Ari
Lilith 22° 44' Vir
Nodo Norte 15° 36' Ari R
Aspectos ativosorbe
SolQuadraturaPlutão3.12
LuaOposiçãoJúpiter6.92
LuaTrígonoSaturno0.30
LuaOposiçãoUrano6.25
MercúrioConjunçãoNodo Norte0.39
MarteSextilJúpiter2.87
JúpiterConjunçãoUrano0.67
Ler mais

Signos no Astrolink

Piscianos    8.95%
Arianos    8.83%
Cancerianos    8.80%
Geminianos    8.65%
Taurinos    8.59%
Aquarianos    8.28%
Leoninos    8.23%
Virginianos    8.22%
Escorpianos    8.06%
Librianos    7.91%
Capricornianos    7.88%
Sagitarianos    7.59%