astrolink-galaxy

Veja seu Mapa Astral Grátis!

Já tem cadastro? 

Eclipses - um fenômeno astronômico e astrológico

Os eclipses e as influências astrológicas que este fenômeno tem sobre nós

Por Astrolink em Astrologia e cotidiano

Modo claro

16 minutos de leitura

Sempre que um eclipse se aproxima ou é anunciado, fica evidente a curiosidade das pessoas em entender como esse fenômeno acontece do ponto de vista astronômico e quais são suas possíveis influências por parte da astrologia.

Desde a antiguidade, nossos ancestrais costumavam temer eclipses, enxergando-os como portadores de mudanças abruptas. Essa visão tem uma justificativa: para eles, os ciclos repetitivos garantiam que a previsibilidade do futuro se mantivesse e, assim, era possível planejar a vida coletiva. Neste ponto, inclusive, vale lembrar que o surgimento da astrologia tem origens em finalidades organizacionais, indo do coletivo ao individual em seus estudos.

Assim, os eclipses significavam uma quebra nesta ordem e, portanto, um momento de temor, incerteza, rompimento da rotina e da capacidade de predizer o acontecimento das coisas.

Para os povos antigos, o acontecimento de um eclipse funcionava como uma espécie de aviso de que eles não estariam mais no controle dos sinais da natureza e, desta forma, a vida da população corria riscos.

No eclipse solar, por exemplo, a luz do sol interrompida representava uma "quebra" no fluxo de luz e calor tão essenciais à vida. Da mesma forma, o eclipse lunar rompia a ordem costumeira.

Entretanto, todos os anos, passamos por duas temporadas de eclipses, que se repetem, em média, a cada 6 meses (ou cerca de 173 dias). Neste conteúdo você entende melhor o que é um eclipse, como esse fenômeno acontece, qual é a diferença entre eclipse solar e eclipse lunar, quais ensinamentos podemos extrair de cada um desses períodos e quais influências um eclipse pode ter nos mapas astrais individuais. Boa leitura!

O que é um eclipse?

Eclipses são um fenômeno que decorre de um alinhamento muito preciso entre o Sol, a Terra e a Lua. No céu, a Lua e o Sol descrevem trajetórias bem definidas. Quando estas trajetórias expressas por planos de referência se cruzam, temos os nós da Lua - também chamados de nós lunares ou nodos lunares -, que são pontos de cruzamento destas projeções. Quando ambos os astros estão nestes pontos, ou próximos deles simultaneamente, os eclipses tendem a ocorrer.

Cada temporada de eclipses - lembrando que temos duas no ano - dura, em média 34 dias (esse número pode variar de 31 a 37 dias). Nesse período, podem ocorrer de dois a três eclipses diferentes, sendo eles parciais ou totais.

A diferença entre um eclipse parcial e um total é determinada pela proximidade do Sol e da Lua estiverem dos Nodos Lunares. Se estiverem próximos o suficiente, ocorrerá um eclipse total. Se não, um eclipse parcial — quando o Sol ou a Lua não são cobertos totalmente pela sombra da terra.

O eclipse lunar ocorre sempre em Lua Cheia. Já o eclipse solar acontece sempre na Lua Nova. O tempo que o Sol leva para viajar de um nodo lunar para o outro dentro da eclíptica é o que dita este ciclo de 6 meses que separa cada uma das temporadas de eclipse.

Eclipse

Qual é o significado de um eclipse?

Astronomicamente, um eclipse significa o alinhamento entre o Sol, a Lua e a Terra, que ficam posicionados de modo a fazer sombra um no outro. Esse fenômeno ocorre pelo menos quatro vezes por ano - sendo dois eclipses lunares, junto com Lua Cheia, e dois solares, junto com a Lua Nova.

