astrolink-galaxy

Veja seu Mapa Astral Grátis!

Já tem cadastro? 

Entendendo as Polaridades na Astrologia

Masculino e Feminino | Yin e Yang | Ativo e Reativo

Por Astrolink em Astrologia básica

Modo claro

3 minutos de leitura

As polaridades dividem o círculo do Zodíaco em dois grupos distintos de seis signos cada, que são categorizados como Masculinos (Ativos, Yang) e Femininos (Passivos, Yin). Tais características se alternam uma após a outra, a começar por Áries (Masculino), seguido por Touro (Feminino), Gêmeos (Masculino) e assim por diante, até sua finalização em Peixes.

Os signos de polaridade masculina indicam comportamentos mais extrovertidos, expansivos, entusiasmados, de boa expressão e comunicativos:

Áries, Gêmeos, Leão, Libra, Sagitário e Aquário.

Já os de polaridade feminina tendem a possuir comportamentos mais introvertidos,internalizados, profundos, intimistas e tranquilos:

Touro, Câncer, Virgem, Escorpião, Capricórnio e Peixes.

O Conceito de Yin e Yang

Os termos Yin e Yang vêm da filosofia chinesa, mais precisamente do Taoísmo, uma doutrina filosófica e mística criada por Lao Tse que versa sobre a integração do ser-humano ao cosmos (Tao). Segundo o Taoísmo, isso só pode ser alcançado através da elevação, ou seja, através de uma existência reflexiva, tranquila e sensata.

Dessa forma, o Taoísmo nada mais é que o caminho que o ser humano deve percorrer para elevar-se e se integrar completamente ao universo de uma forma harmônica. Para isso, deve haver total equilíbrio, representado pelos símbolos do Yin e Yang.

O conceito do yin-yang se expressa amplamente nas polaridades diversas, nas dicotomias universais como ação e reação, luz e escuridão, frio e calor, nos movimentos de inspiração e expiração, nas forças centrífuga e centrípeta e nos ritmos diversos.

Tudo sempre constitui duas metades a serem completadas, como o espírito e a matéria, o subjetivo e objetivo, o interior e o exterior, o movimento e repouso. Os extremos se complementam para que exista um equilíbrio universal entre todas as coisas no universo.

Quando vivemos em total harmonia com as forças cósmicas do universo, obtemos sucesso, consciência e bem-estar. Mantendo em equilíbrio o consciente e o inconsciente, o corpo e espírito, a fantasia e a realidade, o doce e o salgado, tudo flui de forma mais natural, dinâmica e coesa.

Eventuais perturbações do equilíbrio entre essas forças algumas vezes são inevitáveis. Quando este equilíbrio é perturbado, ambas as partes mostram o seu lado destrutivo. O ideal é não nutrir um lado em detrimento do outro, balancear as forças para que ambos os pólos se beneficiem e se energizem constantemente.

A energia Yin é dividida nos elementos Água e Terra. Em resumo, podemos juntar ao seu conceito as palavras feminino, mãe, terra, Lua, inconsciente, sentimento, intuição, o eu interior, sonho, coração, conteúdo, voltado para o interior, o fluxo da vida, pacifismo, atração, economia de energia, cura, preservação, orgânico, fluente, etc.

A Água é o elemento emocional e subconsciente, influenciando as pessoas a agirem de acordo com seus sentimentos e estados de espírito. A Terra é o elemento prático e material, influencia as pessoas a agirem de acordo com o que é mais sólido e seguro para elas.

A energia Yang é dividida nos elementos Ar e Fogo. Em resumo, podemos juntar ao seu conceito as palavras masculino, pai, Sol, consciente, compreensão, lógica, Eu, exterior, decisão, risco, energia, construção e destruiçai, abstração, ordenação, sobriedade, patriarcado, etc.

O Ar é o elemento social, influencia as pessoas a buscarem novas informações para expandir seu intelecto. O Fogo é o elemento idealista, ele excita e influencia as pessoas a perseguirem objetivos compatíveis com seus ideais e ambições.

Categorias

O céu no momento...

terça-feira, 28 de maio de 2024 | 22:03