Lilith no Mapa Astral: seus medos e necessidades reprimidas

Medos, sentimentos e necessidades reprimidos e nossas sombras
Lilith no Mapa Astral: seus medos e necessidades reprimidas
Por Marcelo Levi em Astrologia
Publicado em: 29/06/2021 às 19h04

Conforme explicado neste artigo, no Mapa Astral, Lilith indica uma energia muito forte, muitas vezes carregada de negatividade, justamente por representar parte do lado obscuro e sombrio do indivíduo. Neste texto, o astrólogo Marcelo Levi fala mais sobre o posicionamentos da Lua Sombria nos signos e nas Casas Astrológicas.

O signo que a Lilith revela nossos medos, sentimentos e necessidades reprimidos e nossas sombras.

A casa em que Lilith está, mostra a área da vida em que experimentamos as questões levantadas neste posicionamento.

Podemos viver em um mesmo assunto as repressões de Lilith e seus efeitos, causando grandes marcas, mas também desenvolvemos grande força e capacidade de superação, assim como a força feminina (o feminino aqui tem a ver com energia) da intuição, da percepção e da vulnerabilidade. Vivemos a energia daquele signo e daquela casa de forma empoderada.

Saiba onde está Lilith no seu Mapa Astral

O desejo e os medos de Lilith

O medo primário que a Lilith representa se origina na separação do mundo espiritual. A duração da sua passagem por um signo tem inclusive a mesma duração de uma gestação humana, 9 meses.

Tudo o que a Lilith deseja é amor. Se acolha com amor, aceitação e empatia ao invés de julgar-se pelas características descritas abaixo.

Playlist sobre Lilith, sexualidade e sombras

Lilith em Áries: A pessoa quer reconhecimento. Pode ter tido sua autonomia e o poder de tomar suas próprias escolhas reprimidas. Pode querer frustrar também e lutar contra as escolhas e vontades dos outros. Pode desistir de suas vontades devido a pressão do outro. É importante que a pessoa recupere para si o poder de ser autêntica e verdadeira sobre suas reais vontades. Somente por ser um ser vivo, você já é merecedor de tudo que este mundo pode te oferecer de bom e pode conseguir o que quiser na vida. Aceitando sua sombra, a pessoa é fiel às suas próprias vontades e desejos.

Lilith na Casa 1: A área da vida influenciada é a relação que a pessoa tem com o corpo. Pode ter inclusive marcas e características físicas que vem como resultado das repressões. O presente desta Lilith é a libertação sexual e a libertação do corpo. Quando esta pessoa encontra sua própria sexualidade, fica incrível. A pessoa consegue transformar sua energia sexual em energia pura para fazer tudo o que deseja.


Lilith em Touro: A repressão é financeira. Pode ter se sentido controlada através do dinheiro. Odeia depender financeiramente dos outros ou que dependem dela, mas é isso que ela atrai quando não está trabalhando sua Lilith. O medo primário é a insegurança. Por isso, ela usa o dinheiro e os gastos como forma de tentar estar bem emocionalmente. Precisa aprender a ficar tranquila e em paz mesmo quando ansiosa e desconfortável, sem sucumbir a desejos materiais. Feito isto, ela pode realmente ser livre DO dinheiro e livre COM o dinheiro, não dependendo dos outros e nem tendo pessoas dependendo dela, que é o que geralmente faz ela querer terminar o relacionamento.

Lilith na Casa 2: A pessoa com Lilith na casa 2 enfrenta questões semelhantes sobre a liberdade financeira. Enfrentar os medos da Lilith e aceitar suas sombras traz liberdade financeira e autoestima, sendo este o presente desta Lilith, juntamente com grandes talentos para perceber o que os outros precisam e conquistá-los.


