Fórum Astrolink


Relações líquidas e a fragilidade dos vínculos


Bia

Signo: Leo Ascendente: Touro Lua: Escorpio
SÃO PAULO - SP
Membro desde:
10-01-2020
Posts: 3
21-11-2020 18:55
Penso que o medo é a principal causa disso ocorrer a cada dia mais comumente. Medo de não ser correspondido na mesma intensidade, de ser "trocado", de expor suas fragilidades, de ser tido como trouxa, da opinião alheia, de enfrentar as dificuldades que todo e qualquer relacionamento tem de passar, de sair da zona de conforto, etc. O cerne da questão sempre será medo, as consequências e respostas ao medo mudam, mas ele sempre é o que gera toda essa liquidez que vivemos.

Lucas

Signo: Virgem Ascendente: Gmeos Lua: Virgem
RIO DE JANEIRO - RJ
Membro desde:
18-05-2018
Posts: 364
21-11-2020 21:23
Como é que se vai ter uma relação seja líquida, seja sólida, se a vida é um sopro?

Viviane

Signo: Touro Ascendente: Escorpio Lua: Gmeos
HORTOLÂNDIA - SP
Membro desde:
15-03-2018
Posts: 4554
21-11-2020 21:32
Quote:
Como é que se vai ter uma relação seja líquida, seja sólida, se a vida é um sopro?

kkkk concordo contigo que a vida é um sopro, mas o medo de falhar ou de ser rejeitado muitas vezes nos impede de viver histórias lindas e perder oportunidades únicas.
E não deixa de ser escolhas...

Anderson

Signo: Aqurio Ascendente: Capricrnio Lua: Aqurio
NITERÓI - RJ
Membro desde:
24-10-2018
Posts: 1219
22-11-2020 15:52
Quote:
Se vivo confortavelmente sozinha, por que deveria acrescentar os problemas de alguém na minha vida? Por caridade ou compaixão?


"E assim começou a extinção da raça humana"

Juninho

Signo: Aqurio Ascendente: Aqurio Lua: Virgem
JÚLIO DE CASTILHOS - RS
Membro desde:
04-05-2019
Posts: 503
22-11-2020 16:54
Relações líquidas podem sim serem um tanto perigosas, porque dependendo do tamanho do gole o corpo fica mais mole e frágil, aí uma pessoa ter de segurar a outra, o tempo todo já se torna complicado e bem cansativo hein!
Acho que uma boa dose de treta, com uma pitada filosófica deixa os seres humanos mais próximos, pelo menos aqui no AL.
Tem fast-food tem slow food vários cardápios aí vai de vc montar seu Menu kkkkkkkk.😝😝😝

Ramires Marcaccini

Signo: Leo Ascendente: Peixes Lua: Aqurio
FLORIANÓPOLIS - SC
Membro desde:
12-01-2018
Posts: 369
22-11-2020 17:14
se resultar numa boa transa pra mim ja tá otimo.

Mania que voces têm de querer casar com a primeira pessoa que te dá bola... tsc

Luffer

Signo: Escorpio Ascendente: Peixes Lua: Escorpio
SÃO PAULO - SP
Membro desde:
07-05-2019
Posts: 2540
22-11-2020 17:19
Booring

Luffer

Signo: Escorpio Ascendente: Peixes Lua: Escorpio
SÃO PAULO - SP
Membro desde:
07-05-2019
Posts: 2540
22-11-2020 17:34
Quote:
Quote:
Booring


rs


'parece que cê ta bolada'

Helber Souza

Signo: ries Ascendente: Peixes Lua: Aqurio
SÃO PAULO - SP
Membro desde:
27-12-2017
Posts: 405
23-11-2020 13:50
esse conceito de que tudo ou relações tendem a ser efêmeras, não passa de filosofia de gente medíocre, visto que sempre existirão pessoas propícias a relações " líquidas " ou estáveis /duradouras.. Tenho a impressão que em muitos casos, jovenzinhos medíocres procuram endossar sua promiscuidade rasa em cima dessas filosofias baratas.