Já para a astrologia, eclipses marcam períodos e casas e podem ainda trazer outras interpretações e influências ao mapa astral de uma pessoa, dependendo do posicionamento de astro no momento de seu nascimento. De maneira geral, eclipses solares e e eclipses lunares sempre representaram marcadores e podem sinalizar o  disparos de grandes conjunções ou seus desenvolvimentos. Além disso, servem também de complementos a estudos de ingressos de equinócios ou quartais em Astrologia Mundial ou coletiva.

Alguns sustentam a tese de que seus efeitos podem ser sentidos com mais força próximo às datas em que ocorrem (cerca de dois a cinco dias antes ou depois), e outros afirmam que as consequências de um eclipse podem ter cerca de 1 a 6 meses para se manifestarem.

As diferenças de observação muitas vezes estão relacionadas aos passivos coletivos ou individuais envolvidos, às direções e trânsitos ou mesmo às grandes conjunções ou desenvolvimento delas. Assim, muitas vezes, a variação na interpretação de suas influências se dá se tentarmos usar apenas eclipses e não conjugarmos ciclos astrológicos.

Eclipses lunares, eclipses solares e a vivência astrológica

Eclipses podem ser considerados oportunidades para a efetivação de mudanças importantes ou consolidações de processos. Tudo dependerá de como é o mapa natal e como eles se relacionam como os outros métodos de predição.

Se você perceber algum sinal durante esses fenômenos, tente entendê-lo para que consiga tirar o máximo proveito dele. Essa é uma boa oportunidade para refletir qual é a área da sua vida que está pedindo alterações ou fixação e consolidação, seja por não estar fluindo da maneira como deveria, seja pela necessidade de fazer as coisas acontecerem e de conquistar realizações.

Eclipses lunares

Os eclipses lunares ocorrem sempre durante a Lua Cheia, fase que representa o ápice do ciclo lunar. É comum, nestes momentos, que a correspondência emocional e o comportamento do povo sejam enfatizados, uma vez que estudos astrológicos sobre a lua mostram uma relação clara com estas questões.

Um exemplo são as pesquisas de Arnold Lieber, psiquiatra americano que escreveu o livro "As influências da Lua". Na obra, Lieber relaciona as fases da Lua, suas diferenças e ritmos a milhares de mapas de internação, registrados durante muitos anos em vários hospitais americanos.  Em seus estudos, ele (que não é astrólogo) evidencia a relação destas fases com oscilações de humor psíquico psiquiátrico — avaliando períodos em que há maior predisposição a instabilidades de humor em casos de depressão, mania e outros transtornos psiquiátricos.

A Lua Cheia representa um período de maior intensidade e caos. É quando as situações em curso vêm à tona, as emoções são intensificadas e algumas ocorrências têm chance de acontecerem ou ganharem escala.

Luas

Estas oscilações mensais dependerão de onde estes ciclos estão a ativar os mapas individuais e como eles se relacionam com os métodos de predição, incluindo os trânsitos astrológicos - seu horóscopo pessoal.

Muitas vezes, um eclipse lunar indica a resolução ou conclusão de alguma situação, um desfecho ou a necessidade de se refletir e conciliar caoticidades em relação ao momento antes de um novo ciclo com novos potenciais ser iniciado.

Devemos encará-lo como um "marcador" importante de um setor de nossos mapas individuais, evidenciando determinados assuntos durante alguns meses.

Muitas possibilidades entram na 'mesa de apostas' se eles afetarem um setor instável do mapa natal ou estiverem indo na mesma direção dos métodos e trânsitos caóticos sobre os mapas natais. Porém,  basicamente, o eclipse lunar pode ser um bom momento para questionar velhos hábitos e investir em novas formas de progredir pela vida. Tal evento sempre abre oportunidades importantes e especiais para que possamos quebrar quaisquer padrões indesejados (vícios, posturas, hábitos e relacionamentos) e fazer, de maneira bem gerida e administrada, transformações positivas em nossas vidas.

Se as posições dos eclipses afetarem setores de segurança e consolidação, podem apenas aprofundar aquilo que estamos fazendo, consolidar processos e encaminhar dinâmicas para a cronologia.

Mas e se sentirmos, em nosso íntimo, que tudo está como deve ser? E se o equilíbrio já estiver reinando? Bom, neste caso, devemos apenas agradecer e fazer com que nosso jardim pessoal esteja sempre saudável e viçoso. Desta forma, dizemos que eclipses podem apenas funcionar como pavimentadores daquilo que somos ou daquilo que estamos fazendo já a algum tempo.

Quer saber como essas informações podem afetar sua vida?

Eclipses solares

Os eclipses solares sempre receberam maior protagonismo do que os eclipses lunares, pois ocorrem na Lua Nova (conjunção da Lua com o Sol). Além disso, quando são totais ou quando são visíveis de algum lugar, possuem efeitos muito mais notáveis visualmente do que os eclipses lunares, que tendem a ocorrer à noite, com pouca variação de brilho.

Na astrologia, eclipses solares podem significar um momento transição dos ciclos curtos de nossas vidas. É um período em que temos a chance de plantar novas sementes (desejos) que desabrocharão em flores (realizações) diversas. É um ótimo momento para deixar de lado aspirações passadas e se comprometer de vez com o presente.

Mas lembre-se: as influências de um eclipse sempre dependem de como cada um desses fenômenos se relaciona com nosso mapa individual.

Se estivermos indecisos sobre alguma coisa, um eclipse tende a nos forçar a agir, influenciando situações inesperadas e que podem exigir mudanças de planos. Tudo aquilo que não está destinado a permanecer em nossa linha do tempo tende a ser eliminado nesses momentos, abrindo espaço a novas possibilidades se confirmados pelos demais marcadores, como os trânsitos pessoais (horóscopo personalizado), por exemplo.

Os eixos do mapa afetados por eclipses lunares

Sendo toda Lua Cheia uma oposição entre o Sol e a Lua, todo eclipse lunar trabalha com eixos opostos, gerando uma influência diferente em cada mapa astral.

Um eclipse lunar fala sobre lidar com características opostas e polaridades conflitantes e nos convida a prezar por um certo equilíbrio e bom senso.

Dessa forma, o local no seu mapa astral onde você possui os signos envolvidos no eclipse (sendo estes signos e casas opostas) determinará como estes efeitos têm maiores chances de te influenciarem.

Devemos analisar com atenção onde estes signos estão posicionados, os planetas que ali estão e entender de que maneira eles estão interagindo, pois é aí que perceberemos o que precisa ser trabalhado e esclarecido.

Ao evidenciar falhas, ausências, necessidades ou mesmo potenciais de desenvolvimento pessoail - principalmente em relação a hábitos do passado que possam ter interagido de forma negativa com tais setores -, o eclipse nos permite trabalhar na criação de uma estratégia de acerto ou melhoria capaz de realinhar todas essas coisas em nossas vidas. Tudo pode ganhar novos contornos, fazendo surgir o desejo por um "upgrade", uma atualização de conceitos.

Como dissemos - e é importante lembrar - tudo depende do signo e dos aspectos envolvidos com o mapa natal em cada época em que os eclipses ocorrerem. Mas, no geral, estes são os temas básicos que podemos utilizar ao analisar os eixos do mapa astral onde o eclipse está ocorrendo:

Eclipse acontecendo

Casa 01 e Casa 07

A reflexão é sobre o tema Eu x Outros e pode gerar atividade e análises sobre o equilíbrio das nossas próprias necessidades, desejos, aspirações e ambições e nossos relacionamentos, sociedades e parcerias em geral assim como em crises ou desenvolvimento dos potenciais de identidade. A prioridade está no ouvir, refletir, buscar consensos e mediações entre si e o outro.

Fortalece os relacionamentos mais sólidos e equilibrados assim como tem condições de aplicar tensão nos que não estão em equilíbrio. Tenha um cuidado maior com decisões ou discussões sérias e atenha-se ao autoconhecimento capaz de gerar maior crescimento pessoal. As evidências, portanto, estão relacionadas ao debate sobre o "quem sou" e quem são os outros, as relações pessoais, o desenvolvimento das individualidade e das relações a dois, quer sejam societárias ou amorosas.

Casa 02 e Casa 08

Nesse eixo, a tendência é haver questionamentos sobre "o meu e o seu — e o nosso". Como estão nossos valores, sustento, recursos, talentos e até sobre como vai a nossa autoestima pessoal, em contraponto a temas como os recursos dos outros, as fusões, relações de domínio e dependência e a nossa percepção quanto a transformações, mudanças ou ajustes necessários. Pede uma atenção para as compras, apegos e senso de controle e dependência e pode estimular impulsos sexuais.

O mundo interior é chacoalhado e pode haver mais motivação para resolver coisas que precisam ser resolvidas e não pareciam estar muito claras. A ativação deste eixo pode por sua vez, consolidar e proteger a vida financeira, assim como evidenciar financiamentos de longo prazo. Sugere ter cuidado e refletir antes de contrair dívidas apenas para a satisfação pessoal. Pode ser um bom momento para poupar e aprender a se controlar financeiramente, tendo cuidado com ofertas incríveis e milagrosas, pois nem tudo que reluz é ouro.

Casa 03 e Casa 09

Se o grau do eclipse ocorre no eixo das casas 3 e 9, as reflexões devem ser sobre "o aqui" e "o além". Como estão seu ambiente imediato, suas ideias, sua comunicação e aprendizado? Como está o senso de expansão dos limites para além do conhecimento básico? O quanto você ainda pode alcançar e se aprofundar e como está a sua relação com o seu ambiente imediato? Pode haver também uma ênfase nos estudos e capacitações necessárias para a continuidade do desenvolvimento profissional. Viagens, por sua vez, podem ficar em evidência.

Foco na troca de informações, nas necessidades intelectuais, nas interações com irmãos e parentes do seu par. Questões jurídicas também entram na pauta de análise. Momento de olhar para dentro e buscar sentido na espiritualidade, na meditação ou qualquer doutrina religiosa que esteja alinhada com você, assim como a reflexão sobre o que tem mais potencial de gerar satisfação em questões de aprendizado e troca de ideias. Pode haver, portanto, um foco na forma de como vemos as influências externas do ponto de vista intelectual e moral. Procure entender como você pode ser seu próprio guia, refletindo sobre questões mais filosóficas.

Casa 04 e Casa 10

Ênfases neste eixo evidenciam nossos valores de aprendizado familiar e social. Assuntos como trabalho, sucesso, carreira e qualidade de vida e moradia podem estar em evidência, assim como aspectos relacionados ao sucesso profissional e pessoal e valores herdados da família. Vale refletir sobre o passado e o presente e como suas raízes contribuíram até aqui, sobre como anda a sua ligação emocional com as coisas em equilíbrio às suas conquistas, ou mesmo sobre o gerenciamento pessoal e a sua contribuição para o mundo, aonde você quer chegar e a sua reputação. Foco no equilíbrio ou na administração que pode transitar entre a vida privada e a vida pública, pois pode surgir uma sensação interna de pressão para alcançar o reconhecimento.

Dedique-se a alinhar-se com as emoções, procurando entendê-las e ver como elas influenciam a sua vida familiar para que garantam mais segurança. Maior vontade de conciliar a vida doméstica e a vida profissional, ter aumentos merecidos e fazer mudanças de carreira são potenciais esperados. Resolver situações familiares pendentes para suprir demandas emocionais também é uma possibilidade. Haverá, invariavelmente, assuntos que gravitam entre os interesses da vida doméstica e a profissional.

Casa 05 e Casa 11

Este eixo essencialmente evidencia o potencial criativo e os pequenos e grandes projetos de vida. Também se relaciona com nossos projetos pessoais, com aquilo que nos faz feliz e com o que nos divertimos. Em suma, aquilo que torna a vida mais divertida e leve. Da mesma forma se relaciona com os namoros passageiros e os casos mais profundos de muitos anos sem uma solução na direção de uma vida conjugal.

Ao cair nas casas 5 ou 11, o Sol está ou em casa ou distante dela. As reflexões devem ser sobre o desenvolvimento da própria imagem, o que criamos e como aparecemos para o mundo, qual a influência e legado que estamos deixando e como isso atinge o coletivo e vice-versa. É essencial analisar se há, no momento, equilíbrio entre dar e receber. Pode inspirar um maior desejo por cuidar da autoestima, por alcançar uma satisfação proveniente dos seus hobbies, do que te faz feliz. Se tem filhos, a relação pode se estreitar, trazendo satisfação pessoal ou eles podem passar por situações que necessitem da sua atenção. Maior ligação com alguns amigos e afastamento de outros. Desta forma, os assuntos de filhos, o conflito entre se dedicar a eles ou aos hobbies e encontros com amigos, ou mesmo a ampliação dos pequenos em grandes projetos podem estar em evidência.

Casa 06 e Casa 12

Refere-se a um eixo de ocupações de tempo com se preservar e conservar. Quer sejam as questões de saúde, domésticas ou estruturais do imóvel ou eletrodomésticos, bem como as dificuldades encontradas no dia a dia por falta da infraestrutura ou equipamentos que, por não estarem funcionando direito, prejudicam o desenvolvimento do fluxo diário. No eixo das casas 6 e 12, o mote é sobre integridade versus dissolução. Como estamos transcendendo ou assistindo decadência e apenas sofrendo os efeitos dos erros acumulados constantes durante os anos de vida, tendo de responsabilizar a nós mesmos ou estar lidando com os aspectos práticos? Como está o lado compassivo da nossa vida, o equilíbrio ou a gerência objetiva entre servir o que está do lado e o servir ao todo?

Reflexões sobre intuição, disciplina e razão, análise prática versus o lado espiritual ou a convivência com o sofrimento e sua presença em nossas vidas. Foco na rotina, no ambiente de trabalho, na saúde, na busca e no crescimento espiritual e bem-estar emocional muitas vezes pela dramaticidade e sofrimentos presentes.

Pode sugerir um choque de consciência, em que a pessoa se torna mais sintonizada com a existência de uma natureza espiritual para além da manifestação de medos e desejos reprimidos. Entretanto, pode evidenciar um aumento de neurose, onde passamos a culpar o mundo, nos vitimizar e nos sentirmos cada vez mais impotentes diante das adversidades.

Tudo dependerá, da forma como estamos lidando com os aspectos que mais nos encarceram em termos existenciais. Se os esforços forem bem canalizados, podem resultar em melhores práticas de rotina, alimentação e boa convivência no ambiente de trabalho. Senão, um lado mais obscuro e inconsciente da personalidade ganha contornos mais bem definidos no momento.

É importante ter muita certeza do que se fala e pensa para não permitir que aspectos subconscientes possam eclodir em conflitos profissionais ou pessoais. É um período, portanto, de aumentar os cuidados pessoais, escolher bem os cuidadores, médicos e ter maior cautela com medicamentos e substâncias químicas. Atenção aos próprios receios, ao descanso, os sonhos, meditação e introspecção.


Em resumo: procure sempre ver onde este eclipse cai nos mapas individuais e o compare com os outros métodos, para poder melhor entender o que ele irá evidenciar e deixar ativo. De posso dessas informações, toda vez que houver um eclipse, preste atenção com o que está ocorrendo à sua volta e o que isso pode significar no momento, pois em eventos assim é sempre possível que tenhamos uma luz para entender os cursos futuros dos acontecimentos, sua durabilidade, intensidade, importância e nos mostre um novo caminho, a fim de que possamos refletir sobre nossos rumos atuais e decidir se vale a pena mantê-lo ou mudar um pouco o curso das coisas.

Para uma melhor análise de como os eclipses ou outros movimentos astrológicos podem te influenciar, procure entender cada vez mais a vivência que o seu mapa astral pessoal pode proporcionar.

Categorias

O céu no momento...

quarta-feira, 6 de dezembro de 2023 | 02:02