Lilith em Gêmeos: Pode ter sentido repressões sociais, bullying, e ter tido sua inteligência menosprezada. O resultado é também a opressão da ideia do outro e a soberba intelectual como tentativa de disfarçar suas inseguranças. Esta insegurança vem de uma profunda necessidade de ser amada e aceita, que é tudo o que qualquer Lilith deseja. Só que a pessoa fica querendo se adaptar para agradar os outros. A libertação desta Lilith vem com a libertação da preocupação da opinião e aceitação alheia. Quando esta Lilith aprende a usar a palavra "dane-se", ou aquela começa com F, é lindo de ver.

Lilith na Casa 3: As sombras da Lilith afetam a comunicação, aprendizado, raciocínio e pode se relacionar com a relação com irmãos. Existe um anjinho e um demônio em cada lado do ombro, enxergando sempre o lado mais obscuro e tendo malícia na comunicação para perceber o que não é dito e dar sugestões poderosas as pessoas. As repressões podem ter sido sobre a fala da pessoa. Se libertando, a pessoa aprende a colocar de volta a fala dela, sem se aprisionar no medo da reação do outro. O presente é a inteligência e capacidade de análise e observação, além do que já foi citado.


Lilith em Câncer: A sombra tem como tema a dependência. Existe um grande medo de correr riscos estando longe da família. A pessoa pode acreditar que depende muito dos outros e cria o costume de pedir ajuda pra tudo. Para superar estes medos, a pessoa precisa encontrar seu próprio lar e tentar fazer sozinha coisas que antes pediria para outra pessoa fazer. A repressão pode ter sido emocional, fazendo a pessoa trancar muitos sentimentos e sentir ranço de pessoas emotivas. Quando aceita seus próprios sentimentos, valida também os do outro, aprimorando muito seus relacionamentos.

Lilith na Casa 4: O tema da sombra tem ligação direta com a família e o lar. Pode ter sofrido da ausência da figura materna ou paterna. Pode ter sofrido repressões emocionais também. Quando os medos são superados e a Lilith é trabalhada, o grande presente desta Lilith é a compreensão de si mesma, grande autoconhecimento e empatia pelas pessoas.


Lilith em Leão: Essa Lilith fala da repressão do ego, das próprias vontades e do amor próprio. Isto resulta nela reprimindo também os outros. Sua sombra é muito bem escondida pois assumir ela é doloroso. Quando não trabalha sua própria autoestima, pode diminuir os outros pra tentar se amar e se promover. Pode sentir muita inveja das pessoas, apesar de esconder isso atrás do que ela vai chamar de "ranço" pela outra. Para trabalhar esta Lilith, a pessoa precisa aprender a transformar inveja em admiração, elogiando e vendo o que as pessoas tem de bom. Somente assim, ela encontra a própria luz, pois também projetamos no outro nossa luz. Isto significa que tudo que vemos de bom no outro, está dentro de nós também.

Lilith na Casa 5: A repressão pode ter ligação com o prazer. A pessoa pode ter tido experiências frustradas com o prazer e com a arte. Daí, ela busca de forma desenfreada por estas sensações para assim apreciar a vida, mas sente dificuldade de sentir prazer. Precisa encarar seu passado, acolher sua criança interna e entender as experiências e traumas que podem estar relacionados com sua busca perigosa pelo prazer. Para estas pessoas, a masturbação, o se dar prazer, o tantra, tudo isso pode ajudar ela a se amar mais. É importante namorar a si mesmo. O presente desta Lilith é a potência sexual e de amar. A pessoa tem muita paixão. Ela também busca ver o lado bom das coisas, tem muita resiliência e não fica triste por muito tempo, sempre saindo do poço e se adaptando às mudanças.


