astrolink-galaxy

Veja seu Mapa Astral Grátis!

Já tem cadastro? 

Plutão em Áries no Mapa Astral

Confira no Astrolink e entenda o que Plutão em Áries representa em seu mapa astral, como influencia sua vida e use a seu favor.

Modo claro

É interessante notar que o conceito de gerações que temos aplicado ao longo do século XX nutre um certo paralelismo com os posicionamentos de Plutão. Pessoas de gerações onde Plutão já se encontra em um signo diferente da anterior podem ter desafios, propostas internas, conceitos de poder e formas de lidar com as transições e mudanças da sociedade de formas bastante distintas umas das outras.

Últimos períodos de Plutão em Áries: 1821 a 1852
Sugere competição, força de vontade e ímpetos de liderança.
 
Plutão em Áries intensificou os princípios da força de vontade manifestada por meio do pioneirismo, iniciativa, coragem e da entrada à força nas coisas, com mais rudeza e impulsividade, ao levar ao extremo do "tudo ou nada" os ímpetos de imposição de liderança de uma geração. Áries evoca os valores individuais de liberdade e para isto, ocorre transformação e destruição de obstáculos, sem reconhecer muito os limites.

Áries também carrega em sua essência características contrastantes: da coragem apaixonada à potencial vilania. Quando Plutão transita por Áries, ele amplifica e reconfigura esses traços inerentes.

A época que Plutão esteve em Áries entre os anos de 1821 e 1852 foi marcada por intensas transformações sociais e políticas. Durante esse período, surgiu o Destino Manifesto, que foi uma doutrina baseada na crença de que o povo norte-americano tinha uma vocação para expandir seu domínio pelo mundo baseada na vontade divina.

Isso motivou os norte-americanos a expandirem seus domínios a oeste das Treze Colônias, o que infelizmente levou à desapropriação e extermínio de muitos povos indígenas.

Os conflitos em torno da escravidão também alcançaram seu ápice, antecipando o cenário que culminaria na Guerra Civil Americana, iniciada em 1861. Além disso, era o tempo dos foras da lei e dos pistoleiros no oeste, muitos dos quais nasceram sob essa influência astrológica.

Já um fato relevante, simbólico e revelador do lado menos luminoso de Áries num contexto de transformação mundial, é o surgimento da arma de fogo moderna, o revólver, em 1836. Marcas de armas renomadas, como Smith & Wesson, Colt e Winchester também emergiram nessa época, onde curiosamente, algumas eram adornadas com chifres de carneiro, símbolo do signo de Áries.

Isto revela simbolicamente um aspecto extremista de Plutão em Áries no que toca a obstinação e compulsão em impor a própria vontade, ao servir aos próprios fins. Mesmo que isto signifique tirar a vida de alguém.

Um outro ponto curioso é que: Esse período, tão rico em expansão territorial e conflitos, de certa forma, reflete a energia de Áries, sempre pronto para conquistar novos territórios, mas também propenso a embates. Seria como a conquista de novas fronteiras, tanto geográficas quanto internas. Porém, é um lembrete de que a determinação sem consideração pelos outros pode levar a consequências devastadoras.

Em 1848, a Europa presenciou alguns levantes revolucionários, como por exemplo o Manifesto Comunista,que foi um divisor de águas sobre as ideologias ora sociais, ora liberais. Nestes anos ocorreu também uma maior propagação do espiritualismo e da psicologia como áreas de conhecimento científico.

A Revolução Grega começou em 1821, logo quando Plutão entrou no setor de Áries, quando os gregos buscaram independência do Império Otomano. A guerra pela independência durou até 1829, quando a Grécia foi reconhecida como um estado independente com o Tratado de Adrianópolis.

A utilização da psicografia veio a público nos EUA e Allan Kardec fez os primeiros contatos com os espíritos. Em 1848 também, Wilhelm Wundt criou a Psicologia Científica.

Plutão rege o inconsciente coletivo e o transbordar de questionamentos da sociedade de nosso tempo. Isto, em face da necessidade de eliminar, transformar e transmutar as ideias, regras e imposições dos períodos anteriores.

Mas, nem todo mundo é um canal de expressão das potentes e perturbadoras energias deste astro. Algumas personalidades icônicas viverão na própria pele os desafios extremos dos anseios de seu tempo.

Os acontecimentos extremos e catárticos na vida destas personalidades provocarão reflexões profundas ao influenciar as próximas gerações, muitas vezes, de maneira transcendente e iluminadora. Sobre isso poderão surgir obras históricas e feitos extraordinários.

Indivíduos nascidos nesse período tendem a exibir uma certa audácia pioneira, quase como de heróis destemidos.

Algumas personalidades interessantes nascidas durante Plutão em Áries:

Helena Blavatsky
René Descartes
Thomas Edison
Jules Verne
Claude Monet
Lewis Carroll
Princesa Isabel
Machado de Assis
Nietzsche

No campo das ideias, o espírito incisivo de Plutão em Áries se revela como exemplo na obra histórica de uma das mais radicais personalidades da literatura e filosofia, Friedrich Nietzsche.

Ao revelar-se extraordinário expoente das energias transformadoras de sua geração, o filósofo, crítico, poeta e compositor prussiano revelou parte do espírito insatisfeito e revolucionário da época por meio de suas obras-primas. Foi crítico da religião, da moral e cultura de seu tempo. Suas obras têm como temas principais a Vontade de Poder, a Morte de Deus, e o Eterno Retorno.

É exemplo dos mais radicais na contribuição à destruição de paradigmas de seu século.

Interação no Mapa Astral

As pessoas nascidas durante Plutão em Áries têm que lidar em algum momento com o impulso e a obstinação compulsiva em fazer valer a autoafirmação, de maneira rebelde e impulsiva.

A geração de Plutão em Áries revelou líderes profundamente inspirados e habilidosos em situações de competição. São características desta geração a força de vontade, o poder em excesso e a disposição incansável em derrubar obstáculos. Plutão despertará desafios em transcender o individualismo e o egoísmo. Estas energias podem ser canalizadas para um espírito pioneiro de liderança.

O céu no momento...

quarta-feira, 29 de maio de 2024 | 00:07