Fórum Astrolink


[CASAS] - Nodos lunares nas casas - Parte I


criar novo tópico responder ao tópico

Diego

Signo: ries Ascendente: Sagitrio Lua: Leo
JOINVILLE - SC
Membro desde:
29-03-2018
Posts: 369
29-12-2018 14:32
Série evolução -> Inspirada na série vênus/marte da Nikki

Continuando o projeto da série, novamente um compilado que pode ser muito útil para todos (fontes no final), mais organizado e salvo aqui para facilitar o acesso e compreensão da galera. Dediquem a leitura de seus nodos lunares, certamente irão gostar e após, complementem com quíron se assim desejarem.

NODOS LUNARES: A evolução da alma

Nodo norte em Áries ♈ Nodo norte em touro ♉ Nodo norte em gêmeos ♊ Nodo norte em câncer ♋ Nodo norte em leão ♌ Nodo norte em virgem ♍ Nodo norte em libra ♎ Nodo norte em escorpião ♏ Nodo norte em sagitário ♐ Nodo norte em capricórnio ♑ Nodo norte em aquário ♒ Nodo norte em peixes ♓

Complemento necessário: Nodos lunares nas casas - Parte I e Nodos lunares nas casas - Parte II

Outras séries: QUÍRON - A ferida e a cura , Manual de conquista das vênus, Os homens de marte e Os homens de vênus.

Se você ainda não sabe o que são os nodos lunares, veja aqui




NODOS LUNARES NAS CASAS - PARTE I


Nodo Norte na 1ª Casa = Nodo Sul na 7ª Casa, sugere pessoa:


* Que acostuma se acomodar nos seus relacionamentos e viver através ou depende dos outros. O indivíduo pode desenvolver um padrão de acomodamento e dependência dos relacionamentos, especialmente das parcerias onde se sinta casado, comprometido. E ao mesmo tempo em que aceita e se submete a estas parcerias, sente-se insatisfeito e sempre com vontade de ficar sozinho.

* Que pode pensar que ela não se desenvolve porque outras pessoas o impedem ou porque suas obrigações com outras pessoas o impedem.

* Que ainda sem querer, quando vai ver continua se ocupando mais dos outros que de si mesmo.

* Que sustenta suas ideias apoiada em autoridades, especialistas, mestres, autores reconhecidos. Seus textos são reflexões ou referências a outros autores. Habitualmente é funcionário público ou de uma grande empresa. Ela pode se acostumar a encontrar sua segurança na estrutura criada por outras pessoas. Em vidas passadas ela pode ter sido uma espécie de assessor, facilitador e assim varias almas agradecidas estão em disposição de ajudá-lo. Mas ao mesmo tempo ao sentir as orientações do nodo norte a pessoa se resiste em aceitar com tranquilidade estas ajudas e briga com elas. Se o indivíduo não acordar deste drama, passa a vida aceitando oportunidades abertas por outros, mas depois se recriminando por que as coisas não acontecem como ela quer.

* Que tem dificuldade de sair de seus relacionamentos ou trabalho ainda esteja querendo. A pessoa não sai de seus relacionamentos ou contratos de trabalho insatisfatórios por medo de ficar sozinho ou ser incapaz de fazer de por si, assim pensa em se separar, mas não se separa. É um vai e vem que pode trazer sofrimentos aos envolvidos. Como resultado, está descontente em qualquer casamento ou parceria em que se encontre, pois geralmente não corresponde ao que sente que é destinado.

A sugestão do nodo norte é para a pessoa investir em sua independência e autogestão se resistindo as acomodações que podem ser oferecidas por parceiros.

Ela é vulnerável as opiniões dos outros. Ela tende a se afetar com a expectativa, que ela imagina que os outros tenham dela e assim em vez de se relacionar diretamente com a pessoa o faz através das historinhas que cria na sua cabeça. Ela pode estar reconstruindo paralelamente enredos de vidas passadas e assim confundir passado com presente e o que quer do futuro. O nodo sul na casa VII pinta o casamento como um lugar conhecido, experimentado, familiar, mas quando se é seduzido por ela e se penetra nela também se encontram as dores, os sofrimentos, as feridas que apesar da força do presente, podem contaminar os relacionamentos. Na verdade a alma busca caminhos de resolver velhas questões, sarar velhas feridas, e assim usa o presente como um trampolim para curar o passado.

Ela pode tender a dar muita importância as informações e conselhos de oráculos e adivinhos na tentativa de revelar o destino e o oculto. Ela no fundo suspeita que algo de bichado existe no casamento. Ela sempre escutará a voz do diabinho que vem a trazer dúvidas, questionamentos, más noticias, os alarmes das perdas, faltas, traições.

Ela deverá conseguir se libertar da necessidade de agradar, seduzir para garantir o poder que os outros exercem sobre ela.
Poderá sentir medo de casar ou estabelecer compromissos no relacionamento, no intuito de não repetir sua subordinação em outras vidas. Assim pode se resistir a relacionamentos profundos, intensos, plutonianos, uranianos, e optar por relacionamentos onde se sinta com folga e liberdade, embora insatisfeita.

O seu dilema é: como ser coerente consigo mesmo, verdadeiro, manter a individualidade dentro de um relacionamento profundo?

A pessoa, movida por medos acordados por determinadas situações (vozes de vidas passadas), pode mostrar-se inadequada ou agressiva, a tal ponto de repelir o que antes tinha atraído.

A saída mais inteligente nos desafios deste eixo nodal é ser humilde no setor dos relacionamentos e aceitar que poderá sentir dificuldades para se relacionar com harmonia, e segundo forem se manifestando os desafios, ir aprendendo e evoluindo.
Para desenvolver consistência, segurança e autoestima a pessoa deverá investir no autoconhecimento, estudo vocacional e um plano racional de desenvolvimento de habilidades, talentos e potencialidades.

Segundo Martin Shulman no livro "Os Nodulos Lunares": Este indivíduo está aqui para passar por experiências que desafiem o ser. Em encarnações passadas ele caiu na armadilha de depender de pessoas incapazes de corresponder à sua confiança.

Gastando muito tempo na tentativa de ajudar os outros a se compreenderem a si mesmos, nunca parou para refletir, que ele mesmo não se compreendia. Como resultado de colocar a ênfase fora de si, torna-se agora difícil para ele ver quem realmente é. Isto é particularmente forte se Netuno é encontrado perto do Ascendente.

Estes Nodos indicam encarnações passadas nas quais o indivíduo mergulhou sua identidade nos afazeres dos outros. Casamento e associações estão tão profundamente enraizados em sua forma de fazer as coisas, que esta procura de si mesmo é constantemente vista através dos olhos de outras pessoas. Portanto, permite que os pensamentos e opiniões de outros a seu respeito influenciem seu próprio senso de identidade.

Finalmente, precisa livrar-se da escravidão de tentar ser tudo para todas as pessoas e, e à luz de sua própria vibração singular, estabelecer quem realmente é. Ele precisa deixar de viver na sombra da vida de outras pessoas.

As lembranças de sua alma, de cooperação e trabalho em conjunto são tão fortes que, toda vez que se volta para elas, se anula por causa dos outros.

Seu Nodo Norte na Primeira Casa traz, agora, a consciência de que de algum modo ele perdeu sua identidade. Mergulhado no desejo de agradar, distanciou-se da sua natureza essencial. Isso é um desafio na vida atual, uma vez que deseja ser verdadeiro e, ao mesmo tempo, não ferir os que lhe estão próximos.

Finalmente, ele precisa aprender como assumir adequadamente o papel de liderança. Isto é extremamente difícil, pois ele teve muita experiência de vida anterior sendo submisso. Ele se sacrificou para que os outros pudessem atingir suas metas.

Todas as suas experiências importantes giram em torno de uma dócil aquiescência. Agora, o mais elevado potencial de crescimento é estabelecer uma forma de ser ele mesmo. Muito frequentemente, quando ele se conscientiza de tudo quanto sacrificou através de seu Nodo Sul, torna-se um extremista, sentindo que um estado de existência inibe o outro. Ele começa a focalizar toda sua energia de vida em torno do desejo de guiar, ao invés de ser guiado. Através de um conhecimento instintivo de que seu Calcanhar de Aquiles está na maneira como ele se permite ser colocado na posição de sofrer uma certa exploração no matrimônio, ele desenvolve a tendência de se tornar muito autoafirmativo. Ele tenta compensar o que sente que perdeu.

Para alcançar a felicidade na vida atual, precisa aprender como equilibrar igualmente suas próprias necessidades com as dos que estão ao seu redor. Ele precisa, deliberadamente, tentar não precipitar sua própria independência e crescimento, com a compreensão de que as mais belas flores levam tempo para desabrochar, enquanto só a erva daninha cresce rápido.

O signo que contém o Nodo Sul indica os caminhos pelos quais o indivíduo durante encarnações anteriores submergiu-se nos outros. O signo que contém o Nodo Norte mostra os caminhos pelos quis ele, agora, pode estabelecer seu próprio senso de identidade.


Nodo Norte na 2ª Casa = Nodo Sul na 8ª Casa


Nodo sul na oitava casa é aquele que há várias vidas percorre os labirintos tesudos e encantadores dos mistérios: sexo, intimidade, magia, piração, perversão, morte, intensidade. Neste caminho encontrou felicidades, alegrias, gozos, mas também terríveis dores e sofrimentos, que arrepiam ao mais forte. Nesta vida a pessoa sente uma vontade imensa de se entregar de novo, mas os medos a detém e sugerem para que fique na realidade e valorize a segurança.

Segundo Martin Shulman no livro "Os Nodulos Lunares": O indivíduo com estes Nodos gasta grande parte das energias do lado mais escuro da vida. Ele tem segredos de encarnações passadas e, agora, gasta a maior parte de seu tempo guardando-os cuidadosamente. Sua maior dificuldade é tentar manter uma vida acima de reprovações, pois seu ser inferior é poderosamente forte.

Ele deseja luz, mas cada passo que dá em direção a ela a dor do seu subconsciente culpado bloqueia o caminho.

Ele viveu muitas experiências em vidas passadas atrás de portas fechadas, onde os olhos da sociedade aberta não podiam ver. Estava até mesmo acostumado a criar circunstâncias enganadoras onde antes não havia nenhuma.

Realmente, ele está testando os limites dos valores de outras pessoas e, embora muitos possam conhecê-lo intimamente, ninguém na verdade o conhece bem.

Interiormente é tremendamente nervoso, por medo de que os outros possam abrir suas portas secretas, pois ele bem sabe que está minando quase tudo o que toca! Ainda assim ele tem autoconfiança para acreditar que tudo correrá bem, não importa para onde suas aventuras, algumas vezes imorais, continuem a guiá-lo.

Porque este indivíduo ainda não estabeleceu seu próprio senso de valores tenta desesperadamente estudar os valores dos outros. Fazendo isto, inadvertidamente, os empurra para fora de seus caminhos e, por isso, pode ser uma ameaça a tudo que para os outros é próximo e querido. Em encarnações passadas destruiu muito de seu próprio sistema de valores; portanto, acha difícil agora compreender por que os outros tratam com cuidado as coisas que fazem. Ele não possui seu próprio interesse nesta vida e então, com nada a perder, sente-se livre para reivindicar os interesses dos outros. Geralmente isto é realizado de uma maneira tão sutil que é extremamente difícil de reconhecer.

Há também um forte resíduo de abuso sexual em vidas passadas. Ele aprendeu a pensar em sua sexualidade como sua força, usando-a como apoio para ganhar posse de outros. Na mulher esta é a história de Dalila ou Mata Hari, cujos raros poderes sexuais afastaram os homens mais fortes de suas missões determinadas. No homem, muito da energia da vida é dissipada em pensamentos sexuais. Ele não usa isto como poder, no mesmo sentido que a mulher, mas é para ele a reafirmação de que tudo está correndo bem com seu ego.
O mais interessante é que o sexo nunca é o fim, mas sempre o meio. No sistema de troca e barganha, a atração sexual ou a receptividade torna-se o pagamento em troca dos valores dos outros.

Indivíduos com estes nodos ficam enciumados facilmente. Constantemente desejam trocar de lugar com quem quer que pareça ter um jardim mais verde e, muito frequentemente, sentem que o sexo é um preço justo a pagar pelas honras que, eventualmente, possam receber.

De encarnações passadas, este indivíduo sente-se evitado pela sociedade. Agora, nos limites de aceitação, ele é como uma pequena criança perdida na neve, espiando a janela de uma cabana iluminada com a esperança de que alguém chegará e a tirará do frio.

Não consegue discernir, pois deseja tanto um alívio imediato de sua dor atual que, para ele, pouco importa se está pulando da panela para o fogo.

Ele se volta para onde o conforto está disponível, pois suas lealdades ainda não alcançaram o estado de evolução no qual elas possam ser consideradas totalmente confiáveis.
Em sua infância, nesta vida, sente o medo da morte, quase como se a morte em si pudesse ser a punição lógica para toda a sua má conduta em encarnações passadas.

Ele continua sentindo que tem que lutar pelas coisas de que necessita, pois não tem a sensação de merecê-las ainda. Quando se vê incapaz de atingir o lado claro da vida, acusa secretamente os outros pela sua má-sorte.

Em raros casos este indivíduo precisa superar tendências criminosas de vida passada ou resíduos de bruxaria. Somente através do cultivo adequado de seu nodo Norte na segunda casa ele pode criar a substância que o levará a um novo renascer.

Aqui a memória de vidas passadas deve ser trazida para a superfície e depois iluminada totalmente nesta oitava casa da morte e do renascimento, antes que a alma possa prosseguir em uma nova escala de valores.

O indivíduo precisa aprender a desenvolver e construir aquilo que é realmente significativo para ele, compreendendo claramente que aquilo que é obtido de forma desonesta é muito difícil de preservar. Ele não pode esperar se desenvolver através do esforço de outras pessoas, pois se deseja cruzar a ponte precisa pagar a taxa de seu próprio bolso.

Tão logo ele cresça para esta realização, a porta da cabana iluminada se abrirá para ele: não através da bondade dos outros, mas porque ele a mereceu.

O signo que contém o nodo Sul indica as formas pelas quais em encarnações passadas o indivíduo viveu o oculto, o lado obscuro.

O signo que contém o nodo Norte mostra as formas pelas quais ele pode, agora, construir uma nova e significativa vida para si pelo estabelecimento de seu próprio sistema de valores.


Nodo Norte na 3ª Casa = Nodo Sul na 9ª Casa


A pessoa devido a seu investimento em vidas passadas em religião, ética e moral, pode desenvolver um padrão de obediência a ideologias, religiões, filosofias de forma compulsiva, instintiva, automática. Mas ao mesmo tempo impelido pelo nodo norte na casa III não consegue ter motivação para cumprir com a rotina e obrigações exigidas.

A pessoa busca uma forma mais simples de se entender e expressar a revelia da sua moral. É o caso onde moral e ética podem mostrar suas diferenças na pessoa, por um lado a pessoa acredita e se compromete com uma visão de mundo que na prática de seu dia a dia não consegue ser consequente ou tenta mudar.

A pessoa na sua juventude pode investir em estudos superiores ou universitários e depois abandonar optando pela simplicidade como critério de vida. Nos seus estudos a concentração requerida sempre pode estar sendo sabotada por uma vontade de dispersar e ficar a toa, se resistindo ao complexo, sofisticado, difícil. É como se uma voz interior lhe falasse que o conhecimento verdadeiro se expressa de forma simples, clara e até com pitadas de humor, segundo indica o astral da casa III, análoga ao signo de Gêmeos.

Na primeira etapa da vida pode achar o estrangeiro e o mundo (casa IX) como um sonho e depois pode achar seu bairro (casa III), sua vizinhança, seus relacionamentos como suficientes, onde encontra tudo o que busca.

A pessoa escuta uma voz que o convida a viver com simplicidade, humor e simpatia. Ela gostaria de viver com mais simplicidade do que faz e se libertar de crenças e costumes que complicam sua vida com rotinas nas quais se sente aprisionado.

Nesta vida a pessoa é instada a conseguir expressar suas ideias e sentimentos com simplicidade e espontaneidade, algo lhe diz para viver no aqui e agora, saboreando a alegria de estar presente e em relação.

A pessoa pode sentir necessidade de dedicar mais tempo a seus relacionamentos com os próximos, irmãos, parentes, vizinhos e fazer questão de participar de organizações e associações de bairro.

A pessoa pode ter talento para assuntos que lidem com educação, mídia, comunicação, expressão, troca e negócios.

Segundo Martin Shulman no livro "Os Nodulos Lunares": Estes Nodos representam um carma nos relacionamentos. O indivíduo está aqui para aprender como integrar o entrelaçamento de pessoas e ideias à espera de sua compreensão. O Nodo Sul na Nona Casa mostra uma ênfase no desenvolvimento em vidas passadas. Literalmente, milhões de horas de pensamento foram gastas para desenvolver em abundância a sabedoria. Muito foi sacrificado para fazer isto, especialmente relacionamentos com pessoas próximas. Para que muito do crescimento da alma pudesse ser consumado, a liberdade de explorar sem restrições ou limitações teve que ser desenvolvida primeira.

Agora, na vida atual, o indivíduo está ligado à sensação de liberdade de sua encarnação passada e, apesar de sentir que precisa retê-la, não pode mais conscientemente lembrar-se o motivo.

De vez em quando ele sente vontade de viajar para visitar horizontes diferentes, pois em algum lugar à distância está o arco-íris que está acostumado a procurar. Ele é um nômade mental, viajando constantemente através da grande expansão de sua consciência, parando somente para descansar em todos os oásis que ofereça abrigo temporário a seu impulso inquieto.

Está sempre procurando, ainda que seja difícil definir exatamente o que procura. Ele acha os outros confusos enquanto, curiosamente, tenta compreender o que os faz palpitar. Aqui estão contidas algumas de suas principais lições cármicas. Ele precisa aprender como interagir com as pessoas. Embora ele possa estar bem-casado, ou envolvido em relacionamentos íntimos, ainda mantém uma postura de solteiro em seus pensamentos. Ele precisa aprender, agora, como fazer sua vida se ajustar ao lugar exato do quebra-cabeça permitido por todos os que vivem ao seu redor.

Os caminhos pelos quais ele se relaciona e se comunica serão constantemente testados, uns após os outros. Finalmente, ele se verá emaranhado em uma rede de pessoas de forma que todo o conhecimento adquirido em vidas anteriores possa ser posto em prática.

Nos relacionamentos de sua vida atual ele se sente frustrado com o pouco espaço que lhe sobra. O cerco de pessoas a seu redor chega, eventualmente, a extinguir sua tendência de vidas passadas de ser evasivo e, em seu lugar, o ensina a arte de se comunicar.

Ele se preocupa muito com os valores de sexualidade, sentindo-se obrigado a conquistar qualquer amarra que esta força tenha sobre ele. Agora, ele vê claramente a presença de um ser superior e de um ser inferior, e é livrar-se dessa tensão que ele precisa carmicamente combater.

O indivíduo está menos interessado em ganhar do que em proteger-se contra a perda. Ele teme terrivelmente perder a liberdade a que foi acostumado em encarnações passadas: ainda assim, deve arriscar tal perda se quer interagir com a humanidade. Tão logo queira correr o risco, estará pronto para receber suas maiores recompensas.

Finalmente, ele se eleva através da leitura e estudos dirigidos e, apesar de estar mais acostumado a caminhos informais de aprendizagem, será uma educação formal que, agora, permitirá uma visão global para ele.

Esta posição nodal frequentemente provoca um casamento com atritos, uma vez que o indivíduo está inclinado a relacionamentos fora do matrimônio dos quais resulte a compreensão das interações de personalidades que ele precisa desenvolver.

Uma de suas maiores lições é aprender como fortalecer suas energias, pois cada vez que sente a urgência de se afastar das coisas ele tende a deixar pontas soltas espalhadas atrás de si.

Sua vida é ampla em perspectiva, não só em áreas de conhecimento, mas também na miríade de pessoas que encontra e a quantidade de locais por onde viaja.

Ele finalmente irá ser conhecido como um Mensageiro, trazendo a todos os que precisam a informação específica que, como o maná dos céus, é colocada em suas mãos no momento da fome.

Em essência, ele é o mestre dos mestres, pois apesar de ter pouca paciência com uma situação de sala de aula, ele é bem capacitado para fornecer informação onde e quando for necessário; ele gosta de fazer isto porque preenche sua necessidade de movimentação de vidas passadas. Assim ele nunca consegue ver como realmente são importantes as informações que está propagando. Contudo, tem um tremendo efeito sobre a consciência de todos aqueles cujas vidas ele toca.

Sua própria vida é tão interessante e completa como uma enciclopédia, pois ele tenta viver muito daquilo que lê.

Por toda sua movimentação alguém poderia pensar que ele está desejoso por um descanso; entretanto, é tremendamente nervoso e necessita desta grande quantidade de movimentação em sua vida. O nervosismo não deve ser considerado um traço negativo, mas sim parte de sua missão, pois isto o faz lembrar que tem uma tarefa a cumprir. Toda vez que uma informação chega a sua mente o nervosismo torna-se um gatilho, lembrando-o de que ele precisa liberar essa informação em algum lugar.

Em encarnações passadas ele evitou conclusões. Agora ele se recusa a fazer um julgamento final sobre qualquer coisa. Isto é parte de sua compreensão de que, se fosse para ele tomar uma decisão final, seria prematuro - pois ele sabe que novas informações constantemente estarão chegando!

Ele está superficialmente familiarizado com quase todas as áreas. Assim, no plano pessoal, ele é extremamente incompreendido, pois as mensagens que emite são tão unicamente dissimuladas e têm a tendência de passar por cima das cabeças dos outros, que o veem eternamente fofocando sobre nada.

A verdade é que todas as suas palavras são importantes, mas elas precisam ser vistas como portadoras de valores mais profundos do que superficiais, antes que possam ser interpretadas apropriadamente; ele é verdadeiramente o mensageiro alado dos deuses.

O signo que contém o Nodo Sul indica os caminhos incompreensíveis pelos quais a mente superior livre está acostumada a receber suas informações codificadas. O signo que contém o Nodo Norte mostra os caminhos pelos quais o indivíduo pode agora traduzir seu conhecimento em uma linguagem que a sociedade possa entender e aceitar.


Nodo Norte na 4ª Casa = Nodo Sul na 10ª Casa


A pessoa com este eixo nodal, ainda que anele construir uma família e se dedicar a seu mundo interior, poderá na primeira metade da sua vida se dedicar a desenvolver sua vida profissional e alcançar status e reconhecimento público, recuando ao passado onde pode ter alcançado reconhecimento e sucesso. No entanto sua necessidade emocional de família e mundo interior podem sabotar sua dedicação ao trabalho, pois nesta vida o que realmente o movimenta é se encontrar emocionalmente e constituir família. Mas como não tem experiência neste setor, passará por provações diversas dificultando que consiga estabelecer a família ideal que anela. Em compensação, recua em busca de reconhecimento através do trabalho, mas como sua energia está voltada para a família, pode não conseguir investir na profissão tudo o que requer segundo suas expectativas. Assim não faz nem uma coisa nem a outra, até um dia aceitar que o mais importante nesta vida é sua cura emocional.

A pessoa também pode canalizar este anelo de casa IV pela necessidade de pertencer a um grupo, a uma tribo com identidade que o acolha como membro especial, ainda que ele tenha dificuldade de se relacionar com seus membros e cumprir seus compromissos, adotando uma situação ambígua ou diferenciada, especialmente por não ter tempo, energia, experiência para dar conta das exigências de uma convivência em família e em grupo. Ela anela a família e o grupo a que pertence, mas na real não consegue estabelecer relacionamentos satisfatórios por inexperiência. A atitude adequada para esta situação seria a pessoa se dispor a aprender a conviver, escutar, dialogar com o diferente, mas acostumada a relacionamentos burocráticos e práticos sempre violentados pelo ritmo do trabalho, pode não resistir e quando está chegando perto, foge e se distância.

A pessoa pode se levar pela crença de que só conseguirá seguridade na sua vida, se garantir sua realização profissional, onde deverá conquistar poder, segurança e comando. Pode levar nesta ilusão a primeira metade da sua vida, sem encontrar tempo e ocasião para cultivar sua vida emocional, família e relacionamentos afetivos. Sacrifica sua vida emocional, afetiva e familiar em função da segurança que sente na realização profissional.

Ainda que a pessoa não encontre tempo e ocasião para construir sua família e cultivar seu mundo emocional, sente que um dia conseguirá, pois anela profundamente por isso, mas sempre as exigências dos compromissos profissionais escolhidos o impedem de viver seu sonho e as pessoas envolvidas sofrem e podem chegar a desistir. Ao mesmo tempo como sua meta e paixão está na família e seu mundo pessoal, não consegue levar a frente como poderia o que faz profissionalmente, tendendo a burocracia, repetição de modelos seguros, mas sem brilho e ousadia, gerando insatisfação com o tempo.

A sua saída é a cura emocional e a disposição de assumir compromissos conscientes com sua vida intima, pessoal, familiar e as pessoas envolvidas até conquistar relacionamentos saudáveis e bem cultivados. Só assim poderá rever também sua relação com a vida pública e o trabalho de forma criativa e apaixonada, e conquistar a realização e brilho que tanto almeja.

Segundo Martin Shulman no livro "Os Nodulos Lunares": Este indivíduo precisa aprender a superar o sentimento cármico de que é o centro vital de todas as situações a sua volta. Ele chega nesta vida atual com memórias subconscientes de um senso de dignidade do passado que o leva a acreditar que pelo menos algumas áreas da experiência de vida estarão aquém dele.

Suas encarnações passadas o colocaram na posição de ser capitão de seu próprio navio, senão, comandante de outros. Como resultado, ele está acostumado a assumir uma posição autoritária, sempre que a fraqueza de outros provoque sua necessidade poderosa de assumir o comando.

Ele gosta do papel de protetor e vai a extremos para preencher sua vida com aqueles cujas fraquezas os coloquem sob seu domínio, fazendo isto ele está constantemente testando seu próprio poder de se erguer.

Esta é uma posição solitária, pois aqui o indivíduo está muito envolvido com sua missão autoimposta, nunca permitindo que outros vejam seu verdadeiro ser interior. O que ele mostra é uma fachada do papel que se sente obrigado a fazer.

Na vida atual ele passa por experiências que o ensinam como sair do seu arranha-céu e assegurar-se de suas fundações.

É na área de seus mais íntimos relacionamentos, dentro de sua própria família, que o palco é montado para sua batalha perpétua de vida na tentativa de ganhar controle de suas próprias raízes.

Muitos com estes Nódulos têm pais extraordinariamente exigentes cujas expectativas os encorajam a acreditar que estão verdadeiramente destinados a alcançar a posição de se sentarem no topo do mundo. Como resultado, estão descontentes com qualquer situação em que se encontrem, pois geralmente não correspondem ao que sentem que foram destinados.

A lição cármica aqui é que "mais vale um pássaro na mão que dois voando". O individuo precisa superar sua presteza em abandonar o que tem pela possibilidade de conseguir o que não tem.

É tão relutante em se ver em uma posição secundária que, quando circunstâncias o forçam a fazer isto, ele pode, em casos extremos, até pensar em grandes sacrifícios pessoais até alcançar o que quer, pois acredita firmemente que sem alcançar algum grande destino a vida é completamente sem valor.

Esta encarnação o dirige através da experiência de enfrentar o conflito entre uma carreira para si e as exigências de sua família.

Ele precisa amadurecer, pois com toda a sua força, poder e dignidade projetadas, ele é quase um inválido quando precisa solucionar seus próprios problemas emocionais. Ele precisa examinar suas raízes e, depois de tirar sua cabeça das nuvens de seu passado, construir uma base prática para seu futuro.

Finalmente ele aprende que organizando a vida dos outros está simplesmente se distraindo de pôr sua própria vida em ordem.

O relacionamento estabelecido com os pais, desde cedo na vida, é mais importante neste nodo do que em qualquer outra posição do zodíaco. Aqui o indivíduo gastará muito mais energia de vida tentando ser totalmente livre e independente de seus pais, embora sempre consciente de quanto precisa deles. Contudo, os padrões de reação à vida continuam a mostrar um claro desafio aos pais, mascarando uma forte necessidade do seu amor.

Esta alma está num momento cármico onde ele se sente depreciado por todos os seus esforços. O resíduo de encarnações passadas está baseado na realização, à procura de reconhecimento e apreço. Agora a realização é sua própria recompensa. A alma precisa parar de tentar ganhar audiência por suas ações, percebendo que a audiência estará sempre lá, se suas ações forem suficientemente grandiosas. O indivíduo tende a perder-se que ele precisa, literalmente, transformar sua quarta casa em um novo nascimento de atitudes emocionais, aprendendo a lição de que quando um homem fia na ponta dos pés ele está instável.

Sua vida é como uma bela orquídea: uma esplêndida visão para se contemplar, quando crescida e alimentada sob o mais delicado controle de condições ambientais. Mas, uma vez que a orquídea estiver pronta para exibição, será cortada de suas raízes e, seguramente, murchará e certamente morrerá após algum tempo. Este indivíduo se deparará com a escolha entre ser uma orquídea em um jardim ou sacrificar sua própria felicidade para ser a mais bela flor na lapela de alguém. Tão logo ele supere sua necessidade de vida passada de exibição, poderá começar a crescer para a maturidade que está desesperadamente procurando.

O signo que contém o nodo sul, indica os caminhos pelos quais ele ainda super enfatiza sua importância. O signo que contém o nodo norte mostra como ele pode crescer para tornar-se uma substância tão plena emocionalmente que não mais terá que identificar sua felicidade com a memória de autoestima de sua alma em vidas passadas.


Nodo Norte na 5ª Casa = Nodo Sul na 11ª Casa


Esta pessoa vem em esta vida para desenvolver seu poder criativo, para facilitar a vida, o prazer e a alegria. O desafio é conseguir sair do encantamento de seus sonhos e esperanças.

Outro desafio poderá ser conseguir trabalhar em equipe. Por um lado gostaria fazer suas coisas sozinho, por outro se sente mais seguro se faz em conjunto a outras pessoas em que confia. Mas o difícil é reunir as pessoas entorno de seus propósitos.

A pessoa, apesar de se resistir, tende a ser aprisionada pelos grupos a que pertence e amigos que o envolvem em outros propósitos, e lhe tomam toda a sua energia e tempo. Seu ideal é poder ser mais livre e dar conta de sua energia pessoal.

Ao mesmo tempo em que busca pertencer a grupos e cultivar suas amizades pode não conseguir estabelecer relacionamentos duráveis a não ser que consiga manter uma posição descompromissada ou que claramente assuma a liderança do grupo em função da realização de seus propósitos.

Num primeiro momento se entrega ao grupo ou aos amigos, mas logo razões pessoais o fazem se afastar ou distanciar. O seu anelo por autonomia e realização pessoal e falta de liderança, o podem afastar das exigências destes relacionamentos. O seu pretexto para se desligar pode ser o se sentir não reconhecido ou não concordar com a forma de ser dos outros reveladas depois de um conhecimento mais profundo, mostrando dificuldade de lidar com diferenças. Nesta vida algo lhe diz para se concentrar no que quer e não perder tempo conciliando diferenças.

É muito importante para esta pessoa conseguir desenvolver sua liderança e aprender a trabalhar em equipe. Ou por outro lado, realizar com planejamento o que se propõe buscando realidade para seus sonhos e ideais.

Se tiver família, se esforçará em se dedicar e corresponder a seus filhos. Pelos filhos poderá adequar compromissos com projetos, grupos e amigos. Poderá se dedicar também a trabalhar para crianças.

A pessoa tenderá a sempre querer mais brilho e reconhecimento. Gostará de ser valorizado, querido e admirado pelas pessoas com quem convive.

A pessoa pode desenvolver também a vontade de competir e vencer desafios através de seus talentos. O seu desafio é sua inexperiência neste setor, assim poderá se sentir inadequada ou insegura ao encarar seu poder pessoal. Nesta vida esta pessoa deverá aprender a lidar com sua energia e poder pessoal.

Poderá sentir insegurança no seu desempenho sexual e no uso de seu poder pessoal.

Aconselha-se investir no desenvolvimento de seus talentos e habilidades pessoais, assim como no autoconhecimento da sua sexualidade. É bom também fazer teatro, desenvolver ao máximo suas potencialidades expressivas, aprender a se relacionar e fortalecer sua autoconfiança através do autoconhecimento. A pessoa deverá desenvolver seus talentos e habilidades ao ponto de conseguir desenvolver um jeito de ser que lhe permita encontrar seu lugar no mundo com firmeza e solidez.

Segundo Martin Shulman no livro "Os Nodulos Lunares": Aqui o indivíduo está aprendendo sobre o Processo Criativo. Ele gasta muito tempo nas nuvens, atrelando seu vagão a algum sonho distante ou ponderando através de sua profusão de ideias fantásticas. Em encarnações passadas, ele viveu para a realização de seus desejos. Agora seu mundo transparente de delicados sonhos está tão ornamentado com a fragrância acumulada de promessas, que é preciso muito estímulo de ações reais para sacudi-lo e libertá-lo.

Desde pequeno ele aprendeu a ser um observador de pessoas, gastando a maior parte de suas horas conscientes ponderando as possibilidades das ações de outras pessoas. Como resultado de vidas passadas ele aprendeu como ser altamente imaginativo e inventivo; às vezes até engenhoso, mas costuma gastar muito dos seus poderes mentais elaborando os intrincados enredos de seu fantástico sonhar acordado.

Ele nunca para de se surpreender com as excentricidades que pode evocar dentro de sua própria mente, mas por toda sua ingenuidade é uma das pessoas menos práticas do zodíaco. Ele está sempre profundamente emaranhado em pensamentos. Mas, o que realmente está fazendo é buscar símbolos que o proverão de novos materiais para futuros sonhos.

Quando ele volta à Terra, seu primeiro instinto é procurar amigos que, em aparência ou comportamento, o façam lembrar das personagens de seu delicado mundo de fantasias.

Sua mente está constantemente vagando num futuro distante, e, lá, na ficção científica de um século ainda por viver, ele se entrega à fascinação das mais remotas possibilidades que, por outro lado poderia ter pouco ou nenhum sentido em sua vida atual. Ainda assim, ele gosta de ponderar.

Ele pensa muito sobre o valor de seu trabalho, bem como no efeito dos pais na sua infância, os quais ele culpa por suas dificuldades em lidar com seus impulsos sexuais.

A verdade é que nem seu trabalho nem seus pais nem mesmo seus impulsos sexuais realmente o aborrecem mas, pelo contrário, sua frustração aparece a partir da lacuna que vê entre a realidade de seu mundo de sonhos de vida passada e as duras circunstâncias de seu despertar em cujas fronteiras e limitações sua vida atual é vivida.

Ele acha difícil compreender por que há uma barreira entre os sonhos e as ações e, como resultado, gasta muito esforço tentando avançar através das paredes da limitação que separam um mundo do outro.

Mas enquanto isso está dispersando sua força e quanto mais faz isto menos é capaz de criar sua própria vida.

Ele precisa perceber que através do nodo norte em sua quinta casa lhe é dado, agora, o maior presente que uma pessoa pode receber: o poder de criar o seu próprio destino. Estudando os processos de criação ele pode se tornar consciente de que são os seus próprios pensamentos que têm provocado todas as circunstâncias que ele crê reais na sua vida. Ele precisa então ir além e compreender a ligação entre seu pensamento e seus sonhos, pois, certamente, é sua vida de sonhos que, mais do que pensa, está criando sua vida na Terra.

Ele precisa aprender a ser responsável por seus sonhos e cuidadoso com o que deseja pois, mais que outro com qualquer outra posição Nodal no zodíaco, irá ver seus sonhos materializados. Mas sempre o efeito físico de cada sonho chega com um pequeno desvio, suficiente para fazê-lo perceber o perigo de criar egoisticamente.

Este indivíduo terá que viver seus sonhos muito depois de se recordar das razões dos mesmos. É uma forte parte de o seu carma contínuo entender "o poder do desejo" e como melhor compreendê-lo do que vivendo através das consequências de todos os seus desejos.

Assim, sua vida é tanto uma bênção como uma maldição, pois cada vez que esfrega a lâmpada de Aladim, sua alma poderá ou mover-se para o alto, nas asas do espírito, ou afundar miseravelmente nas profundezas de seu próprio inferno particular.

Ele está aprendendo que os sonhos do Nodo Sul em sua décima primeira casa estão sob o domínio de Aquário, onde eles precisam ser dedicados a um serviço pela humanidade e que, quanto mais ele deseja para os outros, mais ele terá para si. Mas, quando reverte esse processo, sua vida torna-se uma verdadeira confusão.

Se escolher criar para si, depara-se com o triste resultado de usar incorretamente um sagrado dom, pois seus sonhos, na verdade se tornarão tão carregados que perderão completamente seu valor, embora fossem capazes de trazer-lhe felicidade.

*A menos que estes nodos caiam em signos de água e de terra*, eles podem causar dificuldades em relacionamentos e casamentos, graças a muitos resíduos de vidas passadas de não compromisso.

Os principais pontos de virada na vida atual giram ao redor de crianças, pois através dos seus olhos, o indivíduo chega a compreender seu próprio senso de valor próprio. As crianças põem seus sonhos em ação e logo chega a perceber que, em vez de fazer de seus sonhos os planos para seu futuro ele, realmente, tem permitido que bloqueassem todo o momento presente. Uma vez que veja isso, será capaz de deixar os castelos no ar e focalizar sua atenção naquilo que irá criando no presente.

Para fazer isto ele deverá conscientizar-se de como ele pode permitir que sua necessidade de amizade dissipasse sua energia criativa.

Mais que tudo, ele deseja ser um realizador, mas é somente depois de desistir de todo sonho pessoal que ele pode tornar-se forte o suficiente para tomar os blocos de construção de sua vida e colocá-los juntos. Ele precisa, literalmente, pegar o touro pelos chifres em vez de permitir ser guiado através da teia do mundo de Cinderela de suas lembranças da alma.

Para realizar isto, ele faria melhor se passasse mais tempo aprendendo autodisciplina, pois, somente através da habilidade de guiar-se, na verdade, será capaz de trazer à tona, das águas profundas nas quais por vidas ele mergulhou suas esperanças e sonhos.

o signo que contém o nodo sul mostra as formas pelas quais os sonhos de vidas passadas continuam nesta encarnação. O signo que contém o nodo norte indica como o indivíduo pode, construtivamente, adaptar seus sonhos à realidade, expressando criativamente, tudo o que sente.

Algumas almas muito evoluídas com estes nodos viveram a Consciência Cósmica numa vida passada. Agora, através do nodo norte em sua quinta casa, estão aqui para trazer esta percepção para as crianças da Terra e as pessoas abertas para a Nova Era.


Nodo Norte na 6ª Casa = Nodo Sul na 12ª Casa


A pessoa com nodo norte na casa 6 é convidada a servir e trabalhar com máxima responsabilidade e presença. O seu cotidiano poderá ser invadido constantemente por subjetividades que ecoam de suas vidas passadas ou dos recantos mais remotos de sua alma.

As imaginações, pensamentos, sentimentos, medos, paranoias vindos da casa 12 podem interferir as ações na rotina cotidiana. A pessoa é filósofa, mística, imaginativa e assim o real tem uma ponte direta com o imaginário. O ideal é que o que ela faça use deste seu lado ligado ao invisível... tipo ela ser escritora, artista, espiritualista, médium.

Ela pode ter uma tendência a se isolar, a se perder em sua subjetividade (nodo sul na casa 12), mas deverá se esforçar em estar presente e realizando o que se propõe. É auspicioso estudar os aspectos maiores entre os nodos e os outros planetas natais, focando como o mapa como um todo lida com este desafio do nodo norte em focar a realidade, a eficiência, a presença, os resultados.

Segundo Martin Shulman no livro "Os Nodulos Lunares": Este indivíduo gasta a maior parte do seu tempo em profundos pensamentos. Ele gosta de ser deixado sozinho a fim de que, sem ser interrompido por outros, possa deixar suas reflexões interiores inspecionarem as memórias cármicas de todas as suas encarnações passadas. Isto não quer dizer que ele não gosta de companhia ou até mesmo que ele está ciente do que está fazendo. O fato é que ele vai tão fundo que acaba totalmente esquecido da própria coisa que esteja pensando! Ele se perde em si mesmo.

Sempre a razão consciente de ir para dentro é baseada em intenções lógicas, mas o indivíduo tende a alcançar o ponto onde toda a lógica o ilude. A sutileza Netuniana das profundezas que ele alcança se mantém um mistério para ele!

Um de seus maiores problemas é que enquanto fica dentro de si mesmo está impedindo que outros estabilizem suas viagens mentais. Como resultado, ele acumula enormes temores de vidas passadas, não tendo ideia se eles são reais ou imaginários ou apenas uma coleção comprimida de um cenário mental em suas viagens para o seu interior.

Assim a base de sua vida exterior é construída sobre o medo e a imaginação e independe de quão forte seja o resto da carta natal, ele continuará tendo momentos de incapacidade para encontrar confiança em si mesmo.

Ele é como a tartaruga que constantemente espia para fora de sua carapaça. As pessoas próximas a ele veem a sua vida como uma tendência a evitar tudo que pareça real.

Ele gasta a maior parte de seu tempo espiando os outros por detrás de um espelho transparente chegando, finalmente, a acreditar que o resto do mundo o está observando como o mesmo exame minucioso. Há uma paranoia latente construída nesta posição Nodal.

Nas áreas de trabalho ele é um pobre organizador deixando muitos pontos inacabados atrás de si, sempre sentindo que não há horas suficientes no dia para completar suas tarefas. Seu problema e que ele não sabe como dividir seu tempo e, como resultado, está constantemente tentando agarrar-se no presente.

Assim como o coelho com o relógio, em "Alice no País das Maravilhas", ele se coloca na posição de ter que correr para evitar estar atrasado.

Em certas ocasiões poderá dedicar-se ao trabalho em hospitais, instituições ou organizações que exijam dele a estruturação de seus caminhos. Ele precisa disto a fim de sair de seu Ser interior.

A grande lição cármica, para ele, é aprender a responsabilidade, em vez de sentir pena por toda desgraça que pareça persegui-lo. Mais do que em qualquer outra casa no zodíaco, ele grita ao mais delicado ferimento, real ou imaginário. Algumas vezes o grito é interior, mas sempre está lá, pois, nos estágios mais profundos ele sente que o amor que tem para dar passa despercebido ou é depreciado. Por pensar assim, ele se torna seu próprio criador de tristeza e ai da pessoa que tenta ajudá-lo, pois assim terá alguém que o escute por todos os ferimentos de vidas passadas, medos e preocupações que ele ainda nem mesmo verbalizou.

Além disso, tudo, ele é um poço sem fundo de aflição, sem acreditar muito no resultado positivo dos acontecimentos. Ele precisa trabalhar para construir confiança, a fim de que possa ter força suficiente para sair da concha. Uma vez que faça isso, ele é uma das mais compassivas, belas e úteis pessoas do zodíaco.

Seu Nodo Norte na sexta casa lhe dá grande prazer em ajudar os outros, mas ele não pode fazer isto bem, até que perceba e aceite o fato de que, nesta encarnação, escolheu uma vida de sacrifício.

Ele precisa aprender como organizar seus pensamentos, seu trabalho e sua alimentação, pois é um curandeiro nato, capaz de desafiar os limites da medicina prática, com seus próprios métodos místicos de cura. Mas um talento não é um talento até que se desenvolva, e um indivíduo não é nada mais do que ele pensa que é. Finalmente, ele chegará a aprender que seu maior dom é a fé. Mas ele irá trabalhar muito e duramente para ter consciência disso!

Parte de sua vida atual será gasta criando ou lidando com doenças mentais ou físicas, em si mesmo ou em outras pessoas. Seu principal crescimento ocorre quando ele percebe que toda doença não é mais que uma desarmonia no corpo refletindo desarmonia no pensamento. Alguma coisa dentro de si mesmo está constantemente tentando dizer-lhe isto e ele precisa aprender a não permitir que seus medos de vida passada bloqueiem o que agora está sendo aberto para ele.

Muitos com estes Nodos passam por experiências de doenças que miraculosamente desaparecem, para espanto dos médicos, dentistas e outros profissionais. A lição cármica aqui é aprender a mais elevada razão, porque tão logo a compreensão é alcançada a fé recém-nascida começa a curar. Uma vez que se torne consciente do poder de sua fé ele se torna um verdadeiro dínamo.

Uma vez que o curso de seus pensamentos seja mais positivo, automaticamente, aprende a não criticar os outros pela falta de perfeição que vê neles.

Sua maneira de ver a vida permanece clínica, examinando minuciosamente e diagnosticando todas as coisas com as quais entra em contato.

De todas as posições nodais esta é a mais difícil de abrir para encarnações passadas. o Nodo Sul na Décima segunda Casa completou um caminho cármico e os detalhes disto são para permanecer para sempre selados em tempos passados, embora ainda permaneça a sutil essência Acássica.

Vidas de fugas de tormentos interiores foram concluídas. O indivíduo precisa chegar a perceber que a maior parte de sua negatividade interior não está relacionada à vida atual, mas somente existe por seu pensamento persistir em um caminho que já terminou.

Ele ainda possui sentimentos interiores de ser perseguido, que precisa aprender a esquecer de uma vez por todas, pois quanto mais se permite demorar em tais pensamentos, mais ele inadvertidamente recriará tais circunstâncias.

Ele deve aprender a perceber o passado pelo que exatamente é: nada mais que uma lembrança e tão real quanto uma fotografia em sua mente, que ele agora tem a livre escolha de agarrar-se, por causa de angústias ou descartá-las a fim de que possa ir para um novo mundo mais produtivo.

Uma vez que possa colocar seu total estado de consciência em uma perspectiva positiva e produtiva na vida, ele será capaz de começar a sentir um novo significado para sua existência. O signo que contém o Nodo Sul mostra os caminhos pelos quais ele pode desenvolver uma vida fértil através do serviço.

Fonte teórica: As Brumas de Avalon

Diego

Signo: ries Ascendente: Sagitrio Lua: Leo
JOINVILLE - SC
Membro desde:
29-03-2018
Posts: 369
30-12-2018 09:34
Quote:
Interessantíssimo. Muito rico.


Bom que foi útil então

Mister Emi

Signo: Cncer Ascendente: ries Lua: Capricrnio
FORTALEZA - CE
Membro desde:
09-04-2018
Posts: 531
02-07-2019 02:55
Além disso, tudo, ele é um poço sem fundo de aflição, sem acreditar muito no resultado positivo dos acontecimentos. Ele precisa trabalhar para construir confiança, a fim de que possa ter força suficiente para sair da concha. Uma vez que faça isso, ele é uma das mais compassivas, belas e úteis pessoas do zodíaco.
Como se fosse fácil 😧😧😧

Gabriel

Signo: Aqurio Ascendente: Virgem Lua: Cncer
BELO HORIZONTE - MG
Membro desde:
20-02-2018
Posts: 710
02-07-2019 07:37
Nodo na 1, se encaixa perfeitamente em mim.
É muitooooo difícil pra mim ser "egoísta" na maior parte das vezes abro mão do meu para ajudar os outros e não sou reconhecido.

Gabriel

Signo: Aqurio Ascendente: Virgem Lua: Cncer
BELO HORIZONTE - MG
Membro desde:
20-02-2018
Posts: 710
02-07-2019 07:38
Ela pode tender a dar muita importância as informações e conselhos de oráculos e adivinhos na tentativa de revelar o destino e o oculto.

Max Lemos Machado

Signo: Aqurio Ascendente: Libra Lua: Escorpio
BELO HORIZONTE - MG
Membro desde:
15-07-2015
Posts: 7115
02-07-2019 09:20
Excelente topico Diego, me proporcionará boas reflexões, obrigado por compartilhar.

Joana

Signo: Escorpio Ascendente: Escorpio Lua: Peixes
Lisbon - Lisbon
Membro desde:
15-11-2018
Posts: 1440
02-07-2019 09:37
Nodo norte na Casa 5 muito verdade

Diego

Signo: ries Ascendente: Sagitrio Lua: Leo
JOINVILLE - SC
Membro desde:
29-03-2018
Posts: 369
03-07-2019 21:49
Quote:
Excelente topico Diego, me proporcionará boas reflexões, obrigado por compartilhar.


Disponha Max

Paula Wenndy

Signo: Touro Ascendente: Touro Lua: Escorpio
JOINVILLE - SC
Membro desde:
16-01-2019
Posts: 39
12-07-2019 11:23
amei esse tópico, nodo norte na 5 em virgem


responder ao tópico criar novo tópico