Lilith em Virgem: Todos carregamos um sentimento de culpa pela separação do mundo espiritual, mas esta Lilith personifica esta sensação, acreditando de fato ser culpada. Pode ter muitas críticas em relação a ela mesma que projeta nos outros. Nada parece estar bom o suficiente, tanto no próprio trabalho quanto ao dos outros. O excesso de crítica e perfeccionismo está muito mais relacionado com problemas de autoestima do que qualquer outra coisa. Existe grande medo de fracassar, o que esconde um ego perfeccionista. Trabalhar esta Lilith é aceitar as coisas como elas são. Aprender a admirar-se e admirar os outros. Aceitar as próprias falhas e entender que não é sobre o resultado e sim a experiência.

Lilith na Casa 6: Suas críticas, geralmente, são muito voltadas aos colegas de trabalho. Pode ter sentido repressões no ambiente profissional. Precisa então encontrar uma forma de trabalhar de forma criativa, respeitando suas próprias vontades e interesses. Desconstrói o ambiente profissional e odeia trabalhar em ambientes machistas e misóginos. Seu presente é um grande conhecimento útil para lidar com as mais diferentes situações com versatilidade, intuição e trabalho duro.


Lilith em Libra: Essa Lilith tem, escondida na sombra, o medo de não ser amada e querida. Ela tenta ser um ser humano perfeito, incrível em tudo. Esta é uma das poucas posições em Libra que torna a pessoa extremista, enxergando tudo ou branco ou preto. É importante aprender a enxergar o cinza, ser mais flexível. Pode ter muitas críticas aos outros, principalmente a aparência dos outros e críticas à estética das coisas. Curar esta Lilith é se libertar das inseguranças de não ser amada pelas pessoas e ser um ser humano mais inteiro, aceitando o que não gosta em si e ficando em paz com isso. É importante a liberdade nos relacionamentos e que ela não se anule.

Lilith na Casa 7: A sombra está ligada aos relacionamentos, casamento e parcerias. Pode ser alguém muito ciumento nas relações, mas este ciúmes esconde a vontade de ficar com outras pessoas. É alguém que pode projetar então muitos desejos próprios, o que prejudica os relacionamentos. Quando ela aceita suas sombras, vê uma melhora incrível nos relacionamentos, que se tornam mais maduros emocionalmente e sinceros. Seu presente é a percepção daquilo que é necessário para levar as coisas para um equilíbrio, podendo ser usado em muitas áreas da vida.


Lilith em Escorpião: Esta Lilith fala do medo de viver experiências de morte e lutos. A pessoa pode ter passado por um luto muito cedo e ter gerado um trauma. Agora, ela tenta evitar que as coisas acabem. Esta é uma Lilith que vai até os últimos esforços para ajudar o outro, salvar pessoas e ganhar. Pode acreditar que só dá pra dar valor para coisas que tiveram muita batalha e dificuldade para conquistar. Está sempre medindo o que ganha e o que perde nas situações e relacionamentos. Trabalhar esta lilith é desenvolver gratidão pela vida, ficar confortável perdendo, examinar o quanto coloca de energia nas coisas e aceitar as perdas.

Lilith na Casa 8: A Lilith se relaciona com lutos e perdas que a pessoa sofreu. Aceitar as perdas é fundamental para o desenvolvimento. Os lutos precisam ser vividos adequadamente. Fazendo isto, o presente desta lilith é uma capacidade incrível de ler a personalidade e o inconsciente das pessoas.


Lilith em Sagitário: A repressão pode ter sido sobre sua inteligência e filosofia de vida. Em resposta a esta opressão intelectual, ela também oprime as ideias dos outros, suas visões políticas e crenças pessoais. A pessoa busca significado em tudo. Busca por esta verdade superior sobre as coisas, sobre o mundo. Isso motiva ela a pesquisar sobre tudo, fazer muitos cursos. Tem ódio por mentiras, mas precisa aceitar que, como ser humano, ela também é capaz de mentir e, em alguns casos, pode falhar muito com seus próprios valores religiosos. Aprendendo a ouvir e aceitar visões diferentes, ela só tem a crescer. Precisa compreender que todas as sabedorias, filosofias e religiões levam a mesma verdade: Somos todos um só ser vivo e o que gera o sofrimento é a separação.

