astrolink-galaxy

Veja seu Mapa Astral Grátis!

Já tem cadastro? 

Plutão Retrógrado na Astrologia

Entenda as influências de Plutão Retrógrado e saiba como identificá-las em seu Mapa Astral

Por Astrolink em Astrologia básica

Modo claro

11 minutos de leitura

Plutão retrógrado é um fenômeno astrológico que ocorre quando Plutão parece se mover para trás no céu, do ponto de vista de observação a partir da Terra. Essa percepção de movimento contrário ao da órbita recorrente é um efeito óptico que ocorre por conta da diferença entre as órbitas da Terra e de Plutão em relação ao Sol.

Astrologicamente, quando falamos em planetas retrógrados, é comum a associação a desafios iminentes e coisas que podem dar errado. No entanto, esses períodos não são sinais de mau presságio, mas partes integrantes da movimentação natural dos planetas em nossa visão terrestre. Por isso, em vez de temer essas fases, podemos usá-las como momentos de reflexão e crescimento.

Plutão retrógrado é um exemplo disso, sendo conhecido como o "planeta do renascimento e das transformações profundas" na Astrologia, aquela correspondência que nos desafia a olhar para as áreas da nossa vida que necessitam passam constantemente por mudanças profundas. Ao longo deste artigo, convidamos você a desvendar os mistérios de um planeta retrógrado, a entender as particularidades de Plutão quando está nesta fase, a explorar seu impacto em cada mapa astral e, mais importante, a aprender estratégias eficazes para navegar por esses períodos com sabedoria e resiliência.

O que significa Plutão Retrógrado?

Plutão retrógrado diz respeito a um efeito óptico decorrente das diferenças entre as órbitas da Terra e de Plutão em relação ao Sol. Assim, quem observa Plutão a partir da Terra tem a impressão de que o planeta está se movendo para trás.

Plutão é o mais lento de todos os astros no nosso sistema solar - ele se desloca muito pouco por dia na eclíptica. Por este motivo, o astro leva aproximadamente 248 anos para dar uma volta completa no Zodíaco. Devido a sua órbita excêntrica, o tempo de permanência do astro em cada signo pode variar de 12 a 32 anos.

Na Astrologia, Plutão está associado a processos de destruição e transformação. Ele cumpre com o papel de nos ajudar a regenerar aquilo que foi destruído, podendo indicar mudanças drásticas que movimentam as estruturas e geram alterações permanentes no mundo.

Entretanto, devido ao seu movimento lento, essas transformações podem ocorrer ao longo de uma, duas ou três décadas, portanto, suas influências geralmente marcam diferentes gerações e as formas de organização social.

Sobre Plutão retrógrado, é importante destacar que esse é um fenômeno que dura cerca de 6 meses durante o ano - ou seja, Plutão fica retrógrado metade de um ano, todos os anos! Esse é um forte indicativo de que obviamente, não é válido esperar por grandes catástrofes neste período. Na verdade, nem todas as pessoas são capazes de perceber as influências de Plutão Retrógrado, sendo um trânsito mais considerado na Astrologia mundial. Muitas vezes, só nos damos conta dessas transformações ao analisar o passado.

Por exemplo, ao comparar diferentes gerações e diferentes formas de viver, percebemos o quanto mudamos e nos transformamos ao longo do tempo das últimas três décadas, uma transformação que muitas vezes é banalizada no nosso dia a dia.

O que são planetas retrógrados?

Como já discutimos em no texto de Reflexões importantes sobre Astrologia e Planetas Retrógrados,  apesar da grande comoção popular sobre o assunto, esses trânsitos são comuns na Astrologia e ocorrem devido às movimentações astronômicas dos corpos celestes, que, a partir da perspectiva da Terra, parece que o planeta está “andando para trás”.

Dessa forma, não podemos afirmar que o planeta retrógrado indica um problema, mas sim que pode existir uma intensificação dos assuntos daquele planeta no seu Mapa Astral. E, no caso de Plutão, temos que analisar outros fatores para podermos indicar uma influência mais personalizada.

O impacto de Plutão Retrógrado no Mapa Astral

Como dissemos anteriormente, o movimento retrógrado de um planeta pode indicar uma maior intensidade da ação daquele planeta. Entretanto, quando falamos de Plutão existem diversas exceções.

Considerando que Plutão é um planeta transpessoal — como são chamados os astros que se movem de maneira muito lenta e por isso têm como marca a influência de gerações para além das influências pessoais —, temos que analisar as particularidades de cada retrogradação. Observe a tabela abaixo, nela estão descritas todas as retrogradações de Plutão até 2030.

 

Data Hora Planeta Grau Signo
02/05/2024 14:47 Plutão Retrógrado 02°06’ Aquário
11/10/2024 21:32 Plutão Direto 29°38’ Capricórnio
04/05/2025 12:27 Plutão Retrógrado 03°49’ Aquário
13/10/2025 23:52 Plutão Direto 01°22’ Aquário
06/05/2026 12:34 Plutão Retrógrado 05°30’ Aquário
15/10/2026 23:40 Plutão Direto 03°04’ Aquário
08/05/2027 09:54 Plutão Retrógrado 07°10’ Aquário
18/10/2027 00:52 Plutão Direto 04°44’ Aquário
09/05/2028 06:29 Plutão Retrógrado 08°49’ Aquário
19/10/2028 00:46 Plutão Direto 06°24’ Aquário
11/05/2029 01:14 Plutão Retrógrado 10°27’ Aquário
21/10/2029 00:56 Plutão Direto 08°02’ Aquário
12/05/2030 20:11 Plutão Retrógrado 12°03’ Aquário
23/10/2030 00:06 Plutão Direto 09°39’ Aquário

 

Perceba algumas similaridades bastantes curiosas do trânsito de Plutão Retrógrado:

  1. O astro fica retrógrado 1 vez por ano;
  2. Suas retrogradações são constantes - todas iniciam em maio e terminam em outubro, totalizando um pouco mais de 5 meses em movimento retrógrado;
  3. O início e o término de Plutão retrógrado ocorre praticamente nos mesmos dias do ano (diferenciando em média 2 dias a cada ano);
  4. O horário de início e término de Plutão Retrógrado são relativamente similares - neste caso, há uma maior variação, mas perceba que eles mantêm o tema “manhã e noite” em sua maioria;
  5. Em toda retrogradação, Plutão “volta” apenas, entre 2 a 3 graus no signo presente.

Com isso, podemos concluir que, o que marca a influência de Plutão não é o fato do astro estar em movimento direto ou retrógrado, mas sim a variação em graus que o astro realiza no seu Mapa Astral.

Todos os anos, mais ou menos no mesmo dia, teremos o início e o término de Plutão Retrógrado. Este será um movimento constante que, ao longo das próximas décadas, pode indicar influências e transformações sociais intensas.

Porém, para análise do nosso Mapa Astral, é importante observar os graus exatos da passagem atual de Plutão. Perceba que ele ‘anda’ uma faixa muito pequena no Mapa Astral, e apenas os planetas que estão posicionados nesta exata faixa sentem uma influência mais direta.

Neste caso, é importante prestar atenção aos planetas posicionados no seu Mapa Astral nos mesmos graus de retrogradação de Plutão do ano corrente. Para ajudar você nessa leitura, você pode acessar seu Horóscopo Personalizado e clicar no símbolo do seu mapa astral, no canto superior direito da tela.

como ver plutão retrógrado no mapa astral

Note que os trânsitos atuais de cada planeta estão sinalizados em vermelho. Em preto estão os trânsitos de cada planeta no momento do seu nascimento. Para entender a possível influência de Plutão Retrógrado em seu Mapa Astral, verifique se existem planetas (em preto) posicionados no grau exato da passagem atual de Plutão (em vermelho).

Essa passagem e conexão direta de Plutão com o seu Mapa Astral pode indicar mudanças radicais na sua vida para aquele período, trazendo uma maior relevância do aspecto transformador e de renascimento do astro.

Neste caso, para planetas posicionados nos signos de Aquário (signo em conjunção com a atual passagem de Plutão), Touro (signo em quadratura com a atual passagem de Plutão), Leão (signo oposto à atual passagem de Plutão) e Escorpião (signo em quadratura com a atual passagem de Plutão) serão impactados por Plutão em algum momento nos próximos 20 anos. Entretanto, para saber quando a influência poderá ser mais intensa, é preciso observar o exato encontro de Plutão - em graus - para este posicionamento.

Quando Plutão interage com o nosso Mapa Astral, seja por meio de conjunções ou outros aspectos - principalmente os desarmônicos (quadratura e a oposição) - ele pode trazer à tona tudo que está desgastado, obsoleto ou que não serve mais, forçando situações, relações e estruturas a passarem por um processo de desintegração. Este processo, que pode ser doloroso, geralmente representa um momento de renascimento na sua vida, que te ajuda a estar mais alinhado com a sua verdadeira essência.

Sentimentos de limitação e frustração podem aparecer durante os períodos de ativação de Plutão, fazendo com que as raízes das nossas insatisfações sejam expostas, nos obrigando a enfrentar padrões antigos de comportamentos muitas vezes estabelecidos na nossa infância.

Esta fase desafiadora nos empurra para um confronto necessário com medos, traumas e memórias reprimidas, em uma jornada que, embora dolorosa, é essencial para nossa cura e autoconhecimento.

À medida que nos aprofundamos nesse processo, começamos a entender melhor nossas verdadeiras motivações e desejos, permitindo uma transformação que atenua o ego e nos faz emergir mais autênticos e alinhados com nossos propósitos mais elevados.

Além disso, é importante você saber em qual Casa Astrológica você possui Aquário no seu Mapa Astral, porque essa área da sua vida pode se modificar pelas próximas duas décadas. Por exemplo, se Aquário está posicionado na sua Casa 10, mudanças na sua carreira e status profissionais podem ocorrer, ou se Aquário está posicionado na sua Casa 7, essas mudanças podem estar conectadas às suas relações pessoais.

mapa astral do astrolink

Como lidar com Plutão Retrógrado?

Durante períodos de Plutão retrógrado, analisar seu Mapa Astral é a principal estratégia para identificar sua possível interação.

  1. Observe qual planeta sofrerá as influências de Plutão, uma vez que as renovações plutonianas irão acontecer na área da sua vida que aquele planeta rege. Exemplo, se Plutão encontra sua Lua, há uma transformação no sentir; se o astro encontra seu Sol, na sua essência; seu Mercúrio atinge sua forma de se comunicar, etc.
  2. Também considere as quadraturas e oposições que Plutão fará com os planetas no seu Mapa Astral. Os planetas posicionados na mesma faixa de graus que Plutão, nos signos de Touro e Escorpião, sentirão a quadratura do astro, e para aqueles posicionados em Leão sentirão a oposição.
  3. Entenda que esses aspectos poderão ser intensificados durante todo o ano em que o astro ficará próximo daqueles graus no seu Mapa Astral, por isso, apesar de indicar períodos desafiadores, também representam momentos de evolução.
  4. Por fim, o mais importante: não se esqueça de que no Horóscopo Personalizado do Astrolink você tem essa interpretação disponível. Caso Plutão retrógrado esteja de fato influenciando alguma área de seu mapa, será possível identificar isso nas interpretações disponíveis nessa área.

Quer saber como essas informações podem afetar sua vida?

Práticas recomendadas

É importante perceber que a influência de Plutão é um lembrete da impermanência de todas as coisas e da necessidade de desapego para a verdadeira liberdade. O peso que damos para as situações no presente é desproporcional quando analisamos a mesma situação do futuro, com mais maturidade, e Plutão ensina que é importante dar essa perspectiva, essa distância, para podermos enxergarmos a beleza da sua obra de arte.

Adotar algumas estratégias podem te ajudar a lidar com esse período mais desafiador, como:

  • Comece por manter um diário de reflexões. Escrever sobre seus sentimentos e experiências pode ajudar a processar mudanças internas profundas e clarificar pensamentos confusos. A prática regular do exercício físico também é fundamental, pois ajuda a liberar tensões acumuladas e aumenta a produção de endorfina, melhorando o bem-estar geral.
  • Técnicas de autoconhecimento: Não precisa lidar com tudo sozinha! Engaje-se em terapias que promovem o autoconhecimento e que podem oferecer insights valiosos sobre padrões de comportamento e ajudar a identificar áreas de sua vida que necessitam de transformação.
  • Meditação e terapias alternativas: A meditação é uma ferramenta poderosa, pois permite uma conexão profunda com o interior, acalma a mente e ajuda a manter a clareza em meio às turbulências. Práticas como yoga e tai chi também podem ser integradas para fortalecer a mente e o corpo. Explorar terapias alternativas, como reiki, acupuntura ou aromaterapia, pode proporcionar um equilíbrio adicional, ajudando a alinhar energias e promover a cura.

Ao adotar essas estratégias, você poderá criar estruturas internas que te ajudem a lidar com os desafios de Plutão. Lembre-se, o objetivo é transformar e renovar, permitindo que novas formas de ser emerjam das cinzas das antigas. Com as ferramentas certas e uma atitude de abertura para o crescimento, cada ciclo de Plutão retrógrado pode se tornar uma oportunidade valiosa para aprofundar seu autoconhecimento e fortalecer sua resiliência.

Se interessa por planetas retrógrados? Então, acesse nosso conteúdo e entenda melhor os impactos de Mercúrio retrógrado.

Categorias

O céu no momento...

sábado, 13 de julho de 2024 | 05:25