astrolink-galaxy

Veja seu Mapa Astral Grátis!

Já tem cadastro? 

Lua na Casa 4 do Mapa Astral

Confira no Astrolink e entenda o que a lua na casa 4 de seu mapa astral representa, como ela influencia sua vida e use a seu favor.

Modo claro

A Lua na Casa 4 sugere uma maior necessidade de segurança, onde o nativo sente que para estar seguro, precisa criar raízes fortes com seu lar e seus relacionamentos. Sente que precisa pertencer a algum lugar, a círculos de amigos, trabalho, família, etc. Nesse sentido, sua criação pode ter tido um papel fundamental, pois é durante essa fase que ele absorveu seus valores e criou suas raízes.

Alguns nativos podem inclusive preferir trabalhar em casa, ou transformam seu escritório em extensão do seu lar pois tal comportamento pode gerar uma maior sensação de bem-estar. Além disso, podem querer guardar quinquilharias que ganharam quando ainda eram crianças, pois pode ser um pouco mais difícil conseguir desfazer a conexão emocional com os objetos. Também pode ser igualmente difícil conseguir se adaptar facilmente a lugares mais distantes, pois o lugar onde nasceu e cresceu terá sempre um enorme apelo emocional, assim como os valores passados para a pessoa quando criança. Se afastar de sua criação e de sua família pode não ser um sentimento muito natural, mas que ao longo da vida precisa ser conquistado para que haja crescimento e a criação de uma identidade própria, de modo que a pessoa não siga pensando e agindo de forma imatura.

Quando finalmente deixa o ninho, pode acabar se mudando muito até encontrar um canto onde consiga se sentir bem e seguro. Enquanto não conseguir lidar e equilibrar os laços do passado, torna-se um pouco mais complicado se encaixar no mundo. Deve sempre descobrir que, para se sentir bem em outros lugares e com outras pessoas não tão íntimas, a segurança deve vir de dentro, e não somente do que nos cerca, sendo necessário quebrar alguns moldes enraizados para buscar sua individualidade.

Saiba mais sobre o significado da lua Lua na Astrologia

O céu no momento...

terça-feira, 28 de maio de 2024 | 23:40