Wuman

Signo: Gmeos Ascendente: Peixes Lua: Peixes
SÃO PAULO - SP
Membro desde:
19-02-2019
Posts: 8302
23-11-2020 20:25
Quote:
... Ah, e podem romantizar o quanto quiserem este assunto, minha Vênus é em Aquário e na Védica é em Capricórnio, não posso ser persuadido com fantasias irracionais no tocante ao âmbito interpessoal. Pessoas que vivem presas na Caverna de Platão não são às recomendáveis para opinarem sobre a realidade lá fora, pois às mesmas veem apenas o simulacro desta refletido na parede, com falsa sensação de verossimilhança. Já saí da caverna faz tempo, a vida me obrigou, é mais fácil os que estão dentro dela serem persuadidos por mim, KKK.


O QUE É SIMULACRO ?
Eu acredito que o senso comum d vergonha , o que julgam e etc é algo patético pra mim .

Bárbara

Signo: ries Ascendente: Peixes Lua: Sagitrio
SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - SP
Membro desde:
30-06-2019
Posts: 3015
23-11-2020 23:22
Todo esse assunto me lembra de Bauman com sua "sociedade líquida." Que particularmente concordo... Vivemos num mundo imediatista e substituível.

Raul Oliveira

Signo: ries Ascendente: Libra Lua: Aqurio
FLORIANÓPOLIS - SC
Membro desde:
05-04-2019
Posts: 1517
24-11-2020 01:45
Eu vejo este assunto duma perspectiva espiritual, busco nas pessoas o mesmo “feeling” que tenho com a minha família por exemplo, tendo uma relação saudável e recíproca Já basta. Meu vínculo familiar é a base, são os sentimentos gerados por este que me ajudarão a criar relações sólidas e duradouras com as pessoas.

Sinceramente, este papo de que amor não existe e que é tudo ilusão são de pessoas frustradas com a vida, pessoas vazias por dentro que não se permitem sentir...

Raul Oliveira

Signo: ries Ascendente: Libra Lua: Aqurio
FLORIANÓPOLIS - SC
Membro desde:
05-04-2019
Posts: 1517
24-11-2020 10:14
Quote:
O que chamamos de "amor" é apenas a reflexão da resposta instintiva biológica, instigando a seleção sexual. O amor materno funciona no mesmo segmento. Todas às fêmeas na natureza, quando têm filhotes, têm o impulso instintivo/materno de protegê-los e até se sacrificar por eles (existem animais que morrem e/ou abnegam suas necessidades fisiológicas, como comer e beber, para proteger e alimentar seus filhotes). No caso das mães humanas, esse instinto materno ganha o ônus da reflexão psicológica, o que acaba gerando confilhos semelhantes ao "amor" de marido e mulher, de possessão e controle, das mãe acharem que têm o direito de ditar o caminho de vida dos filhos e dizer o que eles têm que fazer embora já tenham 30 anos, etc. A chave da questão é a reflexão psicológica, que transforma o impulso instintivo em sentimento, e que por não termos conhecimento sobre a biologia do mesmo, acaba gerando confusão e conflitos.

Nós somos meras marionetes nas mãos da natureza. Somos controlados por ela de tantas formas que nem percebemos. Por mais que o homem tenha se distanciado dela, ela não se distanciou do homem e continua atuando como força motriz dentro dele, a fim de realizar seus próprios propósitos. Em ambos os casos acima, o único propósito é a reprodução da espécie e a preservação da própria, tudo o que criamos em volta disso é fantasia. No caso das mães (animal e humana), o propósito de tamanha devoção e entrega aos filhos (e filhotes), ao ponto de morrer por eles, é a preservação da espécie. Nenhum filhote quando nasce (animal ou humano), têm condições de encarar a selva sozinho e garantir sua sobrevivência. Então a natureza criou esse mecanismo, para garantir que eles sobrevivam e cresçam fortes e saudáveis, para dar continuidade ao processo evolutivo da espécie. O problema é que não temos conhecimento disso e acabamos criando fantasias tóxicas e irracionais em cima, exatamente como no "amor" de marido e mulher.

Eu não sou uma pessoa frustrada no quesito amoroso, já disse em outro tópico que eu nunca nem namorei. Meu propósito é apenas esclarecer às pessoas que vivem perdidos e confusas no quesito afetivo/amoroso, dando-lhes uma perspectiva científica e realista sobre o que está acontecendo, para que possam se libertar do seu sofrimento. Já quebrei a cara em muitas áreas afetivas na vida, o amor ainda não foi uma delas e presumo que nem vai ser, porque mesmo que eu me ralacione com alguém, o conhecimento que tenho e a sabedoria procedente das relações tóxicas de outras áreas da vida que tive, me imunizará.

