Fórum Astrolink


Astrologia no Medievo



Victor de Almeida

Signo: Peixes Ascendente: Sagitrio Lua: Touro
Curitiba - PR
Membro desde:
07-09-2017
03-07-2022 11:16
Aqui o link pra um artigo que trata da astrologia no medievo 'https://www.ricardocosta.com/artigo/olhando-para-estrelas-fronteira-imaginaria-final'

Essa imagem é bem interessante;





Sasori de Vengerberg

Signo: Escorpio Ascendente: Virgem Lua: Touro
Istambul - Istambul
Membro desde:
21-09-2019
04-07-2022 12:52
Bacana. Interessante como os antigos observavam o céu. Gosto da arte medieval.
Eles já tinham a ideia de que a Lua regia todos os líquidos, mas só recentemente, na Era Moderna é que os cientistas entenderam a relação da Lua com as marés.

Tava comentando com um amigo esses dias sobre as semelhanças entre os mitos babilônicos/sumérios e os gregos. A deusa do amor e da beleza Ishtar é a própria Vênus. Na Epopeia de Gilgamesh narra que essa Ishtar se apaixonou por Gilgamesh e este a rejeitou. Como punição o pai dela, se não me engano, enviou um Touro (este que, na astrologia tradicional é regido por Vênus) cujo os pés faziam a Terra tremer para matar Gilgamesh. Porém, o Touro foi desmembrado por Gilgamesh e seu amigo Enkidu.
Este épico também conta sobre os homens-escorpiões, os aqrabuamelu ou girtablilu que ajudaram o herói; "Criados por Tiamat para fazer guerra contra os deuses mais jovens pelo assassinato de seu companheiro Apsu . Na Epopéia de Gilgamesh , eles montam guarda do lado de fora dos portões do deus do sol Shamash nas montanhas de Mashu. Estes dão entrada para Kurnugi , a terra das trevas. Os homens escorpião abrem as portas para Shamash enquanto ele viaja todos os dias, e fecham as portas atrás dele quando ele retorna ao submundo à noite. Eles também alertam os viajantes sobre o perigo que está além de seu posto. Suas cabeças tocam o céu, seu "terror é terrível" e seu "olhar é a morte". Este encontro de Gilgamesh , a caminho de Utnapishtim, com o povo Escorpião guardando a entrada do túnel é descrito em Iškār Gilgāmeš"
'https://en.wikipedia.org/wiki/Scorpion_man'

Enfim, é bem interessante conhecer as raízes de uma ideia/mito, e como que, de certa forma todos se interligam no final.

Victor de Almeida

Signo: Peixes Ascendente: Sagitrio Lua: Touro
Curitiba - PR
Membro desde:
07-09-2017
05-07-2022 20:18
Quote:
Bacana. Interessante como os antigos observavam o céu. Gosto da arte medieval.
Eles já tinham a ideia de que a Lua regia todos os líquidos, mas só recentemente, na Era Moderna é que os cientistas entenderam a relação da Lua com as marés.

Tava comentando com um amigo esses dias sobre as semelhanças entre os mitos babilônicos/sumérios e os gregos. A deusa do amor e da beleza Ishtar é a própria Vênus. Na Epopeia de Gilgamesh narra que essa Ishtar se apaixonou por Gilgamesh e este a rejeitou. Como punição o pai dela, se não me engano, enviou um Touro (este que, na astrologia tradicional é regido por Vênus) cujo os pés faziam a Terra tremer para matar Gilgamesh. Porém, o Touro foi desmembrado por Gilgamesh e seu amigo Enkidu.
Este épico também conta sobre os homens-escorpiões, os aqrabuamelu ou girtablilu que ajudaram o herói; "Criados por Tiamat para fazer guerra contra os deuses mais jovens pelo assassinato de seu companheiro Apsu . Na Epopéia de Gilgamesh , eles montam guarda do lado de fora dos portões do deus do sol Shamash nas montanhas de Mashu. Estes dão entrada para Kurnugi , a terra das trevas. Os homens escorpião abrem as portas para Shamash enquanto ele viaja todos os dias, e fecham as portas atrás dele quando ele retorna ao submundo à noite. Eles também alertam os viajantes sobre o perigo que está além de seu posto. Suas cabeças tocam o céu, seu "terror é terrível" e seu "olhar é a morte". Este encontro de Gilgamesh , a caminho de Utnapishtim, com o povo Escorpião guardando a entrada do túnel é descrito em Iškār Gilgāmeš"
'https://en.wikipedia.org/wiki/Scorpion_man'

Enfim, é bem interessante conhecer as raízes de uma ideia/mito, e como que, de certa forma todos se interligam no final.


Fico feliz que tenha gostado do tópico Glaucia. Sobre a relação de alguns mitos terem certa conexão, advém da própria capacidade do homem de pensar uma explicação pro mundo, como somos todos humanos, os mitos são em si uma figura de linguagem universal pra explicar os fenomênos da natureza acessível a todos os povos. Por exemplo temos a peça Médeia do Eurípedes, onde a personagem principal mata os filhos pra se vingar de Jasão, que era seu companheiro, este mito encenado nos mostra um fundo de veracidade. Pois hoje em dia, temos a alienação parental, onde a mãe isola os filhos do contato do pai, isto é em si a morte do pai na existência dos filhos, uma privação dos pai dos filhos, noto que há uma conexão entre essa peça e o mundo que estamos inseridos. Enfim, os mitos são uma forma de conhecimento onde é necessário decifrar pois eles si têm muito pra agregar a nós.