Lilith na Casa 9: Pode ter vivido repressões ideológicas, podendo também oprimir as ideias dos outros em resposta a isso. As sombras da sua Lilith podem se relacionar com sua filosofia de vida, religião e estudos superiores. Muito do que foi explicado sobre a Lilith em Sagitário também aplica para a Lilith na casa 9. O feminismo é um movimento importante para esta pessoa. Principalmente para as mulheres, odeia com todas as forças ser interrompida ou ter sua inteligência menosprezada por homens e instituições que seguem valores machistas. Seu presente é a insubordinação ideológica, ter sua própria opinião e ter grande inteligência sobre as mais diferentes áreas.


Lilith em Capricórnio: Esta pessoa pode ter grande medo de não alcançar o topo da montanha e pode não ter sido reconhecida e admirada o suficiente. Ela faz sempre mais do que deveria para poder alcançar este reconhecimento. A repressão é ligada, então, à carreira, mérito e reconhecimento. Existe um medo de não ser reconhecida e não receber atenção e pode querer controlar tudo. Pode achar que o trabalho dos outros não é bom o suficiente e que os outros precisam ser corrigidos. Pode querer que tudo seja da forma que ela acha melhor. É importante que esta pessoa aprenda a aceitar o jeito dos outros e que sua forma não é necessariamente a melhor sempre. É importante aprender a dar a si mesma reconhecimento. O trabalho precisa ser vivido de forma criativa e intuitiva.

Lilith na Casa 10: As repressões podem ter sido vividas na relação com o pai ou mãe, com figuras de autoridade ou dentro da carreira. Esta pessoa odeia trabalhar em ambientes machistas e preconceituosos. Precisa ter uma real paixão pelo o que faz, trabalhando de forma criativa, intuitiva e feminina. Tradição, família e carreira são importantes para esta pessoa. Muito esforçada e exigente consigo mesma, mas também pode ser com os outros, causando problemas nos relacionamentos, principalmente com a família e pessoas que ela vive junto na mesma casa. O presente da Lilith nesta casa é a habilidade de perseverar. A pessoa é muito trabalhadora e sempre oferece mais do que absorve para si. É alguém que se esforça para honrar o que diz.


Lilith em Aquário: O maior medo desta Lilith é a fraqueza. Viveu a repressão da liberdade e repressões sociais. Isto pode refletir em intolerância sobre os outros. Esta pessoa quer manter esta imagem de forte o tempo todo, não dando lugar para sua própria vulnerabilidade. Precisa aprender a pedir ajuda para as pessoas. É uma lilith de pessoas livres. Quando alcança sua liberdade e aprende a ser vulnerável, estará mais capaz de libertar o outro também de suas próprias opressões.

Lilith na Casa 11: Esta pessoa pode ter sofrido repressões sociais e pode acabar também reprimindo outros. Quando ela trabalha as sombras de sua Lilith, se liberta da ideia de ter que agradar o grupo e liberta o outro dos seus julgamentos e preconceitos. Esta é uma Lilith preocupada sobre como é o seu pertencimento no mundo. Ela pode achar que é sempre ela contra os outros. É importante superar suas travas e seu passado para mudar comportamentos que sempre partem do princípio de que é tudo sobre ela. A mudança pode ser muito difícil de lidar. Trabalhar as sombras do signo que a Lilith está, ajudará a desenvolver naturalmente estas questões. O presente é a habilidade de unir as pessoas em prol de algo. Facilita muito o networking. Nos tornamos pessoas interessantes, visionárias e autênticas.