O seu ponto de vista vem duma ótica racional e biológica e você não está errado no que diz. Contudo, prefiro acreditar que o amor se deve a algo maior que uma pura ilusão criada na nossa mente, pois eu o relaciona a questões espirituais do princípio de “dar e receber”. Só cai na ilusão quem não tem consciência de suas emoções. Não somos parte da natureza, nós somos a natureza. Fazemos parte de um todo e esse “todo” não pode ser ao acaso...

Lucas

Signo: Virgem Ascendente: Gmeos Lua: Virgem
RIO DE JANEIRO - RJ
Membro desde:
18-05-2018
Posts: 364
24-11-2020 10:35
Para não ter confusão semântica.


Bárbara

Signo: ries Ascendente: Peixes Lua: Sagitrio
SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - SP
Membro desde:
30-06-2019
Posts: 3015
24-11-2020 13:02
Quote:
Quote:
O que chamamos de "amor" é apenas a reflexão da resposta instintiva biológica, instigando a seleção sexual. O amor materno funciona no mesmo segmento. Todas às fêmeas na natureza, quando têm filhotes, têm o impulso instintivo/materno de protegê-los e até se sacrificar por eles (existem animais que morrem e/ou abnegam suas necessidades fisiológicas, como comer e beber, para proteger e alimentar seus filhotes). No caso das mães humanas, esse instinto materno ganha o ônus da reflexão psicológica, o que acaba gerando confilhos semelhantes ao "amor" de marido e mulher, de possessão e controle, das mãe acharem que têm o direito de ditar o caminho de vida dos filhos e dizer o que eles têm que fazer embora já tenham 30 anos, etc. A chave da questão é a reflexão psicológica, que transforma o impulso instintivo em sentimento, e que por não termos conhecimento sobre a biologia do mesmo, acaba gerando confusão e conflitos.

Nós somos meras marionetes nas mãos da natureza. Somos controlados por ela de tantas formas que nem percebemos. Por mais que o homem tenha se distanciado dela, ela não se distanciou do homem e continua atuando como força motriz dentro dele, a fim de realizar seus próprios propósitos. Em ambos os casos acima, o único propósito é a reprodução da espécie e a preservação da própria, tudo o que criamos em volta disso é fantasia. No caso das mães (animal e humana), o propósito de tamanha devoção e entrega aos filhos (e filhotes), ao ponto de morrer por eles, é a preservação da espécie. Nenhum filhote quando nasce (animal ou humano), têm condições de encarar a selva sozinho e garantir sua sobrevivência. Então a natureza criou esse mecanismo, para garantir que eles sobrevivam e cresçam fortes e saudáveis, para dar continuidade ao processo evolutivo da espécie. O problema é que não temos conhecimento disso e acabamos criando fantasias tóxicas e irracionais em cima, exatamente como no "amor" de marido e mulher.

Eu não sou uma pessoa frustrada no quesito amoroso, já disse em outro tópico que eu nunca nem namorei. Meu propósito é apenas esclarecer às pessoas que vivem perdidos e confusas no quesito afetivo/amoroso, dando-lhes uma perspectiva científica e realista sobre o que está acontecendo, para que possam se libertar do seu sofrimento. Já quebrei a cara em muitas áreas afetivas na vida, o amor ainda não foi uma delas e presumo que nem vai ser, porque mesmo que eu me ralacione com alguém, o conhecimento que tenho e a sabedoria procedente das relações tóxicas de outras áreas da vida que tive, me imunizará.


Cara, não te conheço, mas admiro o teu posicionamento sobre as coisas. Sei que não tem nada a ver o que vou perguntar, mas que idade você tem? Estou curiosa em saber se o teu conhecimento é com base no tempo de vida.
Meu filho, vá o Conselho tutelar e veja o "amor materno" intrisito nas mulheres. Sobre a natureza, há várias espécies que comem os seus filhotes. É uma visão lúdica e genérica, combato sempre que me deparo porque ela é uma justificativa para país abusadores continuarem abusando de seus filhos.

ENCODED

Signo: Capricrnio Ascendente: Cncer Lua: Capricrnio
SÃO PAULO - SP
Membro desde:
04-08-2018
Posts: 1955
24-11-2020 13:26
Quote:
Ahh, uma outra consequência dos relacionamentos líquidos que é pouco discutida é a tendência geral a ter menos filhos.. no Brasil ainda estamos bem, mas em alguns países europeus ou no Japão isso já está representando um grande problema.. eles acabam com poucos jovens para servir de mão de obra e precisam importar jovens de outros países para fazer os serviços mais básicos.. e como esses jovens geralmente vem de sistemas mais tradicionais (como o islamismo por exemplo) eles acabam formando famílias e tendo mais filhos do quê os nativos daquele país, gerando uma tendência de substituição do povo original do país...

Desse ponto de vista, se formos pensar de um prisma evolutivo, os relacionamentos líquidos podem ser um fator que conduz à extinção das populações que a adotam.. rsrs..


ENCODED: É o que chamam de aculturação, mas não penso que existe um real problema nisso se você realmente ama a pessoa com quem esteja e sei lá, viajou para algum lugar e se apaixonou por lá, o problema é a aculturação como recurso que remete a algo mais politico do que derivado de uma real importância pautada em algum sentimento (amor, vontade de estar perto...) atribuída ao outro, seja islâmico, judeu, americano, europeu e etc.
Mas claro que não estou dizendo que por exemplo uma propaganda enganosa que leva uma pessoa para outro país e chega lá e não é nada da proposta inicial, não seria portanto uma aculturação natural, mas uma aculturação que poderia acontecer pautada em vieses econômicos que podem se a alinhar muito a política do país no sentido de desenvolvimento humano e etc.
E nem discordo de você no sentido de que as relações fluidas comprometem não impactam no que diz respeito a reprodução, mas também no modo como as relações existentes entre pais e filhos acontece, porque um cara com quer ter 3 mulheres, com cada uma tem 2 filhos, onde é que tem tempo de participar adequadamente na vida de uma criança?

Lucas

Signo: Virgem Ascendente: Gmeos Lua: Virgem
RIO DE JANEIRO - RJ
Membro desde:
18-05-2018
Posts: 364
24-11-2020 16:48
Quote:
Quote:
Para não ter confusão semântica.



Até parece que na nossa mente é tudo perfeitamente organizado assim em caixinhas (rótulos), virginiano, sem intersecções. O que há, na verdade, é uma confusão desmedida, que às vezes leva até às pessoas a cometerem suicídio e/ou querer matar o outro, em razão primeva de não entenderem suas próprias emoções. Nessa confusão emocional, existe até a possibilidade de todos esses amores estarem balburdiados dentro do indivíduo. A terminologia meticulosa de Virgem só é útil, se quando ao analisar um assunto elas tiverem aplicabilidade factual, considerando às intersecções, senão se torna falácia, embora não seja mal-intencionado.

Mas não estamos discutindo o amor teoricamente? Porque na prática nem mesmo o que você vem dizendo se aplica. Você elenca algumas atitudes como "a verdadeira coisa", oferecendo algumas provas, e tudo bem, existem casos assim, mas não podemos excluir os outros casos que anulam esse argumento que você extrai de alguns pingados, sendo que aqui mesmo no tópico as pessoas estão comentando que até os coleguinhas sexuais, que só ficam com o parceiro pelo sexo, depois reclamam da falta de uma conexão maior, quer dizer, os outros tipos de amores. Só tenha a humildade e decência de apresentar suas opiniões como opiniões, não como fatos, igual "O que há, na verdade, é uma confusão desmedida, que às vezes leva até às pessoas a cometerem suicídio e/ou querer matar o outro, em razão primeva de não entenderem suas próprias emoções. " Isso aí é uma opinião sua, não é fato. Eu mesmo tenho a minha opinião contrária de que um bom casal vive todos esses amores ao mesmo tempo. A maioria dos problemas conjugais, penso, decorrem de serem amor em primeiro e último lugar erótico.

Lucas

Signo: Virgem Ascendente: Gmeos Lua: Virgem
RIO DE JANEIRO - RJ
Membro desde:
18-05-2018
Posts: 364
24-11-2020 16:56
Quote:
Quote:
Quote:
Quote:
Quote:
O que chamamos de "amor" é apenas a reflexão da resposta instintiva biológica, instigando a seleção sexual. O amor materno funciona no mesmo segmento. Todas às fêmeas na natureza, quando têm filhotes, têm o impulso instintivo/materno de protegê-los e até se sacrificar por eles (existem animais que morrem e/ou abnegam suas necessidades fisiológicas, como comer e beber, para proteger e alimentar seus filhotes). No caso das mães humanas, esse instinto materno ganha o ônus da reflexão psicológica, o que acaba gerando confilhos semelhantes ao "amor" de marido e mulher, de possessão e controle, das mãe acharem que têm o direito de ditar o caminho de vida dos filhos e dizer o que eles têm que fazer embora já tenham 30 anos, etc. A chave da questão é a reflexão psicológica, que transforma o impulso instintivo em sentimento, e que por não termos conhecimento sobre a biologia do mesmo, acaba gerando confusão e conflitos.

Nós somos meras marionetes nas mãos da natureza. Somos controlados por ela de tantas formas que nem percebemos. Por mais que o homem tenha se distanciado dela, ela não se distanciou do homem e continua atuando como força motriz dentro dele, a fim de realizar seus próprios propósitos. Em ambos os casos acima, o único propósito é a reprodução da espécie e a preservação da própria, tudo o que criamos em volta disso é fantasia. No caso das mães (animal e humana), o propósito de tamanha devoção e entrega aos filhos (e filhotes), ao ponto de morrer por eles, é a preservação da espécie. Nenhum filhote quando nasce (animal ou humano), têm condições de encarar a selva sozinho e garantir sua sobrevivência. Então a natureza criou esse mecanismo, para garantir que eles sobrevivam e cresçam fortes e saudáveis, para dar continuidade ao processo evolutivo da espécie. O problema é que não temos conhecimento disso e acabamos criando fantasias tóxicas e irracionais em cima, exatamente como no "amor" de marido e mulher.

Eu não sou uma pessoa frustrada no quesito amoroso, já disse em outro tópico que eu nunca nem namorei. Meu propósito é apenas esclarecer às pessoas que vivem perdidos e confusas no quesito afetivo/amoroso, dando-lhes uma perspectiva científica e realista sobre o que está acontecendo, para que possam se libertar do seu sofrimento. Já quebrei a cara em muitas áreas afetivas na vida, o amor ainda não foi uma delas e presumo que nem vai ser, porque mesmo que eu me ralacione com alguém, o conhecimento que tenho e a sabedoria procedente das relações tóxicas de outras áreas da vida que tive, me imunizará.


Cara, não te conheço, mas admiro o teu posicionamento sobre as coisas. Sei que não tem nada a ver o que vou perguntar, mas que idade você tem? Estou curiosa em saber se o teu conhecimento é com base no tempo de vida.

Ele não respondeu, eu respondo. Ele/Ela tem 27 anos.

Entendi, esse comportamento rápido em expressar o aprendizado, está tudo muito recente na vida dessa pessoa.


Desde quando existe um especialista em minha biografia aqui no Astrolink? KKKKKKK. Não sei o que passa na cabeça desse povo, pra afirmar com tamanha convicção algo tão pessoal sobre os outros. Pela referência irônica (que é projeção) ao intelecto, posso até ter uma ideia de quem seja o indivíduo por trás dessa conta , rs.

Tentei acertar vendo seu saturno retrogrado em peixes. Mas não se preocupe comigo não queridão, pode continuar demonstrando sua experiência ralé !

Tu é novo aqui? Vou ter que ser aquele cara estraga prazeres. Esse Samadhi aí é o Hamal (na época que entrei)/Yuri. Ariano com ascendente em Leão e Lua em Peixes. O Saturno, Marte e o Mercúrio dele são em Áries. Numa resposta aí ele entregou que era ariano e tinha a Vênus em Aquário. Eu já tinha suspeitas, até porque usa os mesmos autores para se embasar, os mesmos argumentos, e comete os mesmos erros ortográficos. Não sei para que fazer outro fake.

victor rodrigo de almeida

Signo: Peixes Ascendente: Sagitrio Lua: Touro
CURITIBA - PR
Membro desde:
07-09-2017
Posts: 10705
24-11-2020 18:19
Quote:
Quote:
Quote:
Quote:
Quote:
Quote:
O que chamamos de "amor" é apenas a reflexão da resposta instintiva biológica, instigando a seleção sexual. O amor materno funciona no mesmo segmento. Todas às fêmeas na natureza, quando têm filhotes, têm o impulso instintivo/materno de protegê-los e até se sacrificar por eles (existem animais que morrem e/ou abnegam suas necessidades fisiológicas, como comer e beber, para proteger e alimentar seus filhotes). No caso das mães humanas, esse instinto materno ganha o ônus da reflexão psicológica, o que acaba gerando confilhos semelhantes ao "amor" de marido e mulher, de possessão e controle, das mãe acharem que têm o direito de ditar o caminho de vida dos filhos e dizer o que eles têm que fazer embora já tenham 30 anos, etc. A chave da questão é a reflexão psicológica, que transforma o impulso instintivo em sentimento, e que por não termos conhecimento sobre a biologia do mesmo, acaba gerando confusão e conflitos.

Nós somos meras marionetes nas mãos da natureza. Somos controlados por ela de tantas formas que nem percebemos. Por mais que o homem tenha se distanciado dela, ela não se distanciou do homem e continua atuando como força motriz dentro dele, a fim de realizar seus próprios propósitos. Em ambos os casos acima, o único propósito é a reprodução da espécie e a preservação da própria, tudo o que criamos em volta disso é fantasia. No caso das mães (animal e humana), o propósito de tamanha devoção e entrega aos filhos (e filhotes), ao ponto de morrer por eles, é a preservação da espécie. Nenhum filhote quando nasce (animal ou humano), têm condições de encarar a selva sozinho e garantir sua sobrevivência. Então a natureza criou esse mecanismo, para garantir que eles sobrevivam e cresçam fortes e saudáveis, para dar continuidade ao processo evolutivo da espécie. O problema é que não temos conhecimento disso e acabamos criando fantasias tóxicas e irracionais em cima, exatamente como no "amor" de marido e mulher.

Eu não sou uma pessoa frustrada no quesito amoroso, já disse em outro tópico que eu nunca nem namorei. Meu propósito é apenas esclarecer às pessoas que vivem perdidos e confusas no quesito afetivo/amoroso, dando-lhes uma perspectiva científica e realista sobre o que está acontecendo, para que possam se libertar do seu sofrimento. Já quebrei a cara em muitas áreas afetivas na vida, o amor ainda não foi uma delas e presumo que nem vai ser, porque mesmo que eu me ralacione com alguém, o conhecimento que tenho e a sabedoria procedente das relações tóxicas de outras áreas da vida que tive, me imunizará.


Cara, não te conheço, mas admiro o teu posicionamento sobre as coisas. Sei que não tem nada a ver o que vou perguntar, mas que idade você tem? Estou curiosa em saber se o teu conhecimento é com base no tempo de vida.

Ele não respondeu, eu respondo. Ele/Ela tem 27 anos.

Entendi, esse comportamento rápido em expressar o aprendizado, está tudo muito recente na vida dessa pessoa.


Desde quando existe um especialista em minha biografia aqui no Astrolink? KKKKKKK. Não sei o que passa na cabeça desse povo, pra afirmar com tamanha convicção algo tão pessoal sobre os outros. Pela referência irônica (que é projeção) ao intelecto, posso até ter uma ideia de quem seja o indivíduo por trás dessa conta , rs.

Tentei acertar vendo seu saturno retrogrado em peixes. Mas não se preocupe comigo não queridão, pode continuar demonstrando sua experiência ralé !

Tu é novo aqui? Vou ter que ser aquele cara estraga prazeres. Esse Samadhi aí é o Hamal (na época que entrei)/Yuri. Ariano com ascendente em Leão e Lua em Peixes. O Saturno, Marte e o Mercúrio dele são em Áries. Numa resposta aí ele entregou que era ariano e tinha a Vênus em Aquário. Eu já tinha suspeitas, até porque usa os mesmos autores para se embasar, os mesmos argumentos, e comete os mesmos erros ortográficos. Não sei para que fazer outro fake.


Mas o Yuri mesmo disse que era o Yuri em outro tópico.

victor rodrigo de almeida

Signo: Peixes Ascendente: Sagitrio Lua: Touro
CURITIBA - PR
Membro desde:
07-09-2017
Posts: 10705
24-11-2020 21:17
Quote:
Caraio, Virgem... Já é perda de tempo entrar nesse site, mas ficar de plantão com o intuito de verificar se usuários são fake ou não... Hahahahaha Não lembro quem é Yuri, mas se ele tiver um Playstation 5, vou adicionar.


kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk