O 5° Princípio Hermético - Ritmo

Tudo tem fluxo e refluxo (...) Tudo sobe e desce
O 5° Princípio Hermético - Ritmo
por Astrolink em Hermetismo

O princípio do Ritmo é uma das sete leis universais de Hermes Trismegisto, também conhecidas como sete leis herméticas. Neste artigo, iremos abordar este que é o quinto princípio universal.

Antes de prosseguir com a leitura, recomendamos que você clique nos princípios anteriores e confira os artigos na ordem em que foram descritos inicialmente, já que uma lei é derivada dos conceitos apresentados nas anteriores. Caso você já tenha lido as quatro primeiras leis, chegou a hora de saber do que se trata o princípio do Ritmo.

"Tudo tem fluxo e refluxo; tudo tem suas marés; tudo sobe e desce; tudo se manifesta por oscilações compensadas; a medida do movimento à direita é a medida do movimento à esquerda; o ritmo é a compensação."

Da mesma forma que aprendemos que tudo possui dois pólos (princípio da Polaridade) e de que nada é estável (princípio da Vibração), o princípio do Ritmo nos diz que o universo é regido por um movimento semelhante ao de um pêndulo ou de um ciclo ao dizer que tudo tem fluxo e refluxo e que tudo sobe e desce.

Quando o princípio diz que tudo tem suas marés, ele faz alusão ao princípio da Correspondência, por meio do qual podemos enxergar o macrocosmo dentro de um microcosmo. As marés são influenciadas pela força gravitacional da Lua - que por sua vez é influenciada pelo ciclo da Terra, que gira em torno do Sol. Sendo assim, nós também estamos sujeitos a seguir o fluxo de forças que nos cercam.

Ao final do princípio enunciado, descobrimos que o ritmo nada mais é do que uma forma de compensação. Sem ele, o todo fluiria de forma linear e viveríamos caminhando na direção de um único extremo da polaridade. Porém, o todo está sempre em busca de equilíbrio e seu movimento pendular reflete essa busca pela compensação.

As oscilações surgem, portanto, pois existem limites para cada extremo. Tudo oscila, inclusive nossa mente - e quando isto é compreendido, desenvolvemos o entendimento de que mesmo os momentos difíceis terão o seu fim. A busca pelo equilíbrio é constante - mas apesar de ser possível que ele seja alcançado, o equilíbrio sempre será frágil e tende a ser efêmero.

O Princípio do Ritmo e suas possíveis relações...

Na Ciência

Os ciclos estão presentes em tudo o que observamos - desde o ciclo da vida até o ciclo das chuvas, que molham o solo, servem de alimento para as plantas e delas evaporam. Desde a antiguidade, as sociedades sempre se organizaram a partir de ciclos - das estações do ano, do plantio e da colheita, de monarquias e reinos.

O ritmo é a lei que rege todos estes ciclos, que podem ser vistos também em comportamentos da sociedade. O conservadorismo e o progressismo, historicamente, se alternam em instâncias do poder. A repetição dos ciclos também pode ser expressada por meio de modismos que retornam, como a volta constante de elementos da moda antes considerados ultrapassados.

Definição em O Caibalion

"Este Princípio contém a verdade que em tudo se manifesta um movimento para diante e para trás, um fluxo e refluxo, um movimento de atração e repulsão, um movimento semelhante ao do pêndulo, uma maré enchente e uma maré vazante, uma maré - alta e uma maré baixa, entre os dois pólos, que existem, conforme o Princípio de Polaridade de que tratamos há pouco. Existe sempre uma ação e uma reação, uma marcha e uma retirada, uma subida e uma descida. Isto acontece nas coisas do Universo, nos sóis, nos mundos, nos homens, nos animais, na mente, na energia e na matéria.

Esta lei é manifesta na criação e destruição dos mundos, na elevação e na queda das nações, na vida de todas as coisas, e finalmente nos estados mentais do I−Iomem (e é com estes últimos que os Hermetistas reconhecem a compreensão do Princípio mais importante). Os Hermetistas compreenderam este Princípio, reconhecendo a sua aplicação universal, e descobriram também certos meios de dominar os seus efeitos no próprio ente com o emprego de fórmulas e métodos apropriados. Eles aplicam a Lei mental de Neutralização. Eles não podem anular o Princípio ou impedir as suas operações, mas aprenderam como se escapa dos seus efeitos na própria pessoa, até um certo grau que depende do Domínio deste Princípio. Aprenderam como empregá−lo, em vez de serem empregados por ele.

Neste e noutros métodos consiste a Arte dos Hermetistas. O Mestre dos Hermetistas polarizasse até o ponto em que desejar, e então neutraliza a Oscilação Rítmica pendular que tenderia a arrastá−lo ao outro pólo. Todos os indivíduos que atingiram qualquer grau de Domínio próprio executam isto até um certo grau, mais ou menos inconscientemente, mas o Mestre o faz conscientemente e com o uso da sua Vontade, atingindo um grau de Equilíbrio e Firmeza mental quase impossível de ser acreditado pelas massas populares que vão para diante e para trás como um pêndulo. Este Princípio e o da Polaridade foram estudados secretamente pelos Hermetistas, e os métodos de impedi−los, neutralizá−los e empregá−los formam uma parte importante da Alquimia Mental do Hermetismo."

Leia mais artigos do Astrolink ver todos

Os 7 Princípios Herméticos do UniversoOs 7 Princípios Herméticos do Universo
Mentalismo, Correspondência, Vibração, Polaridade, Ritmo, Causa e Efeito e Gênero. Conheça as 7 Leias Herméticas, textos associados a Hermes Trismegisto (ou Hermes três vezes grande). São obras que tratam da busca pela grande Verdade, aquilo que une todas as religiões.
O 1° Princípio Hermético - MentalismoO 1° Princípio Hermético - Mentalismo
O Princípio do Mentalismo é a primeira das Sete Leis Universais de Hermes Trismegisto. Os sete princípios herméticos reúnem as ideias associadas a Hermes, que teriam sido a matriz para a maioria das correntes religiosas que se espalharam a partir do Egito Antigo.
O 2° Princípio Hermético - CorrespondênciaO 2° Princípio Hermético - Correspondência
O princípio da Correspondência é uma das Sete Leis Universais herméticas. O que está em cima é como o que está embaixo. O que está dentro é como o que está fora. O princípio da Correspondência diz respeito aos padrões - ocultos ou não - presentes em todos os planos pelos quais caminhamos.
O 3° Princípio Hermético - VibraçãoO 3° Princípio Hermético - Vibração
O princípio da Vibração é uma das sete leis herméticas, que tẽm como base os escritos de Hermes Trismegisto. Nada está parado, tudo se move, tudo vibra. Ao interpretar o início do princípio da Vibração, compreendemos uma das leis mais inexoráveis do universo - a de que tudo está sempre em movimento, desde partículas subatômicas da matéria até o nosso processo mental.
O 4° Princípio Hermético - PolaridadeO 4° Princípio Hermético - Polaridade
O princípio da Polaridade é a quarta das sete leis universais de Hermes Trismegisto - também conhecidas como sete leis herméticas. Tudo é Duplo; tudo tem pólos; tudo tem o seu oposto; o igual e o desigual são a mesma coisa; No princípio da polaridade, portanto, entendemos que os pólos nada mais são do que dois extremos de um mesmo elemento, porém em graus diferentes em uma mesma escala.
O 6° Princípio Hermético - Causa e EfeitoO 6° Princípio Hermético - Causa e Efeito
O princípio da Causa e Efeito, também conhecido como a sexta lei hermética universal, é um dos sete princípios universais. Toda a Causa tem seu Efeito, todo Efeito tem sua Causa; tudo acontece de acordo com a Lei; o Acaso é simplesmente um nome dado a uma Lei não reconhecida; há muitos planos de causalidade, porém nada escapa à Lei. O princípio da Causa e Efeito explica a dinâmica universal dos acontecimentos em diversos planos.
O 7° Princípio Hermético - GêneroO 7° Princípio Hermético - Gênero
O princípio do Gênero é a última das sete leis universais de Hermes Trismegisto. O Gênero está em tudo; tudo tem o seu princípio masculino e o seu princípio feminino; o gênero se manifesta em todos os planos. Os gêneros nada mais são do que dois opostos, em que a falta de um evidencia o outro. Porém, o princípio do Gênero traz algo de novo: é a partir dele que surge todo o nosso potencial de criação, geração e regeneração.


ou efetue o login para visualizar seu Mapa Astral.

Signos no Astrolink

Piscianos    9.11 %
Arianos    8.83 %
Cancerianos    8.81 %
Geminianos    8.65 %
Taurinos    8.62 %
Aquarianos    8.26 %
Leoninos    8.18 %
Virginianos    8.11 %
Escorpianos    8.06 %
Librianos    7.91 %
Capricornianos    7.81 %
Sagitarianos    7.64 %


O céu no momento...

Sol 25 Sag 48' 42"
Lua 22 Ari 25' 06"
Mercúrio 04 Sag 47' 37"
Vênus 10 Esc 34' 06"
Marte 20 Pei 27' 55"
Júpiter 08 Sag 43' 20"
Saturno 09 Cap 42' 45"
Urano 28 Ari 46' 18" R
Netuno 13 Pei 50' 33"
Plutão 20 Cap 07' 56"
Quiron 27 Pei 55' 53"
Lilith 14 Aqu 47' 25"
Nodo Norte 27 Can 12' 33" R

Aspectos ativos

Sol TrígonoUrano
Lua QuadraturaPlutão
Vênus SextilSaturno
Marte SextilPlutão