astrolink-galaxy

Veja seu Mapa Astral Grátis!

Já tem cadastro? 

O Retorno de Saturno

Um marco importante de autoavaliação

Por Astrolink em Astrologia básica

Modo claro

8 minutos de leitura

Quer saber como essas informações podem afetar sua vida?

A Astrologia é toda baseada em ciclos e alguns deles trazem momentos muito significativos e mudanças ou consolidações visíveis em nossa vida. Este é o caso do famoso Retorno de Saturno, que ocorre pela primeira vez na vida em torno dos 29 anos. Neste artigo, vamos explicar o que é este grandioso evento e o que ele, de fato, pode significar.

O que é o Retorno de Saturno?

O nosso mapa astral é uma fotografia do céu no exato momento em que viemos a este mundo, do ponto de vista do lugar em que nascemos na Terra. Na astrologia, quando usamos o termo "retorno", queremos dizer que um determinado astro completou o seu ciclo e retornou ao ponto em que estava em nosso mapa astral, ou seja, no momento do nosso nascimento. Portanto, os retornos são sempre pessoais, já que ocorrem em relação ao mapa natal de cada um.

Nos casos, os retornos ou revoluções são geocêntricas, relacionam-se aos graus, minutos e segundos de arco do astro em nosso mapa natal (mapa astral). Existe uma certa relação, portanto, entre o período de revolução do astro em torno do Sol e o retorno zodiacal.

No momento em que um planeta retorna à posição inicial de nosso mapa astral, o ciclo se renova. Esta renovação não significa necessariamente mudanças e sim fases, que se encerram e que recomeçam. Desta maneira, pode proporcionar uma maior fluência da natureza daquele astro sobre nossas vidas, pelo acúmulo de experiências, pela adaptação ou mesmo, consolidar naturezas de como eles estão colocados em nossos mapas, gerando o agravamento de limitações e adversidades vindas dos problemas de uma má gestão.

No caso de ciclos menores, como o da Lua, a influência dos astros é menos sentida, pois acontece mais frequentemente.

Já no caso de Saturno, o seu retorno acaba sendo marcado por um ciclo de longo prazo e seus efeitos são percebidos por cerca de 2 anos. Ou seja, no primeiro ciclo eles começam a se apresentar mais ostensivamente aos 28 anos e vão até os 30 anos de idade.

Cada astro tem o seu próprio tempo para completar um ciclo (saiba mais aqui), ou seja, um tempo para dar uma volta completa no Zodíaco geocêntrico. O planeta Terra leva 365 dias aproximadamente; a Lua, em torno de 4 semanas; já Saturno, tem o ciclo mais demorado dentre os que sentimos ao longo da vida: cada ciclo leva em torno de 29 anos e meio para se realizar.

O primeiro retorno de Saturno acontece, portanto, aos 29 anos de idade; o próximo, aos 58, e assim por diante. Há correntes astrológicas que dizem que o nosso tempo de vida é baseado no ciclo de Saturno e que nosso limite são 4 ciclos, ou seja, cerca de 120 anos no máximo.

A Influência do Retorno de Saturno

Se olharmos diretamente para o céu sem a ajuda de telescópios, iremos ter Saturno como sendo o último astro facilmente observável. Urano, em condições extremamente especiais e com uma supervisão, até se poderia aventurar a possibilidade. Entretanto, ele nunca foi localizado até sua descoberta por William Herschel.

Assim, em suas observações, sempre esteve relacionado com as adversidades, a territorialidade, o clima seco e o tempo das coisas. Ele era um "cronocrator", ou seja, uma referência de tempo, de ciclo, de ritmo.

Entre os gregos no helenismo, seu estudos no mapa natal relacionavam-se à maturidade que vem com a vivência, a experiência, a aceitação da realidade tal qual é. Assim, quando se envolvia com os luminares e os ângulos, era entendido que o dono do mapa amadureceria mais rapidamente e seria mais responsável, mesmo que ainda jovem.

No Século XX, com o advento da Psicologia, percebeu-se o componente Saturno como a "presença da autoridade, regras, disciplina", ou "respeito à autoridades por tempo, por experiência ou poder herdado ou conquistado", independente de suas representações externas (pai, mãe, chefe, professor, chefias, guardas, governos,etc).

Nas sérias observações globais nos estudos de Astrologia, inclusos nas estatísticas de Gauquelin, este componente é acompanhado à responsabilidade e também pode trazer muito crescimento, mas sempre à base de muita luta e aprendizado. Devido a essa "fama", o retorno de Saturno costuma ser temido e encarado como uma fase difícil e tortuosa, de muita cobrança individual e social.

De fato, o Retorno de Saturno propicia um momento de autoavaliação, em que paramos para pensar o que fizemos de nossas vidas. Perto dos 29 anos, questionamentos e cobranças vêm de todos os lados, mas principalmente de nós mesmos. Saturno, então, age sobre nós como um pai que pergunta:

- O que você conquistou até agora?
-
Que rumo sua vida está tomando?
- Será que você está apegado a metas inatingíveis e vivendo no mundo da Lua?
- O que faz sentido para você?
- Têm vivido sua vida com responsabilidade?

Ao mesmo tempo, começamos a sentir as primeiros efeitos da flacidez muscular, os primeiros fios de cabelo branco e as primeiras rugas como sinais / signos de envelhecimento. Sentimos uma pressão da existência nos dizendo: "Você não tem a eternidade". O envelhecimento começa a nos encurralar.

O Ciclo de Saturno como um cronocrator, nos convida a refletir na importância das regras, da disciplina e do desapego daquilo que não nos serve mais. Os sonhos idealizados passam a ser mais realistas e decidimos nos livrar de bens, pessoas e conceitos que não estão de acordo com aquilo que verdadeiramente somos.

Na astrologia, é aos 29 anos, quando Saturno completa sua volta é quando de fato talvez iniciamos a nossa vida adulta. Na verdade, é como se tudo o que foi vivido até então servisse de preparação para a vida real, que começa exatamente naquele momento.

Esta realidade externa se impõe e nos encurrala. Nossa estrutura psicológica se força a dar conta de gerenciar nossa realidade interna (pulsões) e a externa, compreendendo os limites de tempo, espaço e interação. Em outras palavras, aceitando o prazer, a felicidade e o amor possível.

Por isto, muitas pessoas não suportam este segundo ciclo de Saturno (dos 29 aos 58 anos) e procuram "regredir", como uma forma de tentar parar o tempo, o curso e o envelhecimento, em especial por volta dos 40 anos. Sentem o que se chama de "peso da existência". Alguns deprimem, tentam fugir através de mudanças escapistas e mecanismos de defesa, que se tornam neuróticos por serem ineficientes.

A gestão, portanto deste momento, se torna crucial.

O retorno de Saturno representa a consolidação do seu eu verdadeiro e das possibilidades reais, factíveis de se viver. Isso pode ser doloroso para alguns, mas muito prazeroso para outros. Por isso, pessoas que já possuem um bom senso de responsabilidade, autoconhecimento e estrutura familiar (possivelmente com mapas natais já com forte ênfase em Saturno ou outros componentes que reforcem esta caracterologia) tendem a colher muitos frutos durante essa fase, uma vez que de certa forma, houve um melhor preparo desde cedo para lidar com estes limites e o segundo ciclo.

Assim, os que se prepararam no primeiro ciclo, tendem a não sofrer tanto no segundo ciclo de Saturno.

Seja de forma tranquila ou dolorosa, fato é que o retorno de Saturno traz o início de uma nova etapa de vida, um novo ciclo, de acordo com sua natureza astrológica, ou seja, com menor energia corporal (frio) e menor quantidade de umidade e elasticidade (seco).

O Retorno de Saturno e você

Se você quiser saber como será a influência do retorno de Saturno em sua vida, observe em que casa ele se encontra no seu mapa astral. É naquele setor em que as mudanças serão melhor observadas.

Observe em especial se ele esta angular, em especial nas casas X e I, bem como se ele se liga por aspectos aos luminares - ou mesmo os pessoais, se está em conjunção com uma cúspide de casa e se é apoiado por posições de astros pessoais em signos de Terra.

Se esta concentração for alta, em geral os retornos e a segunda fase deste ciclo é melhor adaptada. A Pessoa pode sentir-se bem, segura, usufruindo de seus esforços anteriores. Em outras palavras, de bem com a meia idade e seus limites.

Do contrário, pode ter dificuldades de aceitar o envelhecimento, entrar em crise, culpar os outros ao redor, desejar largar tudo, fazer mudanças radicais, se separar, começar a fazer apenas o que deseja, tentar realizar o que se prometeu na adolescência, etc. Neste caso, pode haver uma crise de meia idade.

Complementarmente, uma pessoa com Saturno em Sagitário ou na Casa 9, por exemplo, pode ter uma vontade maior de buscar educação de alto nível nessa fase da vida (se os luminares, pessoais, o ascendente, meio do céu e astros pessoais confirmarem), como uma pós-graduação que poderá direcioná-la para outra carreira, por exemplo.

Para descobrir o que o retorno de Saturno representa em sua vida, acesse seu Mapa Astral e comece a ter um olhar reflexivo de como isto poderá se dar ou está se dando em sua vida, e por toda a sua complexidade e riqueza de detalhes, se debruce sobre o entendimento destas várias etapas.

Categorias

O céu no momento...

sábado, 18 de maio de 2024 | 09:33