Fórum Astrolink


Sobre excesso de empatia



Lidiele Moura

Signo: ries Ascendente: Aqurio Lua: Escorpio
CARAZINHO - RS
Membro desde:
09-11-2017
Posts: 407
16-11-2020 10:44
Não sei vocês, mas eu costumo me importar demais com as pessoas ao meu redor. Conhecidos, desconhecidos, enfim... e isso não é uma boa coisa. Isso porque costumo tomar as dores e isso me machuca em excesso.

Alguém sabe me dizer se isso está correlacionado a alguma posição no mapa? Também, e existe alguma forma de contornar esse sentimento? Sofrimento gratuito é ruim, turma :/

Lidiele Moura

Signo: ries Ascendente: Aqurio Lua: Escorpio
CARAZINHO - RS
Membro desde:
09-11-2017
Posts: 407
20-11-2020 17:53
up

Wuji

Signo: Gmeos Ascendente: Touro Lua: Aqurio
SÃO JOSÉ DO RIO PRETO - SP
Membro desde:
26-04-2019
Posts: 279
20-11-2020 18:04
Não vi suas casas ainda, mas só de ver seu marte em aquário mais venus em peixe ai fode tudo kk seu psicológico em relação as pessoas

Minha maior influência é aquário e sinto isso tbm as vezes, mas não tão forte como vc

Sua Vênus em peixes que preza pelas pessoas mais o marte em aquário que é um signo de comunidade, que trabalha em favor disso, vc fica 100% vivendo pelas pessoas e para as pessoas

O que se pode fazer é aumentar seu amor-proprio e entrar em alguma ong ou coisa do tipo pra te dar uma convicção de dever e missão cumprida em relação as pessoas

Faz sentido?

Erik Kayser

Signo: Leo Ascendente: Peixes Lua: Touro
CANOAS - RS
Membro desde:
14-08-2018
Posts: 3
20-11-2020 18:19
Vênus em peixes torna a pessoa muito empática e sensível quando entra em contato com as pessoas

Observo de perto as interações desse posicionamento na minha mãe que também tem essa vênus, ela resolve a questão de controlar a empatia autodestrutiva fazendo trabalho voluntario em grupos que ela frequenta, parece funcionar bem pra ela, talvez funcione pra ti também

victor rodrigo de almeida

Signo: Peixes Ascendente: Sagitrio Lua: Touro
CURITIBA - PR
Membro desde:
07-09-2017
Posts: 10312
20-11-2020 18:23
Quote:
Não sei vocês, mas eu costumo me importar demais com as pessoas ao meu redor. Conhecidos, desconhecidos, enfim... e isso não é uma boa coisa. Isso porque costumo tomar as dores e isso me machuca em excesso.

Alguém sabe me dizer se isso está correlacionado a alguma posição no mapa? Também, e existe alguma forma de contornar esse sentimento? Sofrimento gratuito é ruim, turma :/


Vc tem os benéficos e lua em signos de água estes signos são ligados a empatia e ao amor mas cada um a sua maneira. Um problema em seu mapa é oposição entre lua em escorpião e mercúrio em touro, aqui há um conflito tenso entre as emoções e o lado racional é como vc pensasse suas emoções e pesando elas, como está em escorpião vc tende a guardar pra si suas emoções e seu mercúrio em touro diz pra vc focar em si e na busca de uma profissão e de uma renda.

Lidiele Moura

Signo: ries Ascendente: Aqurio Lua: Escorpio
CARAZINHO - RS
Membro desde:
09-11-2017
Posts: 407
20-11-2020 18:31
Quote:
Sua Vênus em peixes que preza pelas pessoas mais o marte em aquário que é um signo de comunidade, que trabalha em favor disso, vc fica 100% vivendo pelas pessoas e para as pessoas.

O que se pode fazer é aumentar seu amor-proprio e entrar em alguma ong ou coisa do tipo pra te dar uma convicção de dever e missão cumprida em relação as pessoas

Faz sentido?


Faz sentido sim, obrigada. Já pensei fazer trabalho voluntário e entrar em uma ong, mas sempre fico preocupada em relação ao tempo. Eu trabalho 3 turnos por dia e me sobra pouco tempo/energia para me dedicar a esse dever.

Lidiele Moura

Signo: ries Ascendente: Aqurio Lua: Escorpio
CARAZINHO - RS
Membro desde:
09-11-2017
Posts: 407
20-11-2020 18:32
Quote:
Vênus em peixes torna a pessoa muito empática e sensível quando entra em contato com as pessoas

Observo de perto as interações desse posicionamento na minha mãe que também tem essa vênus, ela resolve a questão de controlar a empatia autodestrutiva fazendo trabalho voluntario em grupos que ela frequenta, parece funcionar bem pra ela, talvez funcione pra ti também


Vou estudar essa ideia, obrigada!

Lidiele Moura

Signo: ries Ascendente: Aqurio Lua: Escorpio
CARAZINHO - RS
Membro desde:
09-11-2017
Posts: 407
20-11-2020 18:35
Quote:
tem relação sim, signos aquáticos tem mais propensão a empatia, de formas diferentes. estude seus posicionamentos, meu asc em aqua me faz querer ser útil pros mais chegados, dps de um tempo fui percebendo que deveria dosar isso pois aproveitadores existem até na família, lua em escorpião por outro lado tenta entender as coisas, quer penetrar, quer saber e isso pode cansar bastante e vc ainda tem vênus em peixes, quanto a contornar isso acredito que seja de pessoa pra pessoa, seu mapa tem o passo a passo disso, só estudá-lo , uns praticam meditação, outros esportes, outros tomam remédios, talvez tua vida só te faça estar em lugares assim tmb, só na prática do autoconhecimento msm pra sair disso.


Já estudo meu mapa faz algum tempo, mas sempre parece que falta alguma coisa. Talvez alguma informação importante que estou deixando escapar... Tenho esse excesso de empatia, mas ao mesmo tempo sinto a necessidade de fazer a minha vida entrar nos eixos. Assim sendo, minha cabeça entra em conflito. Também costumo absorver os problemas e energias das outras pessoas, e isso me atrasa muito na vida. Mas estou estudando para contornar isso. Obrigada por compartilhar a sua opinião :)

Lidiele Moura

Signo: ries Ascendente: Aqurio Lua: Escorpio
CARAZINHO - RS
Membro desde:
09-11-2017
Posts: 407
20-11-2020 18:38
Quote:
Lua em escorpião e mercúrio em touro, aqui há um conflito tenso entre as emoções e o lado racional é como vc pensasse suas emoções e pesando elas, como está em escorpião vc tende a guardar pra si suas emoções e seu mercúrio em touro diz pra vc focar em si e na busca de uma profissão e de uma renda.


Isso esclarece muita coisa... Quero ajudar tudo e todos, mas ao mesmo tempo fico pensando que preciso me ajudar também e me dedicar a minha vida.

Wuman

Signo: Gmeos Ascendente: Peixes Lua: Peixes
SÃO PAULO - SP
Membro desde:
19-02-2019
Posts: 8302
20-11-2020 18:43
Miga as pessoas não são amorosas nem com cachorro , vamo separar essa empatia por favor
Eu acho q além da falta d comunicação , eu acredito que precisa ser mais humano como o " ser humano " trata as coisa , não é na base do xingamento ...

Wabi Sabi

Signo: Sagitrio Ascendente: Cncer Lua: Capricrnio
SÃO PAULO - SP
Membro desde:
14-02-2019
Posts: 1966
20-11-2020 19:13
Eu tenho isso também. Acredito que esteja ligado ao elemento água.

Wilhelm

Signo: Cncer Ascendente: Escorpio Lua: Cncer
SÃO PAULO - SP
Membro desde:
02-05-2020
Posts: 587
20-11-2020 19:36
Eu te entendo. Também sou assim. Mas, hoje em dia, eu procuro me resguardar mais dos impactos que essa empatia em excesso causa.

Acsa

Signo: Leo Ascendente: Virgem Lua: Aqurio
IMBITUBA - SC
Membro desde:
21-04-2020
Posts: 63
21-11-2020 12:46
Amiga, sempre fui assim desde que me conheço por gente, mas agora parece que estou me tornando mais sensível ainda. Eu percebi que a minoria é assim... Talvez você esteja alcançando a consciência crística.

Ontem a noite tentei matar uma barata, saiu um pouco de gosma dela e a mesma ficou se retorcendo com a barriga virada pra cima.
Fui dormir, e no dia seguinte ela ainda estava no mesmo lugar se retorcendo, olhei pra ela e fiquei na dúvida se deveria tentar matá-la novamente ou se deveria ajudá-la a sair daquele desespero.
Não consegui matá-la e acabei ajudando ela a revirar.
Não quero elas por perto de mim, mas tbm não quero matá-las.
Como me livrar desse dilema?
O que você faria nessa situação ?

Snivellus

Signo: Cncer Ascendente: ries Lua: Aqurio
SÃO PAULO - SP
Membro desde:
26-03-2020
Posts: 1075
21-11-2020 13:16
Apenas lembre-se de que é impossível sentir pelo o outro. Você pode, no mínimo, se colocar no lugar da pessoa e tentar compreender o pq ela passa por um mal perrengue, e mesmo assim, as suas reações físicas e psicólogas serão diferentes daquela pessoa. Cada um reage de determinada situação de forma diferenciada de acordo com o seu histórico e experiências.

Concordo muito com o sábio libriano aí de cima: Ajude na medida do possível, faça o que estiver ao seu alcance, ao mesmo tempo mantendo aquele distância. Lembre-se que, nem de longe, é viável sofrer pelo outro. Você já tem os seus demônios, desafios e a sua vida. Se colocar em primeiro lugar não é frieza, é amor próprio. Lembre-se de que, ao tentar ajudar alguém, você pode mais se machucar do que ajudar. Tenha discernimento e jogo de cintura. Ajude se puder, não dê uma de herói se você pode mais atrapalhar do que ajudar. Avalie as situações. Pense na pessoa, e acima de tudo, em você mesmo.

Lidiele Moura

Signo: ries Ascendente: Aqurio Lua: Escorpio
CARAZINHO - RS
Membro desde:
09-11-2017
Posts: 407
23-11-2020 07:37
Quote:
Eu tenho isso também. Acredito que esteja ligado ao elemento água.


Sim. Esse fim de semana estudei e descobri que o elemento água tem grande influência nisso

Lidiele Moura

Signo: ries Ascendente: Aqurio Lua: Escorpio
CARAZINHO - RS
Membro desde:
09-11-2017
Posts: 407
23-11-2020 07:37
Quote:
Eu te entendo. Também sou assim. Mas, hoje em dia, eu procuro me resguardar mais dos impactos que essa empatia em excesso causa.


Estou aprendendo a ser assim :)

Lidiele Moura

Signo: ries Ascendente: Aqurio Lua: Escorpio
CARAZINHO - RS
Membro desde:
09-11-2017
Posts: 407
23-11-2020 07:44
Quote:
Empatia significa sensibilidade compartilhada e é basicamente a capacidade de identificar às emoções das pessoas através do ato de sentir o que elas estão sentindo. A pessoa empática não apenas sente o sofrimento dos outros, mas também a alegria, a raiva, o ódio, o amor e tudo o que os outros estiverem sentindo. É uma verdadeira "esponja emocional"; não só de sofrimento como erroneamente se divulga (o termo correto pra isso é compaixão, que do ponto de vista etimológico significa sofrer com [o outro]), mas de tudo relacionado ao campo emocional. A empatia quase sempre se torna um problema, porque carecemos de inteligência emocional e tudo relacionado ao campo das emoções nos é desconhecido, portanto o sofrimento é um simples efeito colateral. Desse sofrimento resulta duas reações: a rejeição, na qual a pessoa despreza suas próprias emoções e acaba fazendo o mesmo com os outros, quando ver estes expressando-as; e a compulsividade emocional, na qual a pessoa expressa de forma violenta/catártica tudo o que sente, a fim de compensar sua fragilidade emocional, se afirmando perante os outros. Ambos os mecanismos de defesa têm como objetivo compensar o sofrimento e corresponder demandas da persona. Porém sem êxito, pois pela própria psicologia dos seres humanos, tudo o que você sonega no consciente ir-se-á para o inconsciente e lá você sofrerá. Além de uma hora ou outra a sua máscara de "valentão" e "frio e calculista" cair, te causando constrangimento e te fazendo renegar mais a si próprio.

Minha sugestão é você aceitar suas emoções e sentimentos do jeito que eles são e tentar transcendê-los, através do trabalho de desidentificação. O trabalho de desidentificação é basicamente o exercício de criar uma distância psicológica entre você e sua mente/emoções, através da meditação. Quanto maior for essa distância psicológica, mais leve e livre do seu sofrimento você estará. Até que, de tanto praticar esse exercício, chega um momento em que você transcende por completo a mente e as emoções, feito que no meio religioso/oriental é chamado de Iluminação. Na relação com os outros o mesmo deve ser feito, crie uma distância psicológica entre você e eles, não se perca nos sentimentos deles. Se eles tiverem sofrendo, deixe-os sofrerem sozinhos, no sentido de que você não precisa sofrer junto, mas simplesmente ajudá-los no que eles precisam e depois seguir em frente sua vida. Isso não é ser frio, é apenas ser emocionalmente inteligente e ter bom discernimento. Qual o sentido de sofrer com o sofrimento dos outros? Você mesma disse que isso te causa tormento. Não é necessário; basta identificar o sofrimento deles, ver o que eles precisam, ajudá-los no que for preciso (se você puder) e depois ir embora.

Mesmo que você não tenha tempo para meditar de modo formal como os monges e os iogues, este exercício pode ser feito. Contudo, não é nada fácil, então tenha paciência consigo mesma. Lembre-se de que estais tentando transcender leis da natureza (mente e emoções), um propósito desse não será conquistado sem suor de sangue e lágrimas durante anos. É a única forma que vejo de se libertar do sofrimento emocional, qualquer outro método seria no máximo um paliativo, nunca uma cura. Estudar Psicologia também é bastante viável, porque com as teorias e os conceitos será mais fácil o processo de automapeamento e de identificação de possíveis transtornos que você tenha, geralmente sempre temos. No Google têm livros gratuitos do Freud e do Jung para baixar e no YouTube o que não falta é conteúdo de Psicologia. Boa sorte!


Que reposta magnífica. Sério mesmo... Muitíssimo obrigada!! Adorei cada palavra . Seguirei a sua sugestão e começarei a meditar para assumir o controle :)

Lidiele Moura

Signo: ries Ascendente: Aqurio Lua: Escorpio
CARAZINHO - RS
Membro desde:
09-11-2017
Posts: 407
23-11-2020 07:45
Quote:
Amiga, sempre fui assim desde que me conheço por gente, mas agora parece que estou me tornando mais sensível ainda. Eu percebi que a minoria é assim... Talvez você esteja alcançando a consciência crística.

Ontem a noite tentei matar uma barata, saiu um pouco de gosma dela e a mesma ficou se retorcendo com a barriga virada pra cima.
Fui dormir, e no dia seguinte ela ainda estava no mesmo lugar se retorcendo, olhei pra ela e fiquei na dúvida se deveria tentar matá-la novamente ou se deveria ajudá-la a sair daquele desespero.
Não consegui matá-la e acabei ajudando ela a revirar.
Não quero elas por perto de mim, mas tbm não quero matá-las.
Como me livrar desse dilema?
O que você faria nessa situação ?


"O que você faria nessa situação ?" Geralmente eu mato e jogo fora :B

Lidiele Moura

Signo: ries Ascendente: Aqurio Lua: Escorpio
CARAZINHO - RS
Membro desde:
09-11-2017
Posts: 407
23-11-2020 07:48
Quote:
Apenas lembre-se de que é impossível sentir pelo o outro. Você pode, no mínimo, se colocar no lugar da pessoa e tentar compreender o pq ela passa por um mal perrengue, e mesmo assim, as suas reações físicas e psicólogas serão diferentes daquela pessoa. Cada um reage de determinada situação de forma diferenciada de acordo com o seu histórico e experiências.

Concordo muito com o sábio libriano aí de cima: Ajude na medida do possível, faça o que estiver ao seu alcance, ao mesmo tempo mantendo aquele distância. Lembre-se que, nem de longe, é viável sofrer pelo outro. Você já tem os seus demônios, desafios e a sua vida. Se colocar em primeiro lugar não é frieza, é amor próprio. Lembre-se de que, ao tentar ajudar alguém, você pode mais se machucar do que ajudar. Tenha discernimento e jogo de cintura. Ajude se puder, não dê uma de herói se você pode mais atrapalhar do que ajudar. Avalie as situações. Pense na pessoa, e acima de tudo, em você mesmo.


Muito obrigada pelas palavras, Amyr :) Farei isso mesmo. Pode ser difícil controlar no começo, mas vou fazer da meditação um hábito para melhorar a convivência comigo e com os demais.

Lidiele Moura

Signo: ries Ascendente: Aqurio Lua: Escorpio
CARAZINHO - RS
Membro desde:
09-11-2017
Posts: 407
23-11-2020 07:49
Quote:
A pessoa que precisa de empatia só quer ser ouvida (desabafar) e ver que a outra pessoa está genuinamente interessada no que ela tem a dizer.

Todo o resto é conversa fiada. Como já foi dito, é impossível sentir pelo outro.


Me lembrarei disso.