Lilith em Peixes: A repressão tem ligação com tudo aquilo que é oculto. Existe um medo de ser traída, caluniada e sofrer por injustiças ou pela toxicidade de outras pessoas. Este medo faz a pessoa esconder o próprio coração e trancar o lado imaginativo, vulnerável, criativo e amoroso. Trabalhar esta Lilith é aprender que, se o outro te trai ou te faz algum mal, isto não aconteceu porque você foi ingênuo e sim porque a pessoa fez aquilo e só. Se tem algo que você poderia ser culpada(o) é por ter um coração capaz de amar. E isto é algo ruim por acaso? Não. Confiar nas pessoas envolve se decepcionar às vezes, mas isto é parte do aprendizado. Não tranque seu coração por isso e se permita acreditar nas pessoas. Quando esta Lilith ganha mais experiência na vida, terá uma grande habilidade de perceber pessoas que querem controlá-la através de chantagens emocionais.

Lilith na Casa 12: As questões da sombra da Lilith estão ainda mais ocultas. A sombra pode não ser percebida e a pessoa pode agir de acordo com a Lilith dela de forma inconsciente, podendo se prejudicar. Mas quando ela mergulha na espiritualidade, a libertação traz pra pessoa uma forte intuição. A repressão pode estar ligada ao medo do desconhecido e chantagens emocionais. Conforme a pessoa trabalha a própria sombra, percebe intenções obscuras dos outros e reconhece chantagens emocionais de longe. Seu presente é uma enorme empatia e vontade de ajudar o outro. Consegue fazer pelo outro coisas que às vezes acha difícil até para si mesma.

Marcelo Levi
Marcelo Levi

Sou astrólogo e idealizador da Astrologia Autêntica - um método de interpretação de Mapa Astral que possui uma audiência online de 94 mil pessoas. Esse método une os conceitos tradicionais da astrologia com as técnicas da Comunicação Não Violenta (CNV).

e-mail: [email protected]

Leia mais artigos do Astrolink ver todos

Lilith - a Lua sombriaLilith - a Lua sombria
Lilith é conhecida por ser a mulher mais antiga e controversa do mundo. Teve sua figura contada por vários livros sagrados, entre eles as escrituras ápocrifas. Essa figura feminina traz o arquétipo da mulher que não se deixa dominar, e por isso, paga um alto preço pela sua insurgência a uma ordem social basicamente patriarcal.
Lilith e o mito da descida de InannahLilith e o mito da descida de Inannah
Na astrologia, Lilith representa nossas emoções reprimidas, desejos ocultos e demais opressões. Na mitologia, é símbolo de diferentes histórias.


O céu no momento...

Segunda-feira, 20 de Setembro de 2021 | 08h25
Sol 27° 35' Vir
Lua
Quarto Crescente
19° 51' Pei
Fase Gibosa
ver ciclo lunar
Mercúrio 23° 10' Lib
Vênus 10° 51' Esc
Marte 03° 27' Lib
Júpiter 23° 35' Aqu R
Saturno 07° 13' Aqu R
Urano 14° 24' Tou R
Netuno 21° 37' Pei R
Plutão 24° 22' Cap R
Quiron 11° 14' Ari R
Lilith 07° 05' Gem
Nodo Norte 04° 02' Gem R
Aspectos ativosorbe
SolOposiçãoLua7.74
SolConjunçãoMarte5.86
SolOposiçãoNetuno5.98
SolTrígonoPlutão3.22
SolTrígonoNodo Norte6.44
LuaSextilUrano5.46
LuaConjunçãoNetuno1.76
LuaSextilPlutão4.52
MercúrioTrígonoJúpiter0.41
MercúrioQuadraturaPlutão1.20
MarteTrígonoNodo Norte0.58
NetunoSextilPlutão2.76
Ler mais

Signos no Astrolink

Piscianos    9.04 %
Arianos    8.85 %
Cancerianos    8.81 %
Geminianos    8.67 %
Taurinos    8.63 %
Aquarianos    8.29 %
Virginianos    8.20 %
Leoninos    8.16 %
Escorpianos    7.99 %
Capricornianos    7.90 %
Librianos    7.87 %
Sagitarianos    7.60 %