astrolink-galaxy

Veja seu Mapa Astral Grátis!

Já tem cadastro? 

Entenda como a Astrologia pode ter influências na fertilidade

Astrologia da fertilidade ajuda quem quer saber como engravidar e aumenta chances de ter um bebê.

Modo claro

10 minutos de leitura

Fertilidade - ou infertilidade, no caso - é um tema sensível para muitas pessoas. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 1 a cada 6 adultos de todo o mundo passam por problemas para engravidar - esse número, inclusive, aumenta com o passar dos anos e pode variar, dependendo da idade e do sexo dos parceiros envolvidos, bem como de fatores relacionados à saúde e ao estilo de vida.

Para a medicina, considera-se que uma pessoa tem dificuldade para engravidar quando ela tenta por mais de um ano - ou por mais de seis meses, caso ela tenha idade superior aos 35 anos. Ou então quando o paciente já tem histórico de saúde relacionado à infertilidade, como anovulação ou infertilidade por fator masculino, por exemplo.

Nestes casos, é comum que as pessoas que desejam ter filhos busquem descobrir como engravidar com apoio de meios alternativos. A fertilização in vitro, sem dúvidas, é uma das formas mais conhecidas. Mas você sabia que a Astrologia também pode contribuir com o sucesso de uma gravidez ao indicar desafios, oportunidades e períodos mais favoráveis para a concepção?

Neste conteúdo você conhece um pouco mais sobre a Astrologia da Fertilidade, entende quais aspectos e trânsitos são considerados nesta leitura e de que forma a Astrologia pode aumentar as chances de uma pessoa ter um bebê. Boa leitura!

O que é Astrologia da Fertilidade?

Astrologia é uma prática que estuda o movimento dos astros no céu com o objetivo de entender as dinâmicas que acontecem na Terra. Um de seus instrumentos mais conhecidos é o mapa astral, uma espécie de "foto" do céu em relação à Terra que retrata exatamente o posicionamento dos astros no momento do nascimento de uma pessoa.

Por meio do mapa astral é possível interpretar e compreender as características da personalidade, dos relacionamentos e da saúde de uma pessoa, observando potenciais e limitações que aquele ser pode enfrentar ao longo da vida.

A Astrologia da Fertilidade é uma espécie de área da Astrologia especializada em analisar aspectos pontuais do mapa astral de quem deseja saber como engravidar, cruzando informações com o mapa astral de outra pessoa — no caso, parceira na concepção — e com os trânsitos atuais dos astros. Por meio dela é possível descobrir oportunidades e dificuldades na concepção de filhos.

A posição da Lua no mapa astral, por exemplo, tem grande influência na fertilidade e em questões emocionais, que podem ajudar ou atrapalhar a gravidez. Também existem alguns astros, como Júpiter e Saturno que podem indicar o momento mais favorável para conceber.

Astrologia da Fertilidade pode aumentar as chances de ter um bebê

No entanto, é importante notar que a Astrologia não determina se uma pessoa poderá ou não engravidar, apenas mostra desafios e oportunidades. A fertilidade é influenciada por uma variedade de fatores, incluindo idade, saúde, estilo de vida e fatores genéticos. Por isso, a Astrologia não deve ser usada como a única fonte de orientação para decisões relacionadas à saúde reprodutiva.

Além disso, vale lembrar que a medicina está sempre em constante evolução e traz múltiplas contribuições para quem enfrenta problemas relacionados à infertilidade. Por isso, é fundamental consultar um médico especialista em fertilidade para obter aconselhamento adequado — que pode ser aplicado em conjunto com as orientações astrológicas.

Tempo, compositor de destinos

Antes de adentrarmos especificamente às contribuições da Astrologia para a fertilidade é importante trazermos um contexto sobre a influência do tempo na possibilidade de reprodução humana.

Há um consenso na comunidade científica de que a idade materna avançada é um fator que dificulta a gravidez. De maneira geral, mulheres podem ter filhos até os 37 anos, depois começa a ficar mais difícil. Isso ocorre porque as mulheres mais velhas têm uma diminuição na reserva ovariana e, consequentemente, maior probabilidade de problemas de fertilidade, aborto espontâneo, parto prematuro, diabetes gestacional, hipertensão arterial gestacional e outras complicações durante a gravidez.

O congelamento de óvulos e a fertilização in vitro têm sido bastante utilizados nessa corrida contra o tempo e são uma opção possível para casais que enfrentam problemas de fertilidade, utilizada quando outros tratamentos não são bem-sucedidos.

Na maioria das vezes, é possível engravidar usando óvulo congelado com fertilização in vitro até os 45 anos - e boa parte dos laboratórios aceita mantê-lo em congelamento até que a mulher complete 50 anos; depois disso é descartado. Claro que essas datas podem variar dependendo do país e das políticas da clínica de fertilidade em questão.

Agora, você sabia que essas datas têm relação com o trânsito dos planetas? Temos 3 aspectos que se relacionam ao nosso relógio biológico:

  • a oposição Urano-Urano: acontece a partir dos 42 anos de idade e marca um corte em nossas vidas.
  • a quadratura Netuno-Netuno: acontece a partir dos 45 anos e marca uma alteração hormonal. É o início da perimenopausa, quando o sistema endócrino entra em colapso.
  • a Firdaria de Júpiter: acontece aos 50 anos e marca um fim de ciclo de abundância no tema fertilidade.

Pontos de fertilidade no mapa astral

Além das indicações referentes ao período fértil e reprodutivo, também é possível utilizar a Astrologia para ter outras informações sobre a fertilidade de cada pessoa que deseja saber como engravidar.

No mapa da mulher, por exemplo, o ascendente mostra como é a saúde do útero. É ele que carrega a vida, o corpo. Já a Lua diz respeito à quantidade e à qualidade dos óvulos. Os aspectos de Netuno, por sua vez, têm relação com os hormônios, assim como os aspectos entre Lua e Vênus.

montagem de bebê envolto em flores simbolizando útero com neturo e lua ao fundo

Analisando os simbolismos é possível interpretar que pessoas com aspectos de Lua-Netuno ou Lua-Vênus estão mais propensas a terem problemas endócrinos ou de tireoide. Se tiver a Lua em Capricórnio ou em conjuntura com Saturno pode apresentar baixa reserva ovariana.

No mapa do homem, Marte traz indicadores sobre os espermatozoides, seus aspectos e dignidades, assim como os aspectos entre Marte-Lua.

Homens com Marte em quadratura ou em oposição com Saturno podem apresentar problemas com motilidade do esperma, por exemplo.

Aqui, vale ressaltar que esses são indicativos presentes no mapa astral. Trazendo essas questões à luz, à consciência, é possível que essa realidade seja trabalhada e modificada. Ou seja, existe a chance de mudar esses problemas por meio de ajustes emocionais e físicos, com auxílio de terapia e da medicina.

FAÇA SEU MAPA ASTRAL GRATUITO NO ASTROLINK

O que é almuten da gravidez

Um ponto mais específico que pode ser observado por quem deseja entender melhor a questão da fertilidade segundo a Astrologia é o almuten da gravidez.

Almuten é um termo de origem árabe (al-mutazz) que significa vencedor. Na Astrologia, se refere ao planeta com maior autoridade em um grau específico do Zodíaco.

O almuten da gravidez é um termo utilizado na astrologia medieval e foi estudado pelo astrólogo Omar Tiberius no século VII-IX — e, mais atualmente, revisitado pela astróloga Nicola Smuts Allsop, especializada em Astrologia da Fertilidade. Ele se refere ao planeta que indica a possibilidade de gravidez em um mapa astral e é composto por 7 pontos:

  1. Ascendente
  2. Regente do Ascendente
  3. Grau do ascendente
  4. Regente da Lua
  5. Grau da Lua
  6. Regente da casa 5
  7. Júpiter

Quer saber como essas informações podem afetar sua vida?

Como calcular o almuten da gravidez

mandala indicando as casas do Zodíaco. Na casa 5, que fala sobre maternidade, tem a barriga de uma mulher grávida

O cálculo do almuten da gravidez em um mapa astral pode depender de vários fatores específicos do mapa, como a posição dos planetas nas casas astrológicas e seus aspectos, a posição da Lua, entre outros. No entanto, aqui está um método sintetizado que pode ajudar a identificar o almuten da gravidez em um mapa astral:

  • Identifique a Casa 5 no mapa astral. A quinta casa é a casa associada à procriação, à gravidez e aos filhos.
  • Verifique qual é o signo astrológico está na quinta casa. Esse signo é regido por um planeta, que pode ser considerado um candidato para o almuten da gravidez.
  • Verifique se há planetas na quinta casa ou fazendo aspectos com a quinta casa, ou seu regente. Esses planetas também podem ser considerados candidatos para o almuten da gravidez.
  • Analise a posição da Lua no mapa astral, pois ela também é um indicador importante de fertilidade e gravidez. A Lua em aspecto com a Casa 5 ou seu regente pode reforçar a influência do planeta escolhido como almuten da gravidez.
  • Considere outros fatores específicos do mapa astral, como a posição dos planetas nas casas astrológicas relacionadas ao sistema reprodutivo ou à saúde em geral.

Se o almuten da gravidez de um mapa astral estiver em conjunção com Plutão, por exemplo, pode indicar um problema. Assim como se estiver em conjunção com Urano, pode sugerir a necessidade do uso de técnicas de medicina avançadas, como fertilização in vitro, já que Urano é o planeta que simboliza avanços tecnológicos e modernidade.

Vale lembrar que o cálculo do almuten da gravidez é uma prática complexa e que pode variar dependendo do astrólogo e da tradição astrológica utilizada. Assim, é importante buscar a orientação de um astrólogo experiente para realizar uma análise completa e precisa do mapa astral.

Aqui, temos um exemplo que reforça essa necessidade: a presença de Saturno ou Marte neste posto. De maneira geral, Saturno e Marte podem ser associados a dificuldades na fertilidade. Porém, quando assumem a posição de almuten da gravidez, significa que uma inflluência ‘maléfica’ foi convertida em benéfica e há o dobro de chances de se ter um bebê.

Também é importante pontuar, mais uma vez, que a medicina avança a passos largos nas questões de fertilidade, logo, não é o papel da Astrologia interferir ou sentenciar, mas sim, dar às pessoas entendimento e qualidade do tempo, essa é a contribuição astrológica. Além disso, é fundamental considerar que a fertilidade não é estática.

Quando é a melhor época para engravidar?

Outra contribuição interessante da Astrologia em relação à fertilidade para quem quer saber como engravidar é relacionada à identificação de melhores momentos de acordo com trânsitos atuais.

Portanto, quando falamos de previsões e momentos mais desafiadores e favoráveis, precisamos olhar o mapa Natal em conjunto com trânsitos e revolução solar.

Por exemplo, Júpiter passando pela casa 5 Natal ou da revolução solar, pode ser indicativo de um ano fértil. Assim como o trânsito de Júpiter na Lua ou Marte Natal. Por outro lado, períodos muito próximos de eclipses podem apresentar desafios para o estabelecimento do embrião.

Outro método que utiliza a Astrologia na identificação de períodos de fertilidade é o Método Jonas, desenvolvido pela ginecologista e psiquiatra tcheca Eugen Jonas. Ele consiste em um complicado processo de análises entre a posição do Sol e da Lua no mapa Natal e nos trânsitos atuais, que podem determinar dias astrologicamente mais ou menos férteis, dentro de cada mês.

Astrologia da Fertilidade pode aumentar as chances de ter um bebê

O método Jonas foi criado quando a psiquiatra se dedicou a pesquisar casos de mulheres que engravidaram mesmo com a utilização de métodos anticoncepcionais. Ela descobriu que, além do período fértil da mulher entre as menstruações, existe outro período em que a fertilidade é maior, identificado no mapa astral.

Vale lembrar que essa análise precisa ser feita por um profissional competente. Com essa tabela de fertilidade em mãos, você pode acrescentar as datas ao seu calendário menstrual. Desta forma é possível aproveitar os períodos férteis para engravidar, ou evitá-los.

Se você gostou de saber dessas informações, que tal ler nosso post sobre maternidade no Mapa Astral? Lá você encontra mais informações sobre os momentos que apresentam mais possibilidades de gravidez.

Categorias

O céu no momento...

sábado, 18 de maio de 2024 | 09:59