astrolink-galaxy

Veja seu Mapa Astral Grátis!

Já tem cadastro? 

Plutão diz: muda a cena, Antônia!

Sobre nossas eventuais transições

Por Mila Pinheiro em Astrologia e cotidiano

Publicado em: 08/11/2021 às 03:34

Modo claro

2 minutos de leitura

Perto de completar 33 anos em abril de 2021, Antônia me pede para fazer o seu Mapa de revolução solar. Para o seu ano novo, desejava mudanças. Estava com a esperança de conseguir uma oportunidade de trabalho fora do Brasil e a vontade de morar em outro lugar, em outra cultura, ter outras experiencias. Antônia estava sedenta para mudar a vida de cenário.

Abri o seu mapa e vi o seu Sol ariano conjunto a vários planetas na casa 7, a área das parcerias afetivas e profissionais. O planeta Marte, relacionado a ação e a força, estava no signo de Gêmeos na casa 9. O guerreiro que luta com as palavras estava justamente na área associada a necessidade de expandir o conhecimento, estudar, viajar, conhecer novas pessoas e culturas.

O planeta Plutão que traz o tema da morte, renascimento, transformação, simbolizando mudanças, estava em Capricórnio na casa 4, na área da família, do lar.

O mapa da revolução parecia estar em linha com o desejo de mudança de Antônia. Mas, havia uma Lua conversando de forma fluida com Plutão e uma Vênus em conflito com ele simbolizando um outro tipo de mudança.

A Lua está associada as nossas emoções, a mãe, ao poder fértil. Vênus simboliza o poder dos afetos, dos relacionamentos, do valor que damos a nós e ao outro. Vênus dos nossos desejos, das nossas escolhas.

Ou seja, a transformação, a mudança que Plutão trazia para a área da família estava conversando com a fertilidade da Lua e tensionado o desejo da Vênus. Alertei para o risco de gravidez.

Após seis meses, Antônia me liga: ‘estou gravida’, diz em tom de angústia. E completa: ‘estava escrito nas estrelas, né?`. Eu com coração apertado de canceriana, respondo: ‘não, os astros não determinam, eles apontam caminhos que precisamos atravessar e nós fazemos as escolhas de como vamos lidar.

De determinante mesmo, só se pode dizer que nada acontece por acaso, tudo tem um sentido. Os fatos exteriores refletem uma questão interior. Talvez, o desejo de Antônia em expandir suas fronteiras geográficas espelhava a necessidade de expandir suas fronteiras internas.

Até o fechamento dessa edição, não sei sobre sua decisão. Seja qual for, Antônia embarca em uma jornada de mudanças que vai trazer momentos desafiadores para esses seus 33 anos. Mas, com o Plutão em cena, ela ganha o poder de acessar a sua força escondida e renascer das cinzas.

E com o Marte, regente do seu Sol ariano, como guerreiro das palavras na casa do conhecimento, ela vai dar voz a escolhas sábias em direção a um mundo em expansão.

E a sua vida vai mudar de cenário.

Categorias

O céu no momento...

sábado, 18 de maio de 2024 | 09:18