Ansiedade - vivendo em tempos difíceis

Entendendo e identificando o problema
Ansiedade - vivendo em tempos difíceis
por Astrolink em Bem estar e evolução

Imagine-se à noite, após um dia fisicamente ou mentalmente cansativo. Você toma um banho, deita-se para relaxar e não consegue "desligar" o cérebro. Além disso, de repente, tem a mente bombardeada com pensamentos desconexos e alguns medos irracionais.

Acontece com muita gente e provavelmente já deve ter acontecido com você. Quando menos esperamos, estamos preocupados com coisas que nem aconteceram, presos em ideias repetitivas e preocupações como em um eterno looping.

Isso é basicamente o que acontece, muitas vezes, quando sofremos de ansiedade, principalmente nos tempos atuais, de tamanha incerteza e confusão.

Não são poucas as pessoas que enfrentam esse cenário: estima-se que o transtorno atinge mais de 300 milhões de pessoas em todo o mundo. Para todas as pessoas ansiosas, o dia a dia pode ser descrito como um estado constante de preocupação e medo, como se estivessem vivendo sempre no limite.

Sentir ansioso(a) é algo comum, acomete a todos. Quem nunca teve um pouco de ansiedade ao perceber que o dia de uma prova importante estava chegando? Ou ao notar que aquela viagem tão esperada estava próxima? O grande problema surge quando essa sensação ultrapassa os limites considerados normais e saudáveis. E como fazemos para entender essa diferença?

Existe um bom exemplo para nos ajudar em uma identificação:

Imagine que você tentou ligar para sua mãe três vezes, mas ela não atendeu. Uma pessoa que não é ansiosa pode apenas pensar que a mãe está ocupada e que, assim que possível, ligará de volta.

Contudo, quando sofremos de ansiedade em um nível preocupante, podemos traçar em nossa mente situações complexas e muitas vezes terríveis, como um acidente, uma fatalidade ou um sequestro. Em seguida, entramos em desespero e não conseguimos fazer mais nada até que essa questão seja resolvida.

Ou seja, é nesse ponto que o transorno se torna um desequilíbrio mais sério, quando o nervosismo excessivo atrapalha a nossa rotina e nos impede de realizar tarefas e compromissos.

Identificando sintomas e padrões

Na primeira parte do artigo sobre ansiedade, você entendeu um pouco mais sobre o tema. Agora, nos aprofundamos um pouco mais nos sintomas e padrões de uma ansiedade excessiva para que você possa agir para combatê-la.

Pra começar, lembre-se: sentir ansiedade é algo comum ao ser humano. A diferença está na frequência e nos níveis dessa sensação.

Por ser uma condição bastante semelhante a uma reação normal do organismo diante de situações adversas, a ansiedade nem sempre é fácil de ser identificada.

Para se ter uma ideia, um estudo realizado pela Universidade Harvard, nos Estados Unidos, revelou que pessoas com quadros leves de ansiedade demoram, em média, 16 anos para procurarem ajuda especializada. Enquanto aquelas que sofrem com um quadro mais severo levam cerca de sete anos para irem em busca de auxílio médico.

Entretanto, é possível ficar atento a alguns sinais, tanto físicos quanto mentais, que indicam a ocorrência do transtorno. Sintomas como: mente muito agitada, preocupação excessiva com o futuro, coração acelerado, tremores nas mãos e nas pernas, angústia e apreensão, dificuldade de controlar pensamentos acelerados, cansaço excessivo, dificuldade de concentração e humor alterado são indícios de que a saúde mental não está muito bem.

Nesse teste simples trazemos alguns exemplos de reações de uma pessoa com ansiedade excessiva diante de situações cotidianas:

Blue StarEM SITUAÇÕES DE MEDO:
A) Pessoa sem ansiedade: apresenta essa sensação apenas quando diante de objetos ou pessoas que realmente representam uma ameaça;
B) Pessoa com ansiedade: sente um temor considerado irracional, justamente porque a razão do medo não oferece riscos.

Blue StarEM PROVAS OU ENTREVISTAS DE EMPREGO:
A) Pessoa sem ansiedade: fica nervosa e pode, até mesmo, ter momentos de sudorese excessiva. Pode apresentar a voz trêmula, mas se expressa de forma satisfatória;
B) Pessoa com ansiedade: tem muita dificuldade em respirar e falar, podendo sentir o coração muito acelerado, comprometendo a entrevista. Às vezes, não consegue cumprir seu compromisso.

Blue StarAO LIDAR COM PREOCUPAÇÕES DIVERSAS:
A) Pessoa sem ansiedade: costuma ficar preocupada com problemas de relacionamento, falta de dinheiro para as contas e instabilidade no emprego, por exemplo, mas permanecendo sob controle e lidando com a situação;
B) Pessoa com ansiedade: acredita que todo o tipo de problema, seja ele financeiro, amoroso ou profissional, está prestes a acontecer, mesmo sem qualquer indício.

Ou seja, quanto mais indícios de percepções de nível B ocorrendo, maiores são as chances da ansiedade estar causando problemas na qualidade de vida da pessoa.

Dicas para lidar com o problema

Chegamos à última parte do artigo, onde primeiro entendemos esse sentimento, analisando se o que você sente é algo natural ou excessivo, para agora trazer dicas práticas para você lidar melhor com o tema.

Basicamente, a ansiedade é tratada de três formas: medicamentosa, por meio de terapia e/ou da própria reflexão pessoal. Esses três processos, muitas vezes, andam lado a lado e são complementares.

Contudo, a dose dos remédios e a frequência da consulta com o terapeuta vão depender do grau da reação. Muitas vezes, apenas terapia já será suficiente para amenizar o quadro de ansiedade, sem necessidade de medicação. Para isso, é muito importante contar com profissionais qualificados, que saberão dosar e direcionar os esforços do tratamento. Terapia é um processo muito enriquecedor, não apenas para quem sofre de algum transtorno. De toda forma, a prática de autoconhecimento e autocuidado é algo que também não apresenta contra-indicações e que deve caminhar lado a lado com qualquer outro tratamento. Conhecer a si mesmo é uma estratégia muito rica e só te fará bem. Que tal praticar o autoconhecimento desde agora?

Algumas mudanças muito simples no modo de vida também podem ajudar a combater a ansiedade e, com isso, conquistar mais bem-estar. Tais comportamentos podem ser bastante úteis na crise que estamos passando no mundo. São coisas muito simples e estão ao nosso alcance sem ao menos precisarmos sair de casa, como por exemplo:

Pink StarAlimentar-se bem: Um corpo bem nutrido reflete diretamente na saúde mental e emocional. A sobrecarga de afazeres pode fazer com que nos alimentemos de maneira incorreta. Muitas vezes deixamos de almoçar com qualidade para resolver problemas durante o horário do almoço. Só que essa prática não pode se tornar um hábito, pois a alimentação é uma importante aliada no combate ao estresse e a ansiedade.

Alimentos com triptofano, por exemplo, auxiliam no combate à depressão, já que a substância proporciona a sensação de bem-estar. O ideal é que eles sejam consumidos no período da manhã para que o seu efeito seja prolongado e possa ser sentido durante o dia. Também não pode faltar na sua dieta e no combate ao estresse os carboidratos, frutas, hortaliças, legumes, proteínas, fibras e minerais. Grão-de-bico, abacate, linhaça, peixe, banana e diversos outros fornecem nutrientes capazes de acalmar a mente e promover o equilíbrio interno.

Investir também em alimentos que contenham vitamina C é uma ótima pedida, pois eles auxiliam na redução do cansaço físico e mental. Inclua na sua dieta frutas como morango, abacaxi, acerola, goiaba, além de verduras como brócolis e couve-flor. Outra dica é apostar em alimentos que contenham vitaminas do complexo B e zinco, como amêndoas, arroz integral, repolho e alho.

Lembre-se ainda que há alimentos e bebidas que são estimulantes e, por isso, devem ser consumidos com moderação. Entre elas destaque para o café, refrigerantes, chocolate, chá preto ou verde e álcool.

Pink StarMeditação: a meditação pode ser algo tão simples quanto sentar-se em silêncio por alguns minutos e respirar profundamente - ou focar a sua mente na beleza ao redor. A chave para o sucesso é saber quando meditar para obter o máximo de benefícios. Essa prática pode diminuir a ansiedade e ajudar a manter uma forma mais racional de encarar os problemas rotineiros sem julgamentos subjetivos e antecipados. Assim, é dado a eles o peso e a importância que realmente têm.

Pink StarDormir o tempo recomendado: um dos problemas frequentes de quem sofre com a ansiedade é o cansaço, justamente porque suas horas de sono parecem ser afetadas por um terremoto, já que o descanso é interrompido muitas vezes. Contudo, é importante não desistir de ter uma boa noite de sono. Segundo um estudo feito pela Universidade de Binghamton, nos Estados Unidos, deitar mais cedo e dormir mais horas pode contribuir para tratar ou prevenir problemas como a ansiedade.

Uma boa noite de sono, assim como alimentação adequada, ajuda a eliminar o estresse, pois durante o sono o organismo produz melatonina. Esse hormônio retira os radicais livres do organismo e oferece uma sensação de disposição e bem-estar. A baixa da melatonina e das taxas de serotonina (neurotransmissor responsável pela euforia e pelo bem-estar) no cérebro também pode provocar ansiedade.


Está fazendo home office? Renda de forma saudável

Muitas empresas têm liberado seus funcionários para trabalharem de casa, visto que esta é a melhor opção para evitar sair do lar sem necessidade e se expor aos perigos de contágio do Coronavírus.

Mas, afinal, há como manter o foco e a concentração trabalhando dentro da própria casa e manter a ansiedade controlada? E a resposta com certeza é sim.

Confira 10 dicas  importantes para que você possa fazer esse momento ser mais produtivo e saudável:

1 - Crie uma rotina

Não é porque se está em casa que deve-se deixar de fazer um preparo para começar a trabalhar. Isso implica acordar, tomar um bom café da manhã, se vestir como se estivesse preparado para sair realmente de casa e estabelecer horários fixos. Dessa maneira, é possível começar o dia com o "pé direito" e se sentir, realmente, em um ambiente profissional.

2 - Faça uma coisa de cada vez

Ser multitarefa é tentador, mas isso pode ser bastante prejudicial à produtividade e a ansiedade. Além disso, a ideia de que dessa forma a pessoa ganha tempo, nem sempre é verdadeira, já que o tempo somado na execução de duas tarefas juntas pode ser maior do que se a pessoa executar uma tarefa por vez. Procure manter a concentração também em seus trabalhos individuais!

3 - Esteja em um ambiente silencioso

A atenção é diretamente influenciada pelos sentidos, por isso, vale a pena investir em ambientes em que não haja estímulos que não deveriam estar sob o foco. Por isso, se não há um escritório na sua casa, procure adaptar algum ambiente mais tranquilo - um canto da sala de jantar, por exemplo, nunca o quarto, para não gerar a vontade de descansar e para não saturar o local que depois servirá de descanso e diversão.

4 - Cuide bem da sua postura

A ergonomia é importante para o rendimento, pois qualquer mal-estar tira a sua atenção de onde ela deveria estar! Quem trabalha sentado pode sofrer com as dores nas costas e outras lesões causadas pela má postura e, para evitar o problema, use cadeiras com braços, janela alta para a luz não bater no rosto e luminária acima da cadeira, se possível.

5 - Faça pequenas pausas

Longas sessões de trabalho causam fadiga mental e podem não ser tão eficientes. Isso pode ser evitado ao realizar a tarefa por 50 minutos e descansar 10, por exemplo. Durante esse tempo, você pode beber água, ir ao banheiro ou, até mesmo, checar suas mensagens nas redes sociais - desde que não ultrapasse o tempo de intervalo estipulado.

6 - Música pode ajudar bastante!

Quem precisou se concentrar em um local barulhento já deve ter percebido que colocar alguma música nos fones de ouvido certamente ajuda. Porém, para essa técnica funcionar melhor, é preciso que as canções sejam bem selecionadas. Música orquestrada, calma e sem letra são mais eficientes nesse sentido, além de serem bons estímulos no combate a ansiedade.

7 - Se possível, medite

Ideal para ser praticada durante as pausas no home office, a meditação pode ajudar a melhorar os quadros de ansiedade gerados pela situação atual na qual o mundo se encontra. Concentrar-se no simples e no momento presente é um exercício ótimo para pessoas que estão passando por algum momento de estresse e precisa "voltar a mente para o lugar certo”. Essa técnica fará você focar no "aqui e agora", ou seja, o antes já passou, o depois ainda não chegou. Portanto, o importante é o momento. Trabalhando a ansiedade para não se preocupar antecipadamente com situações e acontecimentos que ainda nem ocorreram é algo muito poderoso. Uma pausa de cinco minutos já é o suficiente para sentir os resultados!

8 - Converse com seus familiares

Uma dica essencial para quem não mora sozinho e tem família em casa durante o expediente é avisar a todos que você está trabalhando. Caso possua um ambiente com porta, mantenha-a fechada. Claro que tudo isso depende da situação de cada um. Quem tem filhos pequenos em casa vai precisar de uma dose extra de capacidade de adaptação, mas uma boa conversa pode ajudar!

9 - Cuide de suas noites de sono

A qualidade do sono é determinante para um bom desempenho cognitivo, por isso, é indispensável dormir bem, por uma quantidade de tempo suficiente para promover o descanso. Dificuldade em pegar no sono? Evite dormir com a televisão ligada e bebidas estimulantes após às 18 horas. Seu home office será muito mais produtivo e sua ansiedade muito menor.

10 - Tente não se influenciar pelas notícias

Um turbilhão de novos acontecimentos tem tomado os noticiários, sites, e chegam novos alertas o tempo todo até pelo celular. Mas, para ter um bom desempenho em suas tarefas diárias e mais tranquilidade em seus afazeres diversos, procure desligar a mente dos noticiários, pelo menos por esse período. Assim, o foco se mantém, a ansiedae diminui e o rendimento profissional e pessoal será como o esperado - ou melhor!


Além disso, deixe sua casa bonita e agradável

Para deixar um home office prático e funcional, ele precisa ser bem decorado, confortável e ter um local específico para cada item. Veja algumas dicas:

UMA BOA LOCALIZAÇÃO

É necessário escolher bem o local em que o home office ficará localizado. Se, em sua casa, o fluxo de pessoas é grande, é fundamental que o seu escritório fique um pouco afastado, justamente para evitar que as pessoas o distraiam.

A COR CERTA

O recomendado é utilizar cores claras nas mesas e bancada, pois tons escuros cansam. Nas paredes, aposte em branco, que traz tranquilidade, azul, que passa seriedade, ou até laranja, para estimular a criatividade e a motivação.

ORGANIZADORES PESSOAIS

As caixas, potes e outros compartimentos específicos para guardar canetas, clipes e papéis para anotações facilitam suas atividades. Os papéis e documentos que estiverem soltos ficam melhor acomodados em bandejas devidamente identificadas. Tenha bandejas para as papeladas pendentes de análise ou assinatura. Assim, você consegue se lembrar do que ainda tem para resolver.

UTILIZE GAVETEIROS E ESTANTES

Ainda que seu home office seja pequeno, tenha ao menos um gaveteiro no ambiente. Eles tendem a ser compactos e são indispensáveis para manter a organização dos documentos em pastas. Já as estantes, além de lindas, são funcionais, além de terem espaço para colocar tudo.



O céu no momento...

Sexta-feira, 30 de Outubro de 2020 | 04h41
Sol 07° 20' Esc
Lua
Quarto Crescente
23° 16' Ari
Fase Gibosa
ver ciclo lunar
Mercúrio 27° 45' Lib R
Vênus 02° 43' Lib
Marte 16° 40' Ari R
Júpiter 20° 48' Cap
Saturno 26° 07' Cap
Urano 08° 44' Tou R
Netuno 18° 24' Pei R
Plutão 22° 39' Cap
Quiron 05° 52' Ari R
Lilith 00° 59' Tou
Nodo Norte 20° 41' Gem R
Aspectos ativosorbe
SolOposiçãoUrano1.40
LuaOposiçãoMercúrio4.49
LuaConjunçãoMarte6.60
LuaQuadraturaJúpiter2.46
LuaQuadraturaSaturno2.86
LuaQuadraturaPlutão0.62
LuaSextilNodo Norte2.58
MercúrioQuadraturaSaturno1.63
JúpiterSextilNetuno2.40
JúpiterConjunçãoPlutão1.84
NetunoQuadraturaNodo Norte2.28
Ler mais

Signos no Astrolink

Piscianos    9.05 %
Arianos    8.85 %
Cancerianos    8.79 %
Geminianos    8.69 %
Taurinos    8.63 %
Aquarianos    8.27 %
Virginianos    8.20 %
Leoninos    8.15 %
Escorpianos    8.01 %
Librianos    7.89 %
Capricornianos    7.89 %
Sagitarianos    